Com a nova queda, o indicador registra retração de 0,96% no ano. Nos últimos 12 meses acumula alta de 1,90%.


Com a baixa de 3,58% em maio, o Índice de preços da CEAGESP registrou a terceira queda consecutiva em 2015 e, preservadas as condições climáticas atuais, este cenário de preços reduzidos deve se prolongar nos próximos meses.

Nos resultados apurados, somente os setores de legumes e diversos registraram elevações dos preços praticados, impulsionados principalmente pelas altas de quiabo, cenoura, tomate e, principalmente, cebola. Os demais setores apresentaram retração dos preços praticados, com destaque, novamente, para o setor de verduras que, após queda de 11,5% em abril, recuou mais 19,2% em maio.

Com a redução do volume de chuvas e temperaturas mais amenas, o volume ofertado e a qualidade da maioria dos produtos não deverão sofrer prejuízos. Assim, com a habitual retração no consumo nesta época do ano, os preços deverão permanecer em patamares reduzidos. Somente as geadas nas regiões produtoras poderão inverter esta tendência.

Em maio, o setor de frutas caiu 3,86%. Foi a quinta queda consecutiva e o setor acumulado baixa de 11,7% em 2015. Os principais recuos no mês foram do mamão formosa (-38,4%), atemoia (-35,1%), laranja lima (-34,3%), mamão papaya (-30,6%), maracujá doce (-27,7%) e manga tommy (-23,4%). As principais altas foram do figo (32,3%), acerola (9,4%), morango (8,7%) e maçã gala (3,6%).

O setor de legumes registrou elevação de 4,15%. As principais altas foram do quiabo (29,1%), pepino japonês (21,2%), cenoura (18,4%), berinjela (16,9%) e tomate (14,3%). As principais quedas foram do pimentão amarelo (-52,2%), pimentão vermelho (-35,4%), pimentão verde (-30,5%), ervilha torta (-18%) e cará (-9,5%).

O setor de verduras caiu 19,2%. As principais quedas foram da alface crespa (-41,1%), alface lisa (-40,8%), salsa (-40,3%), escarola (-37,5%), catalonha (-32%), agrião (-31,2%) e nabo (-28%). As principais altas foram da couve-flor (7,3%) e brócolis (1,4%).

O setor de diversos subiu 6,38%. As principais altas foram da cebola nacional (58,9%), canjica (16,7%) e alho (5%). As principais baixas altas foram da batata lisa (-14%), coco seco (-8,7%), ovos (-8%).

O setor de pescados registrou queda de 4,67%. As principais baixas foram do espada (-28,9%), robalo (-19,8%), namorado (-14,3%), camarão ferro (-11%) e anchovas (-10,1%). As principais altas foram da sardinha (18,9%), pescada maria mole (11,9%) e lula (6%).

Índice CEAGESP
Primeiro balizador de preços de alimentos frescos no mercado, o Índice CEAGESP é um indicador de variação de preços no atacado de Frutas, Legumes, Verduras, Pescado e Diversos. Divulgados mensalmente, os 150 itens da cesta foram escolhidos pela importância dentro de cada setor e ponderados de acordo com a sua representatividade. O Índice foi lançado em 2009 pela CEAGESP, que é referência nacional em abastecimento.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: