ULTIMOS POSTS

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Luzia Costa abre primeira unidade da Sóbrancelhas fora do Brasil

Na Argentina, empreendedora prevê repetir o sucesso que alcançou no Brasil e chegar a 30 unidades nos próximos 18 meses

Luzia Costa, a empreendedora à frente da Sóbrancelhas, rede especializada no embelezamento do olhar e da face, acabou de dar um passo importante na expansão da marca. Em janeiro, inaugurou a primeira unidade internacional da rede, em Buenos Aires, na Argentina. “Acredito que o sucesso será similar ao que tivemos no Brasil. Nosso plano é abrir 30 unidades na Argentina em 18 meses”, diz Luzia. No Brasil, já são 200 pontos. “A expansão prevista da operação argentina deverá incrementar nosso faturamento anual em 17%”, prevê a empreendedora.


Um desafio comum a empreendedores que, como Luzia, buscam crescer na América Latina é adaptar negócios desenvolvidos na cultura brasileira a uma realidade bem diferente, de país para país, na América de idioma espanhol. Uma das primeiras medidas de Luzia, nesse sentido, foi traduzir o nome da empresa sem deixar de lado o sentido. Na Argentina, Sóbrancelhas virou Sólocejas. Outras medidas levaram meses de preparação – como a escolha criteriosa dos fornecedores locais que prestarão serviços para a operação no país.

Luzia tinha o desejo de internacionalizar a marca já há algum tempo. Em seu histórico, sempre foi inquieta. Já comandou um restaurante em uma rodoviária, fabricou pirulitos e tomates secos a fez massagens na mesa da cozinha de sua casa. Foi trabalhando dessa forma, como autônoma e incansável sonhadora, que ela pavimentou o caminho até o sucesso com a fundação das Sóbrancelhas, há quase quatro anos. “Quando tenho uma ideia e confio nela, não canso até coloca-la em prática”, diz. “No Brasil, ainda há muito espaço para a Sóbrancelhas, mas decidi tocar esse desafio em paralelo. A Argentina não possui serviços tão especializados em estética facial como os nossos, além de ser o maior parceiro econômico do Brasil dentro da América Latina. É um mercado com grande potencial para as inovações que vamos oferecer.”

Para estruturar a Sólocejas, Luzia, além de todas as demais decisões de investimento, precisou de alguém que topasse coordenar o projeto – e assumir o papel de máster franqueada da rede fora do Brasil. Encontrou esse perfil duplo na brasileira Ludmila Gomes, de 31 anos, psicóloga que tinha o sonho de investir no setor de estética. “Eu procurava uma marca diferente e com potencial de crescimento. O Brasil é o terceiro país do mundo em consumo de produtos e serviços de estética”, diz Ludmila. Após muitas pesquisas, ela descobriu a Sóbrancelhas e, em conversas com Luzia, acabou convidada para uma oportunidade maior do que imaginava: ser a máster franqueada das operações na Argentina. “O que me atraiu foi o desafio de levar um negócio em que acredito para outro mercado. Além disso, o franchising dá oportunidade de empreender com mais segurança, pelo acesso a uma estrutura já testada, formada e repleta de processos definidos”, diz Ludmila.

Ludmila, que dividirá seu tempo entre o Brasil e a Argentina, já tem nos planos a abertura de ao menos uma outra unidade própria na capital portenha. Depois disso, será a responsável por coordenar a expansão nas demais unidades. Os serviços custarão de 100 a 950 pesos argentinos (aproximadamente, de 20 a 190 reais). Já o investimento em uma franquia da Sólocejas é de aproximadamente 760.000 pesos argentinos (cerca de 162.000 reais), com retorno previsto do investimento em 18 meses. Este é o início de uma estratégia maior, que não deve parar por aí. “A decisão é mais ampla, e envolve expandir nosso mercado, diversificar as fontes de crescimento e ganhar competitividade internacional”, diz Luzia. Nos planos da empreendedora, está chegar a países como Bolívia, Colômbia e Chile ainda este ano.

Sólocejas

Dot Baires Shopping
Endereço: Vedia 3600, Ciudad Autónoma de Buenos Aires
Preço dos serviços: de 100 a 950 pesos argentinos
Investimento para o franqueado: aproximadamente 760.000 pesos argentinos
Prazo estimado de retorno: 18 meses

Compartilhe nas redes sociais:
 
Copyright © 2008-2017 Falando de Varejo.