ULTIMOS POSTS

sábado, 22 de outubro de 2016

9 motivos que impedem gerentes de aplicar feedbacks (o número 6 é revoltante!)


O feedback é uma importante ferramenta para o desenvolvimento dos colaboradores. Com ele o líder pode ajudar seus colaboradores a melhorar seu desempenho e performance. Porém muitos líderes ainda hesitam em utilizar o feedback.

Diversos fatores podem prejudicar a aplicação do feedback. Muitos líderes se sentem incapazes ou pouco à vontade de comentar o desempenho ou o comportamento de outras pessoas no trabalho. 

VEJA 9 MOTIVOS QUE IMPEDEM UM GERENTE DE APLICAR UM FEEDBACK EFICAZ:


1.    É possível que exista alguma dificuldade de relacionamento entre o colaborador e o gerente.

2.   O feedback pode estar sendo feito de tal maneira que se apresente como destrutivo, ou seja, pode estar se concentrando, basicamente, em julgamentos e opiniões, assim o colaborador se sentirá injustiçado ao recebê-lo.

3.    É possível que haja um problema de credibilidade. O colaborador que recebe o feedback corretivo não acredita que seu líder é exemplo naquilo.

4.    É possível que haja um histórico de crítica negativa, o que faz com que a pessoa que recebe o feedback mantenha-se sempre na defensiva, se justificando.

5.   Muitos colaboradores não gostam que alguém diga que seu trabalho está insatisfatório. Alguns colaboradores até pioram seu desempenho depois disso. Assim o líder prefere manter as coisas como estão.

6.  Existem lideres que pensam que se você elogiar um colaborador pelo seu bom desempenho, ele seguramente pedirá um aumento de salário.

7. Fazer feedbacks corretivos acaba por criar controvérsias e exige um esforço desnecessário, e, afinal, o gerente já tem trabalho demais.

8.  Muitos gerentes têm receio de que suas críticas prejudiquem seus relacionamentos dentro da equipe.

9.    O feedback é utilizado apenas como instrumento de poder.

Lembre-se: o líder é responsável pelos resultados de sua loja e sua equipe.

Peter Drucker, considerado o pai da administração moderna, disse que “As únicas coisas que evoluem por vontade própria em uma organização são a desordem, o atrito e o mau desempenho”. Portanto, aplique feedback, desenvolva seus colaboradores e garanta que as normas de sua empresa sejam cumpridas.

Edson Moura



Edson Moura Tem mais de uma década de experiência no varejo nacional e carreira desenvolvida em grandes empresas do país. Foi vendedor, gerente e supervisor de loja. Hoje atua como palestrante ajudando as empresas a terem mais vendas e lucros. Isso com uma equipe comprometida, motivada e acima de tudo, feliz. Também possui formação Practitioner em PNL e nível Master em Coaching. É Coordenador e coautor do livro LIBERTE SEU PODER e coautor do livro PRÁTICAS DE LIDERANÇA. Acesse www.edsonmoura.com


Compartilhe nas redes sociais:
 
Copyright © 2008-2017 Falando de Varejo.