segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Criando uma boa inauguração

Inauguram hoje as lojas do Magazine Luiza, que no mesmo dia estão abrindo 50 lojas.
Você já se deu conta por que fazer tanto alarde antes de abrir uma loja?

Qual a importância de se criar um burburinho, uma expectativa?

Criamos uma expectativa no comércio ao abrir uma loja, para “segurar” o dinheiro do consumidor, evitar que dias antes de sua loja abrir, ele compre o mesmo produto em uma concorrência.

Todo mundo espera encontrar grandes promoções em uma inauguração. Se você dias antes “noticiar”, espalhar que você irá abrir sua loja, certamente as pessoas vão querer aguardar para comprar.

Agora não adianta de nada, criar um burburinho 2 ou 3 meses antes de abrir a loja. Existe um “timming” certo, dependendo do tipo de varejo que estamos falando.

Se estivermos falando de materiais de compras não corriqueiras, como uma loja de automóveis, ou um varejo de construção, aguardar um mês ou um pouco mais é bem viável ao cliente, agora se falamos de um supermercado, o ideal é se trabalhar com expectativas aproximadamente 15 dias antes da inauguração. A grande maioria dos consumidores freqüenta ao menos uma vez por semana o supermercado. Então, não existe tanta expectativa se a inauguração for para daqui 1 mês !

Agora o maior de todos os erros que vejo, é quando a loja não se prepara para o “baque” de inauguração, e acaba por se complicar nos processos de fechamento de pedidos, entregas, etc.

Normalmente, as lojas dimensionam funcionários, numero de caixas e sistema de entrega, utilizando como referencia o que pretendem vender, ou o que imaginam criar de movimento.

Uma inauguração é como as comportas de uma represa. Você “represa” clientes. Agora o que acontece quando você abre as portas? Uma enxurrada de clientes!
Dependendo do volume e da expectativa gerada, não é difícil encontrar clientes insatisfeitos, pessoas passando mal, sistemas que não funcionam, e entregas que chegam em casa totalmente em desacordo com o solicitado.

Se os clientes entram com expectativa, muitas vezes saem das lojas totalmente decepcionados, seja pelos preços, seja pelos transtornos, seja pela pouca variedade que você oferece.
Lembre-se: A primeira impressão é sempre a que fica.

Erre logo na primeira vez, e perca para sempre seu cliente.

Um grande abraço e boas vendas


Caio Camargo
http://falandodevarejo.blogspot.com/
Post Anterior
Próximo Post