Em parceria com Accenture, varejista disponibiliza óculos interativos aos clientes, que acessam informações sobre produtos no dispositivo. Projeto está em duas unidades em SP

Por meio do óculos interativo, o visitante das lojas da rede — primeiro no Shopping Morumbi e depois no Shopping Ibirapuera, ambos em São Paulo —, é conectado às seções e aos produtos em uma espécie de tour guiado interativo.

Em tempo real, e com suporte de áudio e vídeo, notificações avisam em que ponto da loja o cliente está. Além disso, ao se aproximar dos produtos, o óculos identifica o item e apresenta um vídeo de suas funcionalidades, seus diferenciais e informações como preço e forma de pagamento, por meio da utilização da tecnologia QRCode (código de barras bidimensional).

Além de melhorar a experiência do consumidor, a utilização do dispositivo traz benefícios para o varejista, permitindo traçar, por exemplo, um mapa do comportamento do cliente na loja, identificando para onde ele olhou e qual a atitude tomada em relação a determinado produto.

“A ação surge da proposta de valor do Pontofrio de trazer mais tecnologia, promover inovação e cada vez mais integração do consumidor com a marca e com a loja. Além, é claro, de melhorar sua experiência de consumo”, diz Julio Baiao, diretor de TI da Via Varejo, empresa que administra as marcas Pontofrio e Casas Bahia. “Ainda é um projeto-piloto.

Estamos experimentando e observando como o cliente reage e que informações conseguimos capturar”, completa. Ele não descarta a possibilidade de levar a aplicação para outras lojas da rede, como também para outros estados e até a adoção de outros “dispositivos vestíveis”.

O cliente pode ainda colocar os produtos que tiver interesse em uma “lista de desejos” e enviá-la para o seu e-mail. “Estamos fazendo o que já acontece hoje no comércio eletrônico, que é criar “lista de desejos”. Os óculos permitem fazer uma ponte entre físico e virtual”, destaca Baiao.

Como ainda é um projeto-piloto, a aposta do Pontofrio é a divulgação espontânea da ação e a utilização das redes sociais com a hashtag: #pinglass. Por enquanto, não estão planejadas ações em mídias de massa. Segundo o executivo da Via Varejo, os clientes estão aceitando bem o piloto, iniciado no último final de semana.

Para que a utilização do Google Glass na loja da varejista fosse possível, foi criado um aplicativo exclusivamente para o Pontofrio. Diretor-executivo e líder de estratégia digital da Accenture, Ricardo Chisman diz que a ideia de utilizar o óculos surgiu da combinação do “desafio” de negócio do cliente, que já é um parceiro antigo da empresa, e tecnologia mais adequada. “O consumidor do Pontofrio gosta e busca tecnologia e inovação. Foi um projeto desafiador, mas desenvolvido em apenas dois meses por uma equipe multidisciplinar”, comenta. Entre as vantagens do Google Glass está a de utilizar o armazenamento das informações na nuvem.

Para Chisman, a tendência é que os “dispositivos vestíveis”, como os óculos interativos e também os relógios inteligentes, tenham cada vez mais espaço e aplicações em negócios de empresas de diferentes ramos. “As pessoas estão aprendendo a usar esses dispositivos. A tecnologia já é aplicada para resolver diferentes problemas de negócios e, com certeza, haverá cada vez mais usos e formatos. Saber juntar tecnologia e informação é um diferencial importante”, defende.

Fonte: Brasil Economico
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: