O mês de junho gerou um saldo negativo de 1.929 postos de trabalho no estado

Pelo terceiro mês consecutivo os indicadores de emprego no comércio gaúcho registram números negativos. O mês de junho apontou a extinção de 1.929 postos de trabalho no estado, ante um recuo de 787 vagas no mesmo mês de 2014. Os dados são do Departamento de Pesquisas da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS.

O levantamento da FCDL-RS mostra que os municípios onde o emprego no comércio varejista apresenta maior queda são os que concentram maior população ou são centros regionais de consumo, casos de Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas e Santa Cruz do Sul. As cidades onde houve um maior número de contratações despontam com forte base agrícola e de serviços, com destaque para Santa Maria e Santiago. Um dado interessante aponta que ocorreram queda da empregabilidade em 205 cidades gaúchas e alta do emprego em 192 municípios.

Dos 38 gêneros do comércio varejista gaúcho, apenas 8 registraram aumento no número de postos de trabalho no último mês de junho, sendo que 28 apresentaram queda e outros 2 se mantiveram neutros.

Em termos gerais o emprego no Rio Grande do Sul apresentou, em junho, um saldo muito negativo, com a extinção de 14.013 vagas de emprego com carteira assinada, o que coloca o estado, pelo segundo mês consecutivo, como o segundo do país em termos de fechamento de postos de trabalho, atrás apenas de São Paulo, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

Por outro lado, observa-se claramente um fenômeno social de reação ao desemprego no Rio Grande do Sul. Na medida em que os postos de trabalho estão em fase de redução, vem aumentando rapidamente o número de pessoas que registram sua microempresa individual. Em junho foram 5.820 novos microempreendedores individuais (MEIs) iniciando suas atividades no estado.

Sobre a FCDL-RS

A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul ¬ FCDL¬RS, fundada em julho de 1972, é uma entidade sem fins lucrativos, que tem como principal objetivo o desenvolvimento do setor varejista gaúcho, amparando e defendendo os interesses dos seus associados, através de uma agenda estratégica focada em tornar o setor referência mundial até o ano de 2017. Gestora Estadual do SPC, Serviço de Proteção ao Crédito, criado há 57 anos por lojistas, é hoje referência Estadual e Nacional em informação de crédito de consumidores inadimplentes, dados e indicadores de inadimplência e análise de risco nas vendas a prazo no varejo.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: