Buscar

Notícias: Abras leva supermercadistas a “encontro de líderes” nos EUA

Divulgado pela Abras

O perfil do consumidor brasileiro tem passado por grande transformação nos últimos anos, exigindo constante atualização por parte do supermercadista. Para a Associação Brasileira de Supermercados (Abras), a melhor forma de fazer frente ao desafio diário de atrair e fidelizar o cliente é acompanhar de perto as inovações em curso em outros países, principalmente em mercados mais maduros, em relação a conceitos e estratégias de vendas. Esse é o objetivo da visita promovida pela Abras ao maior encontro mundial do varejo, realizado pelo FMI (Food Marketing Institute), que acontece de 4 a 6 de maio, em Dallas, nos Estados Unidos.

Neste ano há uma novidade. A partir de 2009, acontecerão intercalados, a cada ano, o tradicional formato de feiras, que permanece com o nome FMI Show, com o novo formato congresso, mais focado na difusão do conhecimento, com palestras voltadas para a formação e atualização dos dirigentes supermercadistas. Assim, no evento que acontece no próximo mês, o tradicional evento ganha a alcunha de Future Connect – FMI Leadership Institute. No ano que vem, volta o formato de feiras do FMI Show.

As inscrições, para supermercadistas, podem ser feitas pelo telefone (11) 3838-4552 ou pelo e-mail
internacional@abras.com.br. As vagas são limitadas.

“Neste ano o FMI está totalmente focado em palestras, visando agregar valor e conhecimentos que ajudem a formar as lideranças do setor, sintonizando-as com o que há de mais atual em termos de gestão e relacionamento com os clientes”, explica Sussumu Honda, presidente da Abras.

Nas palestras, especialistas abordarão as questões que desafiam os empresários do setor supermercadista, com foco na mudança nos hábitos de consumo, com exemplos de estratégias bem-sucedidas na percepção do desejo dos clientes, de modo a alinhar os serviços e produtos a eles oferecidos.

Após o encerramento do FMI, a missão da Abras inicia uma série de visitas técnicas a dez grandes redes de supermercados de Dallas e de Los Angeles. “Os associados têm nessas visitas uma oportunidade valiosa de ver como os maiores varejistas de alimentos dos Estados Unidos lidam com os desafios diários”, esclarece Sussumu.


Segundo o presidente da entidade, as visitas técnicas representam uma imersão na realidade das lojas. “Vamos conhecer seus procedimentos desde as negociações de preços, o armazenamento de produtos e as inovações para redução de perdas até o formato das lojas e a forma de exposição dos produtos”, diz.

Postar um comentário

0 Comentários