ICV Saz, que monitora o tráfego de clientes em datas comerciais, sinaliza fechamento do ano em torno de zero ou abaixo.

A SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo) em parceria com a Virtual Gate, empresa especializada no monitoramento de tráfego de pessoas em lojas, anunciam o comportamento do ICV Saz (Índice de Consumidores do Varejo Sazonal) durante o período natalino em lojas físicas.

O ICV Saz identificou uma queda de 3,1% em relação ao mesmo período de 2013. O índice também constatou picos de fluxo nos dias 20, 22 e 23/12, porém, mesmo nestas datas, os números ainda foram inferiores aos do ano anterior.

ICV SAZ aponta redução no fluxo de pessoas durante o período de Natal, se comparado à 2013.

Para evitar possíveis desvios por conta dos dias da semana, a Virtual Gate mediu e comparou os primeiros 24 dias de dezembro (do dia 1º ao dia 24), sempre levando em conta os mesmo dias da semana, ou seja, segunda com segunda, terça com terça e assim sucessivamente. A média destas comparações resultou em uma queda média de 3,1% em dezembro, até o dia 24.

“De acordo com o histórico das nossas medições, o ICV Saz leva em consideração a comparação do dia da semana para evitar distorções. Comparamos os mesmos 1200 pontos de 2013, apesar de hoje estarmos monitorando 1500”, esclarece Heloisa Cranchi, diretora geral da Virtual Gate.

Para Eduardo Terra, presidente da SBVC, os números confirmam algo que já era previsto, que este deverá ser o pior dos últimos 10 anos para o varejo. “Mesmo assim, não há motivo para desespero, pois 2014 deverá se encerrar com um desempenho próximo de zero, isto é, tivemos uma performance igual à do ano anterior. Cenário pior seria uma retração mais acentuada”, pondera Eduardo. Para ele, ainda temos plenas condições de recuperação em curto prazo por termos bases ainda sólidas para o consumo. “O país mantém os pilares que sustentam o varejo relativamente sob controle. Emprego, renda e crédito seguem com números razoáveis para que haja consumo, o que nos confere fôlego para recuperação”, avalia.

Os dias 22 e 23 apontaram grande pico de fluxo
Na opinião de Ubirajara Pasquotto, diretor geral da Cybelar, rede com mais de 150 lojas no interior de São Paulo e sul de Minas Gerais, as vendas também foram bastante próximas ao ano anterior, porém a rede teve uma excelente Black Friday pouco mais de 20 dias antes do Natal. “Ainda estamos avaliando se o Natal não pode estar sendo “fatiado” em 3 partes: na Black Friday, nos dias anteriores à data propriamente dita e nas liquidações posteriores, que se iniciam hoje e devem se estender até meados de janeiro”, avalia o executivo. Para a Cybelar, 2014 foi um ano atípico por conta da Copa e das eleições. “Mesmo assim, o ano poderia ser ter sido melhor”, finaliza Bira.

Os ICV’s (Índices de Consumidores do Varejo) são dois indicadores desenvolvidos para medir o desempenho do fluxo de clientes/consumidores durante o mês que antecede sua divulgação e nas datas calendários do comércio. “A criação dos dois ICV’s tem como principal objetivo antever o que a PMC (Pesquisa Mensal do Comércio, do IBGE) mensura, ou seja, o comportamento do comércio nos meses anteriores. Só que a PMC faz isso com um “gap” de 50 dias e nós faremos imediatamente após o término do mês ou das datas comerciais”, promete Eduardo Terra, presidente da SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo).

Sobre a SBVC

Fundada em 29 de maio de 2014, a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) é uma organização sem fins lucrativos, aberta, multissetorial e com atuação complementar às demais entidades de classe do varejo.

Sua missão será contribuir para o aumento da competividade do varejo, apresentando conteúdos e estudos de mercado, promovendo networking entre executivos do varejo de todos os segmentos, levantando e defendendo os interesses políticos do segmento e promovendo ações sociais. A SBVC nasce sustentada por quatro pilares fundamentais: Conteúdo, Político, Ações Sociais e Relacionamento.

Sobre a Virtual Gate

Fundada em 2002, a Virtual Gate, fornece soluções para o aumento de faturamento dos varejistas através de tecnologia que permitem a gestão do fluxo do consumidor e da taxa de conversão.

A Virtual Gate atende alguma das maiores empresas do País e grandes redes varejistas, além de oferecer soluções de grande valor agregando para médias e pequenas empresas de todo o Brasil, com clientes em todas as regiões.

A Virtual Gate, conta com alguns cases de sucesso em seu portfólio como: C&A, Pernambucanas, Telhanorte, TendTudo, Casa Show, Nike, Livraria Cultura, Saraiva, Lojas Americanas, Farm, Animale, Paquetá, Calvin Klein, Loungerie, L’Occitane, Sephora, entre outros.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: