Para mulheres que amam calçados


O público feminino já pode comemorar. No dia 28 de abril (quinta-feira) será inaugurada no Flamboyant Shopping Center, em Goiânia, a primeira loja da Salt no Brasil. A apresentadora Adriane Galisteu vem de São Paulo especialmente para o evento da grife de calçados e acessórios femininos, assinada pela designer de sapatos Luciana Matte.

Luciana, a mente criativa da Salt junto com o mentor do projeto Wesley Barbosa e os sócios investidores, escolheram Goiânia para receber a marca porque a cidade é o berço da Salt e nada mais natural que prestigiar o local onde nasceram. “Os clientes podem esperar bom atendimento, comodidade, preços de mercado, sapatos confortáveis, bonitos, sensuais e bem acabados”, adianta Luciana.

A previsão é que até julho também sejam abertas lojas da Salt, (30 no total deste ano) em outras regiões do Brasil, sempre com foco nas capitais. Com tantas marcas de sapatos existentes hoje no mundo, os grandes diferenciais de um sapato by Salt são a qualidade, o conforto, o acabamento, o cuidado em cada curva e linha para destacar a feminilidade da mulher contemporânea.

Inverno

Após um período de pesquisas e confirmação de tendências em Nova York, a desing Luciana Matte, retornou ao país trazendo informações atualizadas sobre tudo que se será tendência para os pés femininos no inverno 2016. Considerada por muitos fashionistas e especialistas em moda como a estação mais glamourosa do ano, na Salt não será diferente e o inverno chega com tudo! Os sapatos variam de rasteirinhas, passando pelos tênis, sem ficar de fora também à paixão feminina… O salto alto! A coleção tem pump, scarpin, sapatilhas, meia pata, botas (cano alto, montaria, over the knee, cano baixo), sandália alta, sandália baixa. A coleção terá uma média de 150 modelos diferentes.

“Nós fazemos pesquisas diárias, recebemos informações, assinamos sites especializados onde temos acesso a até três coleções adiante. A ideia não é fazer igual, a ideia é justamente o contrario: é pegar a tendência, entender o que vai acontecer e traduzir para a mulher brasileira”, diz Luciana.

Segundo a desing, a inspiração para a criação da coleção é a feminilidade aliada ao conforto, as curvas femininas e o desejo da mulher comum (que trabalha, leva filhos para escola, vai ao supermercado) de ter um modelo bonito, mas que não a incomode durante o dia. A coleção que ainda não tem nome será lançada até a segunda quinzena de março quando as duas lojas de Goiânia serão inauguradas.

“Eu vejo algumas dificuldades, inclusive porque a maioria dos estilistas que fazem sapatos são homens. E o homem, por mais que ele faça sapatos lindos, ele não usa aquele sapato, ele não usa o dia inteiro, ele não vai trabalhar, ele não vai levar o filho para a escola. A nossa dedicação é fazer para a mulher de verdade. É fazer um sapato onde tenha toda essa sensualidade e feminilidade muito clara, mas nunca deixando de entender que ele tem que ser confortável. Então, é tudo muito pensado para uma mulher inteligente, para uma mulher que quer ter um custo beneficio muito bom, que quer conforto e que quer se sentir bonita”, explica Luciana.

Saiba mais

A Salt surgiu na vida da Luciana Matte quando ela já não queria mais trabalhar com franquia e pensava em seguir com seu escritório próprio de desenvolvimento chamado Anthology. Mas o mentor do projeto e um dos sócios, Wesley Barbosa, trouxe pra ela uma proposta operacional nova de franquia onde o estoque é acompanhado de perto pelo franqueador e tendo suporte para venda, foi aí que Luciana mudou de ideia e resolveu abraçar a causa.

A Salt surgiu por um desejo do franqueador de melhorar o operacional do negócio de calçados franqueados no Brasil. Isso traz melhor rentabilidade para o franqueado e calçados de mais qualidade, conforto, beleza e menor preço para a cliente.

“Eu trabalho com sapatos há um pouco mais de 20 anos. Amo sapatos e tenho a teoria de que toda mulher tem um certo fascínio por sapato. Chega a ser algo sensual. O salto alto, o meia pata, uma sandália bem decotada, sensual e feminino. No final de tudo, o que as mulheres principalmente as brasileiras querem é isso”, diz Luciana.

Salt na Web

O e-commerce vai começar a funcionar a partir de agosto. E serão vendidos pela internet. Até lá as clientes poderão comprar os calçados diretos dos franqueados que vão enviar para todo Brasil.

Na abertura do site (www.saltshoes.com.br) é apresentado um vídeo que mostra a preocupação da marca com a produção do calçado. O acabamento. Detalhes que se perdem quando é feita uma produção em massa ou em grande escala. Por mais que a marca cresça sempre serão criadas ferramentas para continuar tendo o cuidado na qualidade do desenvolvimento a produção da peça.

Site: www.saltshoes.com.br
Instagram: @saltshoes
Facebook: Facebook.com/Saltshoes
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: