ULTIMOS POSTS

quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Black Friday Experience traz dicas preciosas para consumidores e lojistas de e-commerce

Evento realizado pela FBITS trouxe entre as palestrantes a diretora do Procon-PR, Cláudia Silvano, que listou os principais pontos de atenção na data

A Black Friday, sexta-feira tão esperada tanto no comércio eletrônico quanto no varejo físico, já superou as vendas do Natal e no ano passado movimentou R$ 1,9 bilhão. Dados da FBITS, empresa especializada no segmento de plataformas de e-commerce, mostram que de 2015 para 2016, as lojas credenciadas pela empresa registraram um aumento de 82% de receita, além de acréscimo de 80% de pageviews durante o período da Black Friday.


Em outubro, a empresa realizou a primeira edição da Black Friday Experience, evento voltado para varejistas eletrônico que buscam se fortalecer no meio virtual. “Estamos nos preparando desde abril para a Black Friday e entre os dias 24 e 27 de novembro vamos trabalhar em esquema de plantão 24 horas, com uma equipe de 70 pessoas, dando suporte de infraestrutura para todos os nossos clientes na jornada de compras”, afirma Tiago Girelli, Diretor da FBITS. A companhia atende mais de 500 clientes no mercado corporativo e dentro do grupo Locaweb são 8 mil lojas virtuais, que no ano passado transacionou 8% da movimentação gerada.

Uma das palestrantes do evento foi a diretora do Procon-PR, órgão vinculado à Secretaria de Estado da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Cláudia Silvano, que listou os principais cuidados que devem ser tomados tanto pelos lojistas quanto pelos consumidores na data. Veja a seguir:

Informação é a chave

No ambiente virtual, o varejista deve dar suporte ao usuário, cadastrando o máximo de informações possíveis sobre cada produto. Um exemplo: se o celular tem uma memória de 32 giga, é preciso deixar claro quanto deste espaço será ocupado pelo sistema operacional do aparelho. Outro exemplo é se o cliente colocar um item de uma oferta por tempo limitado no carrinho, é preciso constar que esta oferta será encerrada neste tempo determinado. Apenas dessa forma o cliente escolherá a melhor opção. Mostrar de forma clara os pontos de atenção que o usuário deve ter em caso de dúvidas e especificar canais de atendimento, são estratégias fundamentais, afinal o cliente merece toda a atenção.

Produtos ofertados

Na página do site, é importante mostrar quais itens farão parte da Black Friday. O ideal é criar um hotsite apenas com os produtos para a data, evitando sanções por propaganda enganosa e facilitando a busca pelos produtos com desconto. Prestar atenção nas ofertas oferecidas também é importante, pois muitas vezes os buscadores de preços podem mostrar valores diferentes do valor real ofertado no produto. Caso isso ocorra, o consumidor terá direito a adquirir o item pelo menor preço exibido nos buscadores, gerando prejuízo para os lojistas.

Preços diferenciados e marketplace

De acordo com a Lei 13.455/17, o e-commerce tem total direito de oferecer um preço diferenciado dependendo da forma de pagamento. Por exemplo: é possível dar um desconto maior caso cliente decida pagar no cartão de crédito à vista sem parcelamento. Do ponto de vista da loja virtual a melhor forma é comunicar o valor do desconto em cada caso. Em situações em que o produto é vendido pelo marketplace, é importante ressaltar que se houver um problema de entrega ou indisponibilidade do artigo, ambos serão responsabilizados.

Devolução do bem

Segundo o artigo 49 do Código do Consumidor, o cliente tem o direito de desistir da compra no prazo de sete dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação ocorrer fora do ambiente físico. Do ponto de vista do e-commerce, é comum que a loja virtual coloque os produtos devolvidos à venda novamente. No entanto, é importante constar a informação de que o item é recuperado ou seminovo. Investir em boas práticas é primordial.

O que os consumidores devem fazer

Os consumidores devem ter em mente a real necessidade do produto e se possui condições para adquiri-lo, evitando, desta forma, dívidas principalmente no cartão de crédito...sites fraudulentos. A Fundação Procon-SP disponibiliza uma lista com os endereços eletrônicos que não são confiáveis para compra.

Sobre a FBITS

Especializada no segmento de plataforma de e-commerce corporativa, a FBITS, parte integrante da Tray - unidade de comércio eletrônico da Locaweb - oferece soluções que se adequam ao perfil e modelo de negócio de cada lojista com produto constantemente atualizado, e com alto grau de customização e escalabilidade. Para saber mais, acesse: www.fbits.com.br

Compartilhe nas redes sociais:
 
Copyright © 2008-2017 Falando de Varejo.