terça-feira, 17 de abril de 2018

Indústria dos Materiais de Construção fecha o primeiro trimestre de 2018 com crescimento de 2,1% no faturamento.

A ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) divulga nesta terça-feira a edição de seu índice de março, apontando crescimento no faturamento deflacionado no trimestre de 2,1%. O resultado positivo, contudo, ainda não significa plena recuperação, uma vez que tomando como referência o acumulado dos últimos 12 meses, ou seja, de abril de 2017 a março de 2018, o faturamento registra queda de 1,6%. Na comparação entre março de 2017 e março de 2018, o estudo aponta estabilidade (variação de 0,0%).



Analisando os números em maior detalhe, observa-se crescimento no faturamento dos dois segmentos em que se dividem os produtos: base e acabamento. No trimestre os produtos de base registraram crescimento de 2,2% e os de acabamento 2,0%.

O resultado acumulado é superior à projeção do ano, no entanto a associação entende que haverão variações pontuais nos resultados mês a mês, fazendo com que a previsão para o fechamento de 2018, crescimento de 1,5%, seja mantida.

A expectativa é que as vendas para o varejo sigam crescendo, puxando o setor até o momento em que as grandes construções e obras de infraestrutura voltem a apresentar crescimento relativo a períodos anteriores. O ano de eleições contribui negativamente nesse aspecto, uma vez que muitas obras públicas serão iniciadas apenas ao término da eleição.

Sobre a ABRAMAT

Desde sua fundação, em abril de 2004, a ABRAMAT acompanha e contribui para o crescimento da Construção Civil no país, atuando como interlocutora do setor junto ao Governo e demais agentes da cadeia produtiva. A entidade conta atualmente com mais de 40 empresas associadas e aproximadamente 300 fábricas situadas em todas as regiões do país, que são líderes na produção de materiais de construção em diversos segmentos do setor. Entre os pilares de atuação da entidade estão a conformidade técnica e fiscal na produção e comercialização dos materiais, a competitividade e sustentabilidade da indústria, e a capacitação da mão-de-obra da construção. Para a elaboração de seus relatórios são utilizados dados oficiais disponíveis, pesquisas com associados, análise interna da equipe e metodologia FGV desenvolvida com exclusividade para a ABRAMAT.

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search