terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

Dúvidas de leitores: Serviços no varejo

Pergunta enviada por Francieli Gasparin, de Caxias do Sul (RS)

Bom dia Caio

Parabéns pelo blog, e pelo sucesso..
Gostaria da sua ajuda na área de serviços no varejo.
Estou fazendo minha monografia, e peguei a area de serviços, a qualidade de
serviços no varejo. Portanto tenho que segmentar, e não sei qual tipo de varejo
seleciono para aplicar a pesquisa, e qual tipo de serviço. O que você acha?

Poderia me ajudar?

Desde já agradeço
Francieli Gasparin



Olá Francieli.

Vou tentar lhe ajudar da melhor maneira possível, entretanto, o tema é muito vasto e, escolher um foco, na minha opinião, deve ser um caminho que você deve escolher.

Antes de escolher um foco, seja supermercadistas, varejo de construção, ou varejo de combustíveis, e por ai vai, acredito que o melhor caminho seja aquele no qual você possa encontrar melhores dados e maiores contatos. Se você possui alguma facilidade de contato, como conhecidos ou profissionais de um varejo em específico, aconselho que talvez seja o caminho correto a seguir.

Em termos de literatura, o varejo de alimentos, ou supermercadistas, possuem publicações, pesquisas e dados em maior número do que qualquer outro tipo de varejo. Uma boa idéia, é buscar informações em associações como a APAS.

A boa notícia é que o tema "Serviços no Varejo", é excelente. Estamos ainda na onda da implantação de serviços. Todos buscam criar valia para o negócio, e por consequencia fidelidade de consumo através da implantação de serviços e atendimentos que criem diferenciais no mercado.

A idéia fixa é a de: "Como eu posso agradar e atender às expectativas de meu cliente ?"
Essa é a pergunta que os varejistas (de ponta) tem se perguntado, e de acordo com o tipo de produto ou varejo que estamos falando, essa pergunta gera uma serie de respostas diversas. De idéias totalmente revolucionárias, a idéias simples e criativas, vale tudo para encantar e fidelizar o consumidor.

A questão do serviço somente se tornou necessária ao passo que ao longo do tempo, a briga por preços menores seria a ruína do varejo em geral. Cada vez mais industrias e varejistas teriam de estreitar seus lucros para se manterem no mercado. Quando se criam serviços e diferenciais, criam-se valias, fortalecem-se as marcas e o preço passa a ser uma questão de segunda importância.

Por que você compra um eletrodoméstico de tal marca e nao da mais barata ? Se o preço e o visual são parecidos, o que conta não é a rede de assistências técnicas, ou a garantia dada pelo fabricante ? Ou seja, seus serviços ?
Não há um bom produto ser serviços, não á um bom serviço sem um produto.
Dentro do blog, você provavelmente encontrará varios artigos no qual o tema foi tratado indiretamente, principalmente quando falamos sobre trabalhar a marca, ou criar valia.

Eu espero, inicialmente, ter lhe ajudado.

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
FALANDO DE VAREJO
http://falandodevarejo.blogspot.com/
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?