Buscar

Dúvida de leitores: De pai para filho

Pergunta enviada por Murilo Camargo, de Uberlândia (MG)

Olá Caio tudo bom?

Sou Murilo Camargo e estou em Uberlândia - MG.
Bom, encontrei seu blog nas minhas vasculhadas pelo google e não pude deixar de enviar um email a você pedindo sua sugestão e apoio. Eu trabalho em uma empresa de Telecom regional , exerço a função de analista de suporte, mas últimamente ando um pouco frustrado com a profissão e com o que ando ganhando.
Meu pai é um comerciante das antigas, já com seus quase 60 anos e 30 anos de varejo, tem um mercado à mais de 20 anos no mesmo local, bairro de classe média/baixa, e ele já está cansado, estagnado, trabalhando do mesmo jeito que começou.
nvestiu muito pouco, e só ficou a observar os grandes (Bretas, Smart) instalarem ao seu redor. Hoje o seu ganha pão ainda é o mercado porém com aquela mesma cara de sempre, e sem "forças" para bater de frente com os concorrentes grandes.
Ultimamente ando pensando seriamente em trabalhar com ele, até ele me passar o bastão definivitivamente. Temos uma relação boa, ele tem dificuldades em deixar o mercado de lado, pois foram tantos anos de dedicação que creio que seja mais fácil ele deixar eu tocar, ja trabalhei com ele muitos anos, uns 4 ou 5, mas sempre na entrega ou reposição de mercadorias e até mesmo no caixa, o que já me deu uma noção boa do negocio, porém hoje as coisas são diferentes.
O negocio está cada vez mais competitivo e apertado financeiramente, a maioria dos clientes do mercado são fiados.
Quando eu trabalhei lá resolvi informatizar, implantando um cartao nosso, para organizar a casa, porém já desandou novamente, muitos ja compram sem o cartão, e aquela velha história do dono ficar na frente do caixa, isso pra mim nunca funcionou, hoje ajudo ele somente na parte de tecnologia, a qual domino.
Bom, gostaria de mudar isso, pegar o negocio pra mim, conseguir um bom financiamento e mudar a cara do negocio, mas fico com medo de tudo, medo de nao dar certo, medo de entrar e injetar a grana e me dar mal, vários receios que você já deve saber.

Gostaria de sua sugestão e opinião e desde já agradeço.
Murilo Camargo


Olá Murilo.

Muito interessante a sua historia Murilo. A sua estória é similar a de milhares de outros varejistas em atividade. Lá no começo das atividades do blog, escrevi algo a respeito no artigo "Como as novas gerações impactam no modelo de negócio" (voce pode conferir clicando aqui)

Assim como sua historia, suas dúvidas são comuns à maioria dos "filhos" que estão assumindo o novo negócio.
Não existe maneira melhor para se preparar do que se informar. Somente a informação lhe mostrará se voce está indo para o caminho correto, ou lhe dará segurança em arriscar em algo mais inusitado.
Lhe aconselho, em uma primeira etapa, buscar uma formação ou pós-graduação relativa à administração, principalmente se houver a oportunidade de cursar algo focado em varejo. Essa formação lhe daria uma visão mais ampla do negócio, das compras às entregas, passando pela administração e atendimento de vendas, ou seja, tudo o que um empreendedor precisaria saber para tocar seu negócio com segurança.
Caso nao haja a oportunidade de cursar um curso de especialização ou pós-graduação, eu sempre recomendo isso (e acredite, nao ganho nada por isso), à novos empreendedores procurarem um curso do SEBRAE chamado EMPRETEC. Este curso é voltado principalmente ao empreendedorismo e lhe dará boa parte das respostas que voce vem procurando.
Obviamente que o dinamismo do varejo nao lhe permite apenas uma resposta ou uma solução. Constantemente voce precisará se manter informado para saber quais os proximos passos e oportunidades. Somente com a informação virá o crescimento tão almejado por voce.

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
FALANDO DE VAREJO
www.falandodevarejo.blogspot.com

Postar um comentário

0 Comentários