Pesquisa da Officina Sophia Retail revela que, embora os descontos de 2014 tenham sido frustrantes, consumidores estão planejando comprar na data

As últimas edições da Black Friday no Brasil não trouxeram as promoções e descontos esperados pelos consumidores. Contudo, 74% dos brasileiros estão planejando comprar algo na data este ano, sendo vestuário (44%) e celulares (43%) os produtos mais desejados. As conclusões são da pesquisa “Black Friday 2015”, realizada pela Officina Sophia Retail, empresa especializada em varejo da holding HSR Specialist Researchers, em parceria com a EC Global. O estudo revela também que 2015 pode ser a chance derradeira de a data ganhar o consumidor brasileiro, assim como uma das últimas oportunidades de salvar o ano do varejo no País.


Tomando como base as experiências negativas nos anos anteriores, o número de consumidores com expectativa de 70% ou mais de desconto no valor do produto diminuiu de 46%, em 2014, para 35% neste ano. Também caiu a estimativa de valor do tíquete médio, que era de R$ 800 no ano passado, com projeção de R$ 760 para a Black Friday de 2015.

Os brasileiros estão menos otimistas com relação aos descontos e, consequentemente, mais preparados para eventuais armadilhas. No total, 65% afirmam que estão pesquisando os preços dos produtos desejados vários dias antes da data. Além disso, 52% compararão os preços anunciados na Black Friday nos sites de várias lojas. O grande número de consumidores interessados em levantar o custo dos produtos também se revela no aumento das buscas nas lojas físicas, que saltou de 39%, em 2014, para 61% em 2015, apontando aumento de 22%.

Planejando-se para data, 64% dos entrevistados afirmaram que estão adiando as compras para economizar com as promoções. Outro ponto importante é a intenção de 69% em aproveitar a Black Friday para antecipar as compras de Natal.

O público está cada vez mais familiarizado aos recursos digitais para ajudar nas compras e 68% gostariam de receber avisos de promoções por e-mail. Anúncios nas redes sociais foram citados por 51% e 43% mencionaram a propaganda televisiva. Ademais, o cartão de crédito será a forma de pagar mais utilizada, indicada por 49% das pessoas. Ainda foi constatado que 89% dos entrevistados pretendem parcelar o pagamento e, desse grupo, 45% desejam dividir a conta em seis vezes ou mais.

Resta saber se a Black Friday representará de fato um aumento de vendas no Varejo, ou se será apenas a antecipação das vendas de Natal.

Metodologia – O estudo elaborado pela Officina Sophia Retail, em parceria com a EC Global, foi realizado com 1 mil entrevistas online, incluindo homens e mulheres acima dos 18 anos, das classes A, B e C.

Sobre a Officina Sophia Retail

A Officina Sophia Retail é uma empresa de pesquisa especialista em varejo e comportamento de compra, que oferece estudos customizados com foco em estratégias de varejo e ações do ponto de venda. A empresa – presidida por Valéria Rodrigues – é formada por profissionais com mais de 20 anos de experiência em varejo. As análises são realizadas pela Officina Sophia Retail com base na própria dinâmica do varejo e em três grandes áreas de investigação: o ambiente competitivo (posicionamento e imagem de marca, eficácia de comunicação, potencial e dimensionamento de mercado e cenário competitivo); a operação (estratégia para produto, preço, planograma, promoção e material POP; hot spots; pricing e elasticidade de preço); e o shopper (segmentação, hábitos e atitudes, missões de compra, hierarquia de decisão de compra, etnografia no PDV, satisfação e lealdade). É com esse olhar que a equipe da Officina Sophia Retail pensa em soluções qualitativas e quantitativas com o objetivo de levar ao varejo informações que permitam maior agilidade e assertividade na busca por uma operação rentável.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: