Confira a lista!

sexta-feira, 21 de setembro de 2018

Sua venda não está perdida

‘Está caro!’ – essa é a defesa do cliente e qual a sua argumentação enquanto negociador?

Não é novidade dizer que o consumidor deve ser o centro da negociação e que o relacionamento é decisivo para fechar uma venda. Mas, com tanta concorrência no mercado, até chegar ao fechamento dessa venda, muitas estratégias são adotadas a fim de conquistá-lo. E se relacionamento é conquista, como transformar a experiência do cliente, esclarecer suas dúvidas e convencê-lo que o seu produto é de fato o que ele procura?

Conhecer o perfil e se comunicar com o potencial cliente por meio de diferentes canais são os primeiros passos. Outro ponto fundamental é a empatia, conforme afirma o trainer Heverson do Valle. “Não basta argumentar durante uma negociação, é preciso entender o comprador e as objeções que ele tem”, afirma.

Heverson do Valle
Falando em objeções, se o seu cliente está levantando questionamentos sobre o produto ou serviço oferecido, fique satisfeito, significa que ele está interessado. “Se não estivesse, teria descartado de ‘cara’. Nos degraus da venda, a objeção é o degrau mais importante”, explica Do Valle.

O trainer ainda acrescenta que não se deve passar ao próximo passo de negociação e fechamento sem, antes, esgotar todas as objeções. “Liste as argumentações que os seus clientes sempre fazem. ‘Está caro!’, ‘vou conversar com o meu marido ou esposa’, ‘vou pensar’, estão entre elas. Não existe venda sem o ‘está caro!’, o cliente nunca vai dizer: só isso?”.

Sendo assim, para cada objeção vem a contraargumentação do vendedor – isso faz parte do processo de negociação. De acordo com Do Valle, o ato de objetar é uma defesa mental do ser humano, faz parte da programação mental humana ‘protegê-lo’, então, o cérebro manda mensagens o tempo todo.

E aí, como não perder a venda? Um bom negociador desvia esse questionamento para os benefícios do produto, por exemplo. No entanto, Do Valle faz um alerta para a segunda vez que o cliente reclamar: “essa sim é a principal objeção, pois o cérebro já passou pelo processo de proteção. Está aí o fator que impede a venda. Agora, se a oposição persistir quanto ao valor do produto, talvez você não soube explicar exatamente os benefícios durante a apresentação. Volte e repita esses benefícios. O cliente precisa ter ciência e confiança em relação ao que você está falando”, esclarece.

Quem é Heverson do Valle: Com apenas 38 anos, o executivo passou por empresas como Unimed Curitiba, TIM e Instituto dos Notários e Registradores do Paraná, ocupando cargos como a gerência de marketing e relacionamentos internacionais. No mercado desde 1997, o escritor já fundou quatro empresas, entre elas um site de concursos, o www.concursodecartorio.com.br. No ramo de palestras, já ministrou treinamentos em empresas como UNICESUMAR, Faculdade OPET, Rotary Club International, Google Business Group, entre outras.

Whatsapp Button works on Mobile Device only

Start typing and press Enter to search