O General William Creech disse que: Não há pelotões fracos, apenas líderes fracos
A frase acima pode parecer radical, mas é pura verdade quando se trata de um gerente, supervisor, ou mesmo um proprietário de loja.
Existem “líderes” que reclamam da crise, da concorrência, do mercado e até da própria equipe. E ainda usa tudo isso para justificar porque não atingiu a meta do mês. Este “líder” não ASSUME A RESPONSABILIDADE.
Parece até um pouco injusto, mas é assim que funciona: nas derrotas (se a loja não atinge as metas) a culpa é do líder e nas vitórias (quando a loja atinge as metas) os méritos são de toda a equipe.
Agora veja 8 tipos de chefes inseguros e como podemos evitar os erros de cada um: 
1.   CHEFE INCOERENTE
Este chefe usa a estratégia do “Faça o que eu digo, e não o que eu faço”. Ele é muito bom em discursos e cobranças, mas não ajuda e não é exemplo naquilo que ele mesmo cobra. Este perfil de chefe não terá seguidores.
Tenha em mente que Seu colaborador não quer apenas que você DIGA o que tem de ser feito, e sim que você MOSTRE como fazer.
 2.  CHEFE “MESTRE DOS MAGOS”
Este chefe surge do nada, passa uma tarefa e some. Ele não acompanha as atividades da equipe, não observa pontos de melhoria e faz cobranças apenas em cima do resultado final. Assim acaba perdendo credibilidade e a confiança da equipe
 3.  CHEFE “BANANA”
Este chefe não passa feedback para sua equipe. Ele faz isso para evitar conflitos e problemas de relacionamento com a equipe, pois tem medo de apontar pontos de melhoria para seus colaboradores. Assim por fim cada um faz do seu jeito e a loja fica uma bagunça. Dificilmente este chefe atinge suas metas e acaba vendendo “conforme o mercado” (se tem movimento vende, caso contrário não).
4.   CHEFE “DESMOTIVADOR”
Este chefe nunca elogia ou parabeniza o colaborador.
O reconhecimento profissional é uma das melhores técnicas para deixar seus colaboradores motivados, produtivos e comprometidos. Então se comunique com sua equipe, elogie seus colaboradores pelo trabalho bem feito e tenha uma equipe motivada e feliz!
5.   CHEFE “PAVIO CURTO”
Colaboradores não se demitem das empresas, eles se demitem de chefes ruins.
Líderes funcionam como um termômetro... Eles ditam o “clima da empresa”. Ninguém gosta de conviver com chefes que embaraçam e punem as pessoas na presença de outras. Por isso trate as pessoas com respeito, lembre-se da regra básica sobre feedbacks: Elogie em publico e corrija em particular.
6.   CHEFE “URUBÚ”
Este chefe se diz realista, mas na verdade é extremamente pessimista. Quando recebe uma meta que considera alta, já reclama e mostra (com palavras e atitudes) que não acredita que vai atingir essa meta. Este chefe chega ao cúmulo de reclamar do “movimento” ou mesmo falar mal da empresa para sua própria equipe.
Como líderes, devemos ter uma atitude positiva frente às adversidades do dia a dia. Não podemos ter uma equipe motivada, sem demonstrar tal motivação.
7.   CHEFE “EGOÍSTA”
Este chefe só se preocupa com metas e com o trabalho a ser realizado. Para ele as pessoas são só números ou tarefas. Tudo bem se preocupar com isso, mas um bom líder também se mostra sinceramente interessado no bem-estar de cada um da sua equipe.  
8.   CHEFE “PERDIDO”
Este chefe não “dá bola” para estatísticas e indicadores.
Existe uma frase de Alice no País das Maravilhas que diz assim: “Se você não sabe onde quer ir, qualquer caminho serve”. Esta frase representa muito bem o chefe perdido, que não acompanha números e fatalmente não atinge metas.
Tenha em mente que um bom líder traça metas e acompanha os indicadores da loja (e de cada vendedor) de forma mensal, semanal e diária.

Agora que você sabe conhece os 8 tipos de chefes inseguros, evite estes comportamentos e assuma a responsabilidade como líder.

Desejo muito sucesso pra você, bom trabalho!

Edson Moura

Edson Moura Tem mais de uma década de experiência no varejo nacional e carreira desenvolvida em grandes empresas do país. Foi vendedor, gerente e supervisor de loja. Hoje atua como palestrante ajudando as empresas a terem mais vendas e lucros. Isso com uma equipe comprometida, motivada e acima de tudo, feliz. Também possui formação Practitioner em PNL e nível Master em Coaching. É Coordenador e coautor do livro LIBERTE SEU PODER e coautor do livro PRÁTICAS DE LIDERANÇA. www.edsonmoura.com
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: