52% comprarão um brinquedo como presente; 51% tablets, smartphones e computadores. 65% dos entrevistados afirmam que irão investir entre R$ 50 e R$ 300 na compra do presente, contra 53% que investiram esse mesmo valor em 2014


Brinquedos de todos os tipos - educativos, de controle remoto, pelúcias e jogos de tabuleiro - são os produtos mais mencionados pelos pais como opções de presentes para o Dia das Crianças em pesquisa realizada pelo MercadoLivre com 538 usuários da plataforma. Juntos, esses tipos de brinquedos somam 52% das intenções de compra. Os pais puderam citar mais de uma opção de presente - e com isso os aparelhos eletrônicos praticamente empataram com os brinquedos tradicionais: smartphones, tablets e computadores somaram 51% de menções. Apenas 30% dos pais comprarão apenas 1 presente neste dia. A maioria (66%) vai comprar dois presentes ou mais. Quatro por cento ainda não sabem quantos presentes irão comprar

Além dos brinquedos e dos eletrônicos, 11% pretendem dar de presente um Patins, Skate ou bicicleta; 10%, artigos de moda (roupas ou sapatos); 9%, artigos esportivos, 9% livros; 2%, um relógio; 2%, uma carta ou desenho; e outros 2% uma viagem

Compra pela internet cresce ano após ano

A compra pela Internet será a opção de 95% neste ano. Um grande crescimento em relação a 2014, quando apenas 39% disseram ter comprado online. As principais justificativas para comprar pela internet são: melhores preços, com 64%; comodidade, com 31%; mais alternativas de presentes, com 29%; e 23% pela economia de tempo. A preferência como dispositivo para compras online continua sendo pelos computadores ou notebooks, com 68% de menções; os dispositivos móveis corresponderam a 48% (smartphones ou tablets) e, com 1%, os consumidores apontaram a possibilidade de comprar pela SmartTV.

Investimento

Os valores a serem investidos no presente, para a maioria (28%), variam de R$ 101 a R$ 250 reais. Os outros respondentes disseram que gastarão de R$ 50 a R$ 100 (23%); R$ 251 a R$ 350 (14%); de R$ 351 a R$ 500 (11%); de R$ 501 a R$ 1mil (8%); para 4% dos entrevistados, o valor será acima de mil reais e 12% ainda não sabem.

Entre as formas de pagamento apontadas como preferenciais pelos usuários, 41% irão pagar à vista, 33% parcelar e 26% não sabiam. 52% irão pagar utilizando Cartão de Crédito, 31% boleto bancário, 12% com o meio de pagamento online MercadoPago e 4% de outras formas.

Em 2014, 71% apontaram o cartão de crédito como o mais utilizado, seguido por boleto com 25,4%.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: