terça-feira, 7 de abril de 2009

Dúvidas de leitores: Serviços no varejo - Quais são os essenciais para o varejo de construção?

Pergunta enviada por Cristiane Nogueira

Olá, Caio!

Gostaria de saber quais são os serviços ao cliente que vc consideramais importantes numa loja de material de construção.

Obrigada,
Cristiane Nogueira

Olá Cristiane.

Mais uma vez, agradeço a visita e a participação aqui no blog.

Acredito que, para qualquer varejo, principalmente na hora de criar serviços, o mais importante não é criar planos e idéias mirabolantes, e sim, o grande lance dos serviços é tornar cada vez mais fácil ou agradável o processo de compra de seu cliente. Um bom serviço deve servir como complementar à função principal do negócio, ou seja, vender produtos (afinal, estamos falando de varejo). Voce deve descobrir para cada negócio o que seria interessante para o processo de compra de seu cliente, ou seja, o que seria possível criar para tornar ainda melhor este processo...
No caso de varejo de construção eu acredito que funcionam muito bem, e que podem ser aplicados por quase todos varejistas:

Mão-de-Obra:
É incrível como apesar de uma idéia simples, esta seja uma idéia extremamente difícil de ser aplicada. Contratar um bom pedreiro ou instalador é extremamente dificil, principalmente quando voce não tem um referencial ou alguem para lhe indicar, como o caso de pessoas que se mudam para novas cidades. Como vendedores de produtos, é extremamente difícil administrarmos serviços vendidos aos clientes, principalmente se o direcionamos para uma ou mais empresas terceirizadas. O grande problema é que quando voce decidir colocar alguma empresa, sob a chancela de sua marca, para fornecer mão-de-obra à seus clientes, você deverá assumir todos os eventuais problemas de execução que possam surgir pelo caminho, do contrário, eles acabam por denegrir sua imagem.

Espaço para Arquitetos:
Criar espaços destinados à arquitetos, construtores e decoradores, para que estes atendam seus clientes dentro de sua própria loja é uma excelente idéia. Muitos profissionais liberais mal possuem escritórios ou espaços para atendimento de seus clientes. Uma sala com ar-condicionado, ponto de internet (wi-fi), cadeiras e mesas confortáveis, proporciona um otimo espaço de atendimento, fidelizando este tipo de profissional ao seu ponto-de-venda.

Arquitetos para clientes:
De uma mesma maneira, fornecer a assistencia de estagiarios de arquitetura ou mesmo arquitetos para acompanhar clientes e propor paginações e combinações funciona muito bem. A comissão muitas vezes passada aos arquitetos que levam seus clientes, também é importante.

Recreação:
Possuir um espaço para crianças, de modo a tranquilizar pais e parentes no ponto-de-venda, enquanto escolhem produtos, funciona muito bem, e cria resultados interessantes. Deve-se tomar cuidado em relação ao espaço, e o mais recomendado é que se coloque um profissional ou empresa adequado à recreação da criança, de modo a passar a sensação de segurança e responsabilidade.

Espaços para descanso:
Não se trata de um sofá ou algo do tipo, mas é interessante dispor de cadeiras, banquetas ou espaços de apoio para que seus clientes não permaneçam tanto tempo de pé, principalmente os idosos. Simples bancos como os de praça, ou pufes bem posicionados podem resolver este problema. O espaço de mesas de uma lanchonete, desde que bem posicionados, já resolvem o problema

Cursos gratuitos:
Cursos são excelentes ferramentas de captação e manutenção de clientes. De variados temas, atingindo do profissional à dona de casa, esses cursos muitas vezes podem ser repassados por industrias do ramo, à custo zero, e gerar uma boa imagem para sua empresa.

Lanchonete:
O processo de compra costuma a ser muito demorado dentro do varejo de construção. Criar um espaço com café, água ou biscoitos para seus clientes pode ser uma excelente cortesia. Terceirizar a lanchonete, deixando esta à cargo de um locatário, pode ser uma maneira interessante de se gerar alguma renda.

Entregas:
Entregas grátis, rápidas ou afins só funcionam quando realmente "funcionam", ou seja, só prometa o que pode ser sinceramente cumprido. Criar serviços dinamicos, principalmente para entregas menores, pode ser um diferencial.

Outras idéias:
Alguns varejos inovam com idéias, as quais eu acredito que não sejam essenciais e tem até mesmo uma discutível eficácia. Entretanto vale ressaltar soluções como cartões do tipo vale presente, listas de casamento, dias e datas especiais, segmentados para um tipo de cliente, Wi-Fi gratuito na loja, etc...

Espero ter lhe ajudado.

Um grande abraço e boas vendas,

Caio Camargo
FALANDO DE VAREJO
www.falandodevarejo.blogspot.com
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?