por João Kepler

Muitas empresas já utilizam celebridades para divulgar seus produtos e serviços. Essas pessoas famosas tem uma legião de seguidores que propagam aquilo que eles falam.

Ok isso nao é novidade, a novidade é que existe uma nova geração em embaixadores de marcas e pessoas normais que passam a ser também influenciadores de marcas, produtos e serviços.

A grande diferença é que muitas dessas pessoas normais são lideres e referências em segmentos específicos e podem engajar muito mais com foco na conversão de vendas. No fundo sabemos que as celebridades são bem pagas para postar uma publicidade qualquer ou um texto corporativo, enquanto as pessoas normais fazem isso por convicção e por um valor muito mais barato, senão até mesmo de graça. No marketing de influência o segredo é investir não no maior, mas em influenciadores específicos, pois assim mesmo com investimento é menores que resultem em alcance menores, os resultados são melhores.

Ou seja, hoje é mais importante medir resultado real em conversão, do que quantos likes, comentários e compartilhamentos você recebeu através de um post de uma celebridade. Com esses influenciadores do mundo real é possível ter um conteúdo espontâneo, pessoal e criativo dos influenciadores e isso, termina engajando muito mais

Esse é um dos temas mais comentados em Nova York ontem no maior evento de varejo do mundo, o NRF Retail BIG Show.  A especialista em marketing digital Kristy Sammis explicou uma vertente também importante do Influencer Marketing, que é a participação dos clientes da empresa para aumentar a notoriedade da marca e influenciar as decisões de compras de outros clientes.

Na verdade ela explicou que podemos ir muito além do depoimento, através das mensagens de clientes que compartilham suas histórias pelas redes sociais contando histórias de relacionamento deles próprios com as marcas e produtos.

Segundo Sammis, mais de 81% dos consumidores tomam decisões de compra com base em mensagens sociais de amigos.

O fascínio das celebridades como artistas, cantores e jogadores de futebol está longe de ser ameaçado, mas para muitos varejistas, investir em em influenciadores específicos é muito mais eficiente, além de ser mais barato. Além disso, o realismo e autenticidade de histórias de clientes é ainda uma poderosa ferramenta de marketing.

Nota do Caio: Acompanhe tudo o que está acontecendo na NRF através do Twitter: @joaokepler e do Snapchat: joao_kepler

João Kepler Braga
CEO Plataforma SDI / Show de Ingressos
B2B Event Ticketing Plataform - SaaS
www.joaokepler.com.br
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: