ULTIMOS POSTS

segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

NRF: Conversation Commerce já é realidade no Varejo

por João Kepler*

Esse é o termo que mais estou ouvindo na NRF 2107 como uma das aplicações mais viáveis como solução para a chamada Experiência do Cliente que é o mote do evento este ano. “The future of retail isn't what, it's who.” (o futuro do varejo não é o "que e sim "quem", em tradução livre)

Os compradores esperam que as marcas entendam o que é importante para eles. Eles querem e exigem confiança; Se eles têm um problema, eles esperam respostas.

Conectar-se com o comprador de hoje implica entender a urgência do "agora" que prevalece em suas vidas. Para os varejistas, isso significa estar preparado para se adaptar rapidamente e transformar processos quando necessário. A inovação é imperativa no clima de hoje e isso sugere a necessidade de mudanças regulares e impactantes.

Pois bem, mas o que é o Conversation Commerce?

É a principal tecnologia que compreende chat, mensagens ou outras interfaces de linguagem natural. Ele encurta o contato da marca com o consumidor, facilitando "conversas" entre pessoas, marcas ou serviços, podendo até de vender pelo canal. Tudo através da Web ou de um dispositivo, especialmente um smartphone, para fazer perguntas, fazer pedidos e obter conselhos.

A principal ferramenta para isso são os chatbots, que é uma ferramenta que as empresas de varejo podem usar para impulsionar o atendimento ao cliente e ter conversas mais significativas com os clientes.

Os Chatbots são um subconjunto da inteligência artificial, e eles estão se tornando mais populares, embora os desafios permaneçam na simulação das qualidades humanas, por isso, a relação entre as pessoas não será descartada, embora a máquina aprenda a cada atendimento.

Exemplos de atendimento no Varejo:

  • H&M - o chatbot sugere várias roupas para os usuários e oferece a chance de fazer uma compra através da próprio canal de mensagens
  • Pizza Hut o bots facilita encomenda de pizza com apenas alguns comandos baseados em texto.
  • 1-800-Flowers, o bot fornece opções humanas e automatizadas para atendimento ao cliente e permite aos usuários encomendarem flores e presentes.
  • A Sephora está usando um bot para fornecer conselhos de beleza e dicas de produtos

Enfim, caminho sem volta. Mas você pode esta se perguntando, e no Brasil? Perfeitamente aplicável também no Brasil. Nós por exemplo na Bossa Nova Investimentos, temos um startup no portfólio que pode te ajudar nisso, é a https://www.robos.im/ basta instalar no seu canal de comunicação com seu cliente.



João Kepler - diretamente da NRF

Compartilhe nas redes sociais:
 
Copyright © 2008-2017 Falando de Varejo.