Supermercadista permite que clientes façam pedidos no site e os retire na loja sem sair do carro

O fato de ter 131 anos de história não faz com que a rede de supermercados Hannaford trabalhe de maneira arcaica. A marca continua seu plano de inovação e anunciou a expansão do serviço de drive-thru. Modelo ainda é incipiente no setor, mesmo em um mercado maduro como é o varejo norte-americano.

Chamado de “Hannaford to-go”, o serviço permite que clientes façam pedido no site e os retirem na unidade física, sem precisar sair do carro. A nova loja que operará no sistema é a de Exeter, no Estado de New Hampshire.

Por enquanto, apenas três das 180 lojas da rede – comandada pelo grupo Delhaize – operam com drive thru. As outras duas ficam no mesmo Estado: nas cidades de Dover e Goffstoewn.

No Brasil, o Grupo Pão de Açúcar lançou o primeiro drive-thru para o grande varejo alimentício do País em janeiro do ano passado. A loja da Washington Luís na capital paulista oferece o serviço, que também precisa da conversão de compra pelo site e cobra taxa de serviço de R$ 6,90. O cliente pode buscar o pedido depois de três horas.

De olho na Hannaford, o Walmart anunciou em abril a construção de um centro autônomo ‘pick-up' no Estado do Arkansas, onde os clientes poderiam retirar suas compras com praticidade e economia de tempo. A maior varejista do mundo já oferece o drive-thru em onze lojas da rede, com índice de aprovação de 90%.

No Reino Unido, a Tesco também já testou o modelo. A canadense Loblaw é outra empresa que colocou em prática a inovação do tipo ‘click-and-collect' em suas lojas, só que faz o caminho inverso: é a própria varejista que entrega os produtos na casa do cliente.

Fonte: Novarejo


Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: