Combinar cada vez mais a integração entre as plataformas físicas e on-line é o foco da rede Lojas Americanas, que registrou lucro líquido consolidado de R$ 40,5 milhões no segundo trimestre do ano, o que representou um crescimento 15,1% na comparação com o mesmo período de 2013.

De acordo com o diretor financeiro da Lojas Americanas, Murilo Correa, a empresa conta com mais de 800 unidades em todo o País e inaugurou 32 lojas no primeiro semestre do ano, sendo 11 lojas a mais na comparação com o mesmo período ano passado."Estamos com 70 novos contratos em vista e a expectativa é fechar 2014 com até 130 novas lojas. Em junho abrimos nossa primeira unidade em Boa Vista (RR), e consolidamos nossa presença no País".

Com um potencial de crescimento "estimado em 2000 novas lojas", o executivo informou ainda que a proposta da companhia é combinar cada vez mais a integração entre as plataformas físicas e on-line, por conta de a empresa ser uma varejista multicanal. "Estamos avançando nesse sentido", disse ele.

A respeito dos resultados anunciados ontem, a empresa apontou que o Ebitda (lucro antes de impostos, juros, amortização e depreciação) ajustado no segundo trimestre do ano teve alta de 33,2%, fechando em R$ 412 milhões, com margem de 11,3% e retração de 0,4 pontos percentuais (p.p). No período a receita líquida da companhia somou R$ 3,631 bilhões, um crescimento de 37,6%. Em relação ao primeiro semestre do ano, a Americanas lucrou R$ 66,4 milhões, o que representou uma queda de 28,4%, ante o resulta visto no ano passado. Procurada pela reportagem do DCI para comentar sobre a retração, a empresa preferiu não se pronunciar.

Ainda no primeiro semestre, o Ebitda ajustado subiu 20,4% para R$ 769 milhões, com margem de 11,3% e queda de 0,2 p.p. A receita líquida do semestre foi de R$ 7,022 bilhões, com expansão de 21,7%.

A companhia apontou sucesso de vendas durante a Páscoa, Dia das Mães e Copa do Mundo. "O desempenho das marcas próprias é espetacular. Estamos investindo em produtos de higiene pessoal, produtos variados, fraldas, toalhas e absorventes", afirmou o diretor financeiro. Questionado sobre o futuro, ele afirmou estar otimista, já que o Dia das Crianças e Natal devem impulsionar o consumo no final do ano. "O segundo semestre é o principal período de vendas para companhia. Além disso, teremos o Black Friday".

Dona das marcas Americanas.com, Submarino e Shoptime, a companhia global do varejo, B2W também divulgou os seus resultados no primeiro semestre, onde o grupo faturou mais de R$ 122 milhões no período, um crescimento de 10,6% ante os R$ 110,5 milhões em 2013. No total a companhia somou em receita líquida mais de R$ 3,3 bilhões, registrando alta de 34,7%.

Fonte: DCI
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: