Evento, realizado na manhã desta quinta-feira (4), reuniu especialistas do segmento para compartilhar as experiências vivenciadas na maior feira do setor, realizada nos EUA

O que faz o consumidor entrar em uma loja ou em um site, mesmo em tempos de recessão? Atendimento personalizado, produto diferenciado, gatilho de curiosidade, opções de entretenimento, design mutante, intenção sustentável e conveniência digital são algumas das respostas trazidas pela comitiva da CDL Porto Alegre e compartilhadas no Zoom do Varejo – Pós NRF. O evento, realizado na manhã desta quinta-feira (4), no Teatro CIEE, na Capital, reuniu especialistas do setor para compartilharem suas impressões sobre a 105ª edição da NRF Big Show 2016, realizada de 17 a 20 de janeiro, em Nova Iorque (EUA).

Edmour Saiani: é fundamental dar voz
aos seus colaboradores.
“Este ano, a feira mais importante do segmento contabilizou 35 mil participantes, 9 mil estrangeiros de 80 países. Foram 1,1 mil brasileiros em busca de inspiração no comércio norte-americano para superar as dificuldades em época de crise”, salientou o presidente da CDL Porto Alegre, Alcides Debus, na abertura das palestras.

Na apresentação “Como construir um grande 2016 para sua marca”, o fundador da consultoria Ponto de Referência, Edmour Saiani, falou sobre a importância de buscar sempre a inovação nos negócios. “Para captar novas ideias, porém, é fundamental dar voz aos seus colaboradores. São eles que estão dia a dia em contato com o cliente e, por isso, sabem quais são as necessidades daqueles que frequentam a sua loja. Compartilhe sempre, crie grupos de WhatsApp, valorize estes empreendedores voluntários”, sugeriu Saiani.

Em seguida, o diretor de Estratégia & Serviços Global de Varejo da IBM, Alejandro Padron, abordou a relação da computação cognitiva (capacidade de computadores pensarem como seres humanos) aplicada ao varejo. Para isso, na avaliação do conferencista, será preciso lançar mão do conceito de serendipidade, uma técnica de desenvolvimento do potencial criativo que alia perseverança, inteligência e senso de observação. “Sabemos que 56% das interações com o cliente passam por multicanais. Então, como estas ferramentas tecnológicas poderão interagir com o consumidor e ajudá-lo na tomada de decisão de compra?”, provocou Padron.

Com a palavra, o empresário e ex-presidente da CDL POA Gustavo Schifino levantou o tema “Novas maneiras de vender”. A partir de um profundo conhecimento sobre o jovem consumidor, da chamada Geração Millenium, é possível se traçar estratégias focadas no mundo digital, mas que tragam este cliente para as lojas físicas também. “Em três anos, 75% da força de consumo do Brasil será composta por estas pessoas que hoje têm de 20 a 35 anos. E mais: além de nossos clientes, eles também formam nossas equipes. Precisamos ouví-los e entendê-los”, salientou o diretor de Expansão da Trópico.

Encerrando as palestras, o vice-presidente de Marketing da CDL POA, José Roberto Resende, trouxe a sua percepção sobre os 24 empreendimentos visitados pelo grupo em Nova Iorque: “O consumidor mudou, e a sua forma de interação com a loja também. Mais do que uma simples experiência de compra, ele busca uma conexão emocional com o ponto de venda. Vimos lojas que somaram café, restaurante, barbearia e floricultura ao seu negócio. Além disso, há também uma oportunidade de oferecer conveniências a este cliente, como biblioteca, áreas de convivência e de serviços”.

Ao final, realizou-se um talk show com os palestrantes, que deram soluções práticas e executáveis em curto prazo para o mercado gaúcho:

Dica de ações de baixo investimento e retorno rápido

1) Tenha algum petisco ou guloseima para oferecer ao cliente.

2) Seja útil ao consumidor. Crie uma maneira de informá-lo sobre ações legais que estão ocorrendo na cidade.

3) Use uma das unidades como “piloto de inovações”. Teste as novidades neste empreendimento primeiro e replique nas outras lojas o que der certo.

4) Destaque alguém da matriz para ser padrinho de loja.

5) Aproxime-se do seu cliente. Associe-se a algum evento que tenha a ver com o negócio.

6) Agrade ao cliente da primeira compra. Agradeça e dê-lhe um brinde ou um desconto valendo para a próxima compra.

7) Crie grupos de WhatsApp e compartilhe informações.

8) Escute a sua equipe, antes mesmo de escutar o cliente.

9) Comunique-se bem com o consumidor no ponto de venda. Deixe as informações à mostra, por meio de cartazes, paredes adesivadas ou vídeos instrutivos.

10) Pergunte sempre o nome do cliente ao provador, crie uma relação emocional com ele.

11) Libere o Wi-fi em sua loja com um nome da rede bem simpático.

12) Fale com o coração e não com o bolso do cliente.

Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: