É o que revela recente pesquisa da ToolboxTM, que traça um panorama do setor de trade marketing, reúne dados de principais ações e investimentos, e apresenta o perfil e perspectivas para 2015 de seus profissionais no Brasil

Para entender a fundo a dinâmica atual da área de trade marketing, a ToolboxTM - Consulting &Metrics, empresa especializada em trade e shopper marketing, convocou para uma pesquisa os mais envolvidos e interessados no tema, os próprios profissionais de Trade Marketing do Brasil. Foram 275 entrevistados, no segundo semestre de 2014, na busca por traçar um panorama nacional da área, hoje considerada um novo canal de comunicação de marcas, dada a sua crescente relevância na última década.

A pesquisa ouviu analistas, gerentes, diretores e executivos que atuam em trade marketing na indústria (60% dos participantes), no varejo e também em empresas prestadoras de serviços (bancos, instituições de ensino, agências e empresas de telecomunicações). Algumas das empresas participantes são Basf, BRF, Grupo Cimed, Vivo, Mondelez e Souza Cruz.

Os resultados estão reunidos no estudo “Trade Marketing - Perfil & Tendências do setor”, que acaba de ser lançado e, por meio de minuciosa abordagem, apresenta os principais aspectos da realidade do setor, constatados não somente no Brasil como no mercado internacional. O material reúne questões sobre a estrutura atual do Departamento de Trade Marketing nas empresas e como se dá o relacionamento com o varejo, fornecedores e as demais áreas da indústria.

Verbas e gestão

Sessenta por cento dos entrevistados mencionam que os investimentos anuais da área comercial já possuem, em média, 10% da verba destinados exclusivamente a trade marketing no último ano. Em comparação, marketing recebeu em média 40% dessa verba, sendo que os 50% restantes de verba foram destinados à área comercial. Do orçamento de trade, execução de ponto de venda (merchandising) foi citado como o principal investimento (70%), seguido de ativações e eventos.

Organograma

A maioria dos pesquisados realiza a gestão da área trade marketing com base nas categorias (produtos) e não por tipo de canal, indicando, segundo os responsáveis pela pesquisa, uma cultura adquirida do Departamento de Marketing. Essa influência não é à toa, 56% dos entrevistados afirmam que o Departamento de Trade está sob gestão do marketing no organograma das empresas e metade dos profissionais participantes da pesquisa teve passagem pela área de marketing antes de atuar no setor de trade; apenas 10% atuaram apenas na área de trade.

Relação indústria-varejo

A relação indústria e varejo, uma das principais abordagens do estudo, é considerada fraca para 36% dos entrevistados que atuam em trade na indústria. Eles acreditam que “muito pode ser feito para melhorar o interesse de ambos”. Dentre as principais oportunidades de relacionamento para 2015, desenvolvimento de promoções (54%) e melhorias no portfólio (47%) são os investimentos que o setor planeja investir junto ao varejo.

Oportunidade

A experiência de compra do shopper (41%) também é vista como oportunidade para os profissionais que atuam sob o marketing na indústria, e eficiência logística (38%) ganha destaque para aqueles que atuam sob vendas.

Apesar do interesse em atuar mais junto ao shopper, 20% dos entrevistados assumem não saber se suas ações no setor possuem impacto real no shopper e se podem ser consideradas como estratégias de shopper marketing.

Gerenciamento por Categoria

Gerenciamento por Categoria é outra área que ainda está em fase de crescimento para os profissionais do setor. Vinte por cento dos entrevistados já atuam com esse tipo de estratégia, sendo 7% através de uma área exclusiva dedicada na empresa.

Execução de PDV

De acordo com o levantamento, a satisfação com os promotores não é unanimidade: 45% dos entrevistados avaliam com notas baixas (2 a 5, em escala de 0 a 10) os seus fornecedores para a demanda de promotores de PDV.

Tendências

A respeito do cenário econômico de 2015, 60% deles possuem expectativa favorável e esperam crescimento na maioria dos setores da economia. Sobre as empresas em que atuam, essa percepção positiva tem impacto nos negócios: 67% deles acreditam no crescimento das vendas no período em comparação ao ano anterior.

ToolboxTM - Consulting & Metrics
www.toolboxtm.com.br
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: