ULTIMOS POSTS

segunda-feira, 28 de julho de 2014

Dez dicas de como se previnir na fraude do boleto bancário

Diretor Geral da SafetyPay Brasil explica como esse novo golpe na internet pode ser evitado

No começo do mês, a empresa de segurança eletrônica RSA identificou uma fraude na internet, que gira em torno de R$ 8,5 bilhões. Chamada “gangue do boleto”, o grupo infectou cerca 192 mil computadores com vírus que, uma vez instalado no computador, alteravam o número do boleto original para um dos falsos distribuídos pela gangue.

Para evitar essa e alguns outros tipos de fraude, Luz Antonio Sacco, Diretor Geral da SafetyPay, plataforma de pagamento digital, explica alguns métodos devem ser colocados em prática para que o consumidor não caia nesse tipo de armadilha, principalmente nas compras do eCommerce.

1. Atente-se à patente do site em relação à segurança, verifique se a página apresenta os principais certificados que garantem credibilidade;

2. Procure checar a reputação dos sites, principalmente quando estiver diante de preços que estão muito abaixo dos praticados no mercado. Hoje existem empresas que consolidam informações e experiências de compras de outros clientes;

3. Dê preferências a transações de pagamentos que são realizados na sua instituição bancária (internet banking), pois são muito mais seguros;

4. Seja extremamente cuidadoso com links desconhecidos recebidos em e-mails. Evite abri-los, pois em geral contém vírus que podem capturar seus dados;

5. Busque informações sobre a empresa responsável pela etapa final de pagamento e o número de checagens que comprovem a credibilidade para compra;

6. Compre apenas em lojas online que possuem em sua página o contato do Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC). De preferência faça o contato com a empresa

7. Estabeleça uma rotina para checagem dos extratos da conta bancária e do cartão de crédito para averiguar se não há lançamentos suspeitos;

8. Nunca forneça os dados do cartão de crédito em sites sem conexão segura ou em e-mails não criptografados;

9. Realize checagens frequentes no computador, utilizando e atualizando os programas de anti vírus;

10. Jamais realize compras ou pagamentos por meio de computadores de terceiros ou de redes Wi-Fi públicas.

Compartilhe nas redes sociais:
 
Copyright © 2008-2017 Falando de Varejo.