Parceria com personalidades, divulgação de novos produtos em filmes ou uniformes assinados por estilistas renomados. Ações desse tipo se tornam cada vez mais frequentes e marcas renomadas como a Rei do Mate apostam nesse tipo de estratégia para se destacar em um mercado cada vez mais competitivo

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o brasileiro gasta cerca de 25% de sua renda com alimentação fora do lar. Apesar dos números positivos, existem cerca de 1 milhão de estabelecimentos no Brasil, ou seja, a disputa para conseguir atrair mais clientes e manter um faturamento considerável acaba sendo bastante acirrada. Com o objetivo de conquistar o topo, muitas redes acabam buscando no marketing uma saída para se destacar da concorrência e fidelizar os consumidores. “Com a ascensão das redes sociais, o marketing se tornou uma poderosa ferramenta paras as empresas, tanto para divulgar as novidades e se manterem atualizadas, como para estarem mais próximas dos clientes”, explica o diretor comercial e de marketing da rede Reio do Mate, Antônio Carlos Nasraui.

Conhecida como uma das maiores cafeterias no formato de franchising, a marca possui 336 lojas por todo o Brasil e espera inaugurar 30 novas lojas ao longo de 2016. “Sempre buscamos referências com o que é tendência e o que está acontecendo no país, então sempre realizamos parcerias com artistas renomados, filmes ou ações”, diz Nasraui. A rede criou em parceria com uma startup do interior paulista, Uau-Fi, um app para os clientes que dá acesso à internet e realiza campanhas interativas, onde o consumidor ganha pontos e peças para um quebra-cabeça virtual e posteriormente troca por produtos nas lojas. “Os clientes costumam gastar 12 reais nas lojas, e esperamos que com o wi-fi livre, o valor aumente para 10%”, ressalta o diretor.

Luz, câmera e lançamento de produto

Cada vez mais frequente em grandes filmes, o chamado Product placement passou a ser uma técnica de marketing utilizada por grandes companhias para conseguirem divulgar um produto ou marca dentro de uma produção cinematográfica. O Rei do Mate já realizou cerca de 15 ações desse tipo até o momento e espera até o meio de 2017 realizar mais seis em produções nacionais. “Quando um espectador vê uma determinada refeição sendo transmitido em uma novela ou filme, acaba aguçando o paladar dele e faz com que ele procure posteriormente pelo produto”, afirma Nasraui. A ação mais recente foi no filme da vlogueira Kéfera,“É fada”.

Orgulho verde e amarelo

Considerada uma empresa que se orgulha em valorizar a cultura de seu país, a rede faz jus a esse título não só com as opções disponíveis no cardápio, mas sim criando parcerias com artistas brasileiros de diferentes segmentos. Em 2011, o artista Romero Brito redesenhou o logotipo do Rei do Mate para estampar os copos descartáveis e de vidro. Estilistas brasileiros consagrados também já foram responsáveis por assinar os uniformes dos funcionários como Alexandre Herchcovitch e Ronaldo Fraga, sendo que este último foi lançado na passarela do SPFW de 2014. Os copos também já foram ilustrados pelo artista Gustavo Rocha e pelo escritor Ziraldo.

De olho nas tendências, a marca realiza com frequência campanhas com artistas e personalidades que estão em evidência na mídia, entre elas, Sabrina Sato, Dani Calabresa, a socialite Narcisa Tamborindeguy e o famoso garoto-propaganda Carlinhos Moreno. “É importante para a marca associar sempre sua imagem com pessoas influentes e queridas pelo público, então buscamos nos renovar a cada nova campanha e criar ações diferenciadas”, explica Nasraui.

Marketing de risco

Apesar de hoje o Rei do Mate criar grandes ações de marketing e se destacar por isso, a rede enfrentou dificuldades no início pois não tinha conhecimento sobre o que poderia ser positivo ou negativo para a marca. Certa vez o programa Fantástico transmitiu uma matéria mostrando os benefícios da acerola e no mesmo final de semana um goleiro famoso esteve na Bolívia e bebeu um chá de folhas de coca, causando grande repercussão. “Decidimos então colocar uma faixa em frente à loja da Avenida São João anunciando o “chá do Zetti”, um mate energético com acerola, mas que não tinha nenhuma relação com a folha de coca boliviana. O estoque de acerola de um mês se esgotou em duas horas, mas hoje não poderíamos criar algo desse tipo, na época não tínhamos noção de como usar o marketing ao nosso favor”, finaliza.

Sobre o Rei do Mate

O Rei do Mate foi fundado em 1978, pelo empresário Kalil Nasraui, próximo a famosa esquina paulista das avenidas Ipiranga e São João. Esta primeira loja tinha cerca de 20 metros quadrados e conquistou os consumidores com sua receita de chá própria, consumida pura ou com leite, limão, caju e maracujá. Foi sucesso na década de 1980, tornando-se ponto tradicional do Centro paulistano.

Por mais de uma década o Rei do Mate manteve lojas próprias, sete no total, todas em São Paulo, que ajudaram a mudar o hábito de consumo de chá dos paulistanos. A entrada da segunda geração da família na empresa, em 1991, estruturou o negócio para que ele fosse multiplicado como franquia. Foram desenvolvidos novos produtos, novas combinações da bebida – que hoje chega a 100 – e café e pão de queijo foram incorporados ao cardápio.
Share To:
Magpress

Falando de Varejo

O Falando de Varejo é o maior blog sobre o varejo brasileiro, no ar desde julho de 2008. Navegue por nosso site e conheça nossas dicas e artigos especiais. Quase 6 milhões de pessoas já passaram por aqui. Clique nos links abaixo para nos seguir também nas principais redes sociais.

Post A Comment: