sexta-feira, 24 de abril de 2009

Notícias: Caixa amplia prazo de pagamento da primeira parcela de financiamento a eletrodomésticos

Publicada por O Globo

A Caixa Econômica Federal ampliou de 30 para 90 dias o prazo de pagamento da primeira parcela do Crediário Caixa Fácil, voltado para a compra de bens de consumo.

O movimento ocorre no mesmo dia em que o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, disse o governo conclui em até um mês projeto de troca de geladeiras e menos de uma semana depois da redução da alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de quatro produtos da linha branca: geladeira, fogão, máquina de lavar e tanquinho.

Segundo a Caixa, a medida busca incentivar a demanda por bens de consumo, expandir o volume de concessão de crédito e antecipar a aquisição de eletrodomésticos pelo varejo, beneficiando, principalmente, a população de menor renda.

O crédito para bens de consumo foi lançado em novembro de 2008 e já financiou a compra de 13 mil itens, com um volume de empréstimos superior a R$ 12 milhões. O crediário tem foco no financiamento de eletrodomésticos, eletrônico, móveis, TV e vídeo e material de construção.

O produto significou a entrada da Caixa no financiamento direto das vendas de varejo, com presença dentro de lojas parceiras e concessão do crédito no ato da compra.

"Nós inicialmente desenvolvemos o produto de crediário para atender as pequenas empresas do setor de varejo que não tinham parcerias com os grandes bancos, mas o sucesso foi tamanho que todo o setor demonstrou interesse", disse, em nota, o vice-presidente de Pessoa Física da Caixa, Fábio Lenza.

O produto está disponível atualmente em lojas de varejos das Redes Baú Crediário (Grande São Paulo), América Móveis (SC) e Tradição Móveis (PE). O banco estuda parcerias com 90 novas redes de varejo que, juntas, tornarão disponível o crédito em mais de duas mil lojas espalhadas em todo o país.

O valor máximo do financiamento é de R$ 10 mil, com prazo de pagamento em até 24 meses. As taxas são prefixadas de acordo com o mercado de cada varejista.
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?