Com 184 lojas em shopping centers, rede especializada em comida da fazenda vislumbra atuação em outros aeroportos


O Divino Fogão, que tem como estratégia atuar em shopping centers, chega às praças de alimentação de aeroportos. No dia 28 de agosto, a rede inaugura sua primeira loja neste formato no Aeroporto Internacional Tom Jobim – Galeão, no Rio de Janeiro.

Para o presidente e fundador do Divino Fogão, Reinaldo Varela, a possibilidade de atuar em novos espaços é um desafio, mas também uma grande oportunidade de testar novos modelos de negócios. “Estamos otimistas com o desempenho da loja e queremos estender esse formato para outros aeroportos”, vislumbra o executivo, reconhecido pelo seu perfil empreendedor desde a juventude.

O espaço terá 138 m² para atender ao grande público do local, que recebe em torno de 70 mil pessoas por dia. A identidade visual seguirá o mesmo padrão das lojas convencionais – 184 em quase todos os Estados do Brasil.

Quem comandará a loja será o empresário Paulo Sobral, de 56 anos, que acumula experiência no setor de óleo e gás há 26 anos. “Conhecemos o Divino Fogão durante uma feira de franquias no Rio e nos interessamos pela rede por oferecer uma comida diferenciada. Surgiu uma oportunidade interessante no Galeão, havia o desejo de diversificar os investimentos e, por isso, procuramos a franquia. Acredito que será um ótimo negócio para todas as partes”, afirma o novo franqueado, que contará com a ajuda de seus dois filhos – um de 28 e outro de 32 anos.

Além da comida fresquinha da fazenda, a nova loja oferecerá a opção de café da manhã para os frequentadores do local. “Queremos oferecer algo simples, mas que surpreenda os clientes”, destaca Sobral.

A abertura da loja do Galeão faz parte da estratégia da rede de ampliar a sua participação de mercado em todo o país. O presidente do Divino Fogão espera fechar o ano com um crescimento em torno de 15%.

Mesmo em um cenário macroeconômico desafiador, o mercado de franquias cresceu 8,3% em faturamento e 10,1% em número de unidades em 2015. Muitos empreendedores têm visto no franchising uma opção de renda e emprego com menos risco frente ao desaquecimento da economia.
De acordo com pesquisa de desempenho de 2015 divulgada pela ABF, o setor de franquias atingiu cerca de R$ 140 bilhões no ano passado. A receita do segmento de alimentação cresceu 8,9%, colocando-o em quarto lugar. As promoções e a frequente adequação do cardápio à nova realidade do consumidor garantiram esse crescimento.

Receita para fazer parte da família Divino Fogão:
Nome da franquia: Divino Fogão
Segmento que atua: Fast Food
Ano de fundação da empresa: 1984
Ano de início no sistema de franquias: 1994
Número de unidades em funcionamento no Brasil: 184
Investimento inicial: R$ 700 mil
Taxa de franquia: R$ 100 mil
Capital de giro: R$ 30 mil
Royalties: 4% sobre o faturamento mensal
Taxa de publicidade: 0,7%
Área mínima: 52 m2
Nº de funcionários: 18 funcionários por unidade, em média
Faturamento bruto: R$ 190 mil
Lucro líquido: em torno de 15% a 18%
Prazo de retorno: 36 meses
Prazo de contrato: (5 anos)
Telefone: (11) 3811-1560
Site: www.divinofogao.com.br

Divino Fogão: Desde 1984, o Divino Fogão lançou-se no mercado com uma estratégia inovadora, servindo o que há de mais saboroso e variado da comida típica da fazenda. Hoje, o Divino Fogão é nacionalmente reconhecido por seus produtos de excelente qualidade e com sabor genuinamente brasileiro. Receitas próprias e exclusivas foram desenvolvidas ao longo dos anos, procurando atender o gosto e o paladar brasileiro. A rede conta hoje com 184 restaurantes presentes em todas as regiões do País.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: