Aumento dos produtos corresponde entre 10% e 12% em comparação ao ano passado


Devido ao cenário econômico desfavorável, lojistas do setor de papelaria de Sapiranga não medem esforços para oferecer preços razoáveis aos clientes nesta época de volta às aulas. O diretor de serviços e produtos da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sapiranga, João Carlos Weber, informa que a prática já vem ocorrendo há alguns anos.

Com uma previsão de aumento de 5% em reais nas vendas, em 2016, Weber reforça que não haverá diferença positiva com relação ao ano passado. Devido a isto, os lojistas que atuam no ramo se organizam através de uma rede de cooperação para buscar uma negociação de valores junto aos fornecedores.

- Conseguimos manter o aumento entre 10% e 12% em comparação ao ano passado - conta Weber.

O diretor da CDL informa ainda que a venda dos produtos deve responder à mesma quantidade do ano passado, porém, o acréscimo no valor recebido corresponde somente ao aumento do preço.

O presidente da entidade, Álvaro Pereira, destaca que as dificuldades enfrentadas pelo comércio neste ano têm relação com a alta taxa de desemprego e o baixo poder aquisitivo das famílias, devido ao aumento de impostos.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: