Estudo indica uma recuperação do setor, após o fraco desempenho registrado no 2º trimestre

A indústria do franchising ampliou seu faturamento em 9,3% no 3º trimestre deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado. Isto é o que indica a Pesquisa de Desempenho Trimestral do Franchising que acaba de ser divulgada pela ABF – Associação Brasileira de Franchising.

Em relação ao 2º trimestre de 2014, o 3º tri apresentou um faturamento 10,6% maior. O crescimento do setor nos meses de julho a setembro indica uma recuperação após o fraco desempenho registrado no 2º trimestre deste ano.

“É importante observarmos que dados como esses revelam o vigor do franchising brasileiro, mesmo diante de um cenário econômico adverso e de um ano tão atípico como foi 2014”, avalia a presidente da ABF, Cristina Franco.

Na comparação do desempenho do setor nos nove primeiros meses de 2014 com igual período de 2013, o estudo registra uma alta do faturamento de 6,8%.

Ainda de acordo com a pesquisa, 69% das redes ampliaram o faturamento na comparação entre o 3º e o 2º trimestre deste ano.

Os números positivos referendam as projeções da entidade. Com este novo cenário, a ABF projeta um crescimento do faturamento do setor em torno de 7% em 2014. O percentual é ainda consideravelmente acima do PIB, que, segundo a mais recente revisão feita pelo Governo, deve ficar em torno de 0,5%. A respeito do número de pontos de venda (PDVs), a ABF prevê uma alta de 10% para o ano de 2014 em relação a 2013.

Com relação a abertura e fechamento de unidades, o levantamento apontou neste 3º tri um crescimento de 2,9% em novos PDVs ante 1,0% de unidades fechadas.

Para a presidente da ABF, apesar da melhora de cenário, o momento requer atenção. “O franchising no Brasil é de fato uma indústria madura, que tem sua força, contudo está inserida na economia e sofre os efeitos do baixo crescimento do País. Sabemos que a expectativa para 2015 é que também seja um ano de dificuldades. Portanto, mantemos a recomendação de cautela aos empresários do setor, de cuidado na gestão de suas operações, para que possamos manter o franchising em uma trajetória de desenvolvimento sustentável”, afirma Cristina.

Expectativas para 2015 - Estudos da entidade projetam um crescimento do faturamento do setor para o próximo ano de 7,5% a 9,0%, e para abertura de novas unidades, entre 9% e 10%.
“As redes de franquia continuam aprimorando a performance das unidades abertas e executando seus planos de expansão em cidades que oferecem oportunidades de negócio, sobretudo no interior do País. As pessoas querem consumir onde residem e as marcas de franquia já perceberam isso”, conclui a presidente.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: