De acordo com pesquisa, 41% dos shoppings estão concentrados em cidades com menos de 500 mil habitantes

A indústria de shopping centers continua crescendo no Brasil. É o que mostra o Censo Abrasce 2014-2015. Considerado a maior radiografia do setor, o levantamento realizado pela Associação Brasileira de Shopping Centers, em parceria com a GEU (Grupo de Estudos Urbanos), traz importantes informações sobre o cenário de malls no Brasil, englobando aspectos como faturamento, frequência, localização e estrutura. Para esta edição, foram convidados os 520 empreendimentos em operação no Brasil.

Entre os dados da pesquisa, destacam-se as vendas realizadas por região. Do total registrado em 2014, R$ 142,27 bilhões - um crescimento de 10,1% com relação a 2013 - os shoppings no Sudeste contribuem com o maior faturamento do setor: R$ 80,579 bilhões. O segundo melhor desempenho foi o da região Nordeste, com R$ 24,152 bilhões, seguido pela região Sul (R$ 17, 907 bilhões), Centro-Oeste (R$ 13,042 bilhões) e Norte (R$ 6,596 bilhões). Destaque para a região Norte, que apresentou maior crescimento em termos de faturamento: uma alta de 28,2% com relação a 2013, seguida pelas regiões Nordeste e Centro-Oeste. Ainda, o Nordeste consolidou seu potencial este ano, superando a região Sul em ABL e faturamento e trazendo, mais uma vez, lançamentos com maior volume de ABL.

A pesquisa permite constatar uma mudança nos investimentos no que diz respeito à localização dos shoppings. Pela primeira vez na história da indústria, o percentual de centros de compras fora das capitais é maior do que em capitais. O Censo Abrasce 2014-2015 mostra que, no fim de 2014, 49% dos shopping centers estavam localizados em capitais brasileiras e 51% em outras cidades. Dos 25 shoppings inaugurados em 2014, apenas 6 (25%) foram em capitais.

Além disso, 41% do total dos centros de compras estão concentrados em cidades com menos de 500 mil habitantes, o que aponta para uma tendência cada vez maior de interiorização desses empreendimentos. Em 2015, com 26 inaugurações previstas até o fim do ano, 281 shopping centers estarão instalados em cidades que não são capitais, ante 267 empreendimentos em capitais. Atualmente, 520 shoppings estão em operação em todo o Brasil.

Outro destaque fica por conta do número de empregos diretos gerados, que totalizou cerca de 112 mil novos postos de trabalho no setor durante o ano de 2014. Atualmente, estima-se que haja aproximadamente 979 mil empregos diretos nos shoppings brasileiros, o que corresponde a um aumento de 12,9 % com relação a 2013. O número de frequentadores também saltou de 415 milhões de visitas por mês para 431 milhões em 2014, o que representa uma alta de 3,7% com relação ao ano anterior.

O perfil de shoppings no Brasil

Shopping centers em operação ao final de 2014: 520;

Número de cidades com shoppings no Brasil, ao final de 2014: 188;

Total de ABL (Área Bruta Locável) no Brasil: 13.846.896 m² (aumento de 7% em relação ao ano anterior);

Faturamento total do Brasil em 2014: R$ 142,27 bilhões, o que representa um crescimento de 10,1% em relação a 2013;

O Sudeste é a região do Brasil que, disparado, obteve o maior faturamento do setor: R$ 80,579 bilhões. O segundo melhor desempenho foi da região Nordeste, com R$ 24,152 bilhões, seguido pela região Sul (R$ 17,907 bilhões), Centro-Oeste (R$ 13,042 bilhões) e Norte (R$ 6,596 bilhões);

88% dos shopping centers brasileiros são empreendimentos do tipo tradicional e 12% especializados (outlet, lifestyle e temáticos). Destes, 13% são outlets.

49% dos shopping centers estão localizados em capitais brasileiras e 51% em outras cidades;

Os shoppings brasileiros receberam cerca de 431 milhões de visitas por mês em 2014, o que representa um aumento de 3,7% em relação ao ano de 2013;

Existem 95.242 lojas nos 520 shopping centers brasileiros;

Existem 823.224 vagas de estacionamento em shoppings em todo o território nacional;

2.488 salas de cinema nos centros de compra de todo o Brasil;

Estima-se que haja 978.962 empregos diretos nos shoppings brasileiros (aumento de12,9%);

Sobre a Abrasce

A Associação Brasileira de Shopping Centers - Abrasce - é a entidade que representa o setor no Brasil. Fundada em 1976, foi criada com o objetivo de fortalecer e colaborar com o desenvolvimento da indústria no País. Entre os associados da ABRASCE estão os principais empreendedores, administradores, fornecedores de produtos, prestadores de serviços e lojistas da indústria. Com 38 anos de existência no mercado, a entidade atua para ser a referência para o desenvolvimento e fortalecimento da indústria de Shopping Centers no Brasil. Seus principais objetivos são: defender os interesses do setor, assegurando a sustentabilidade do negócio; identificar e certificar o shopping center de acordo com os padrões internacionais; difundir informações, conhecimentos, melhores práticas e premiar a excelência na gestão, consolidando o setor como um agente de desenvolvimento econômico-social; certificar profissionais para assegurar mão de obra qualificada para o setor; promover a integração dos associados tornando a experiência associativa enriquecedora e gerar uma rede de relacionamentos para o desenvolvimento de novos negócios.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: