*por Junior de Andrade

Será que as empresas vêm sentindo a retração que o varejo vem passando por causa do mercado ou porque elas não evoluíram, não se atualizaram?

2016 está sendo o ano da peneira e o que você está fazendo para sobreviver? No ano passado, pela primeira vez, a venda de música de forma digital superou a de CDs no Reino Unido. Fazendo um paralelo, muitas empresas querem sobreviver sendo vinil, quando até o CD já ficou velho. Quem nunca ouviu a famosa expressão “Isso é coisa de velho”? Se a sua empresa tem cara de velha como vai atender as gerações Y ou Millennials e Z que nasceram entre 1980 e 2000 e hoje são uma realidade para o varejo?

A mobilidade é essencial. 86% deste público usa o smartphone em suas compras e isso não tira a importância e a experiência da loja física, mas demonstra que tem que haver uma integração entre os canais de venda. Um estudo do Google mostrou que nos últimos anos o fluxo de clientes nas lojas nos EUA caiu 52% mas a venda aumentou 15%. O cliente pesquisa digitalmente e vai determinado à loja. A batalha então se ampliou: temos que ir em busca do cliente digital.

Segundo a Delloite, as mídias sociais são fundamentais, sendo uma ferramenta muito forte e muito bem vista no cotidiano das pessoas. 47% desses consumidores são influenciados nas suas compras pelas redes sociais, principalmente o Instagram. Investir de maneira certa, com conteúdo de qualidade, relevante, planejando estrategicamente as publicações, vai te trazer destaque na rede.

Para não errar vale seguir algumas dicas simples. Não ofereça apenas propaganda para o seu futuro cliente. Ele precisa de conteúdo em sintonia com o seu mercado, respostas rápidas e dicas de moda, por exemplo. Imagens reais, espontâneas, sem muito photoshop e que mostrem a rotina de pessoas de verdade chamam a atenção.

Explorar as hashtags é mais uma maneira de alcançar o seu público específico. Mas use-a com moderação. Vale colocar alguém exclusivo para cuidar desse novo canal de vendas, pois uma falha pode reverter a imagem positiva da sua empresa já que as redes são imediatas. Atualize-se, deixe o Vinil e o CD para qualquer onda retrô ou sessão nostalgia. Para passar pela peneira sem sofrer as consequências da crise tem que reinventar. E o digital pode ser uma alternativa inteligente.

*Junior Andrade é Diretor da rede CTX, franquia voltada para o segmento de moda masculina
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: