Buscar

Por dentro ou por fora: Como reformar minha loja?

Ola a todos.

Este é um problema recorrente na cabeça dos varejistas na hora de iniciar qualquer processo de reforma de uma loja: por onde começar? O que vale mais a pena? Investir na fachada, ou investir no layout da loja?

Vamos imaginar a seguinte situação: Um varejista observa que suas vendas estão ultimamente abaixo do esperado. Decide então iniciar um processo de reformulação de sua loja, reformando a mesma, introduzindo novos produtos e serviços. Ao mesmo tempo, decide revigorar sua logomarca no mercado, contratando um escritorio especializado.

Na maioria dos casos de reforma, com um orçamento apertado, muitos varejistas se veem obrigados a optar por mudar primeiro a fachada ou primeiro o layout da loja. Então, como agir nestes casos?

Se optasse por alterar apenas o layout da loja, iria apenas fazer com que os clientes habituais talvez comprassem mais (aumento do ticket médio). Mesmo considerando apenas seus cliente habituais, apenas notariam alguma mudança na loja aqueles que realmente entrassem na loja, caso o varejista nao recorresse à nenhuma outra estratégia de divulgação.

Se o mesmo varejista tivesse optado em alterar primeiro toda a fachada, iria provavelmente atrair algum novo cliente, e poderia aumentar de modo geral suas vendas, entretanto, para os clientes habituais, não haveria nenhuma mudança visível na loja, e por consequência, não haveria estímulo para que houvesse novas ou maiores compras.

Somente a dosagem correta entre fachada (ou imagem da loja) e layout podem gerar o resultado que todo varejista procura: atrair novos clientes e vender mais e melhor aos que compram. Com uma loja que possua nova identidade e layout, você tanto atrai novos clientes, fortalecendo sua marca no mercado, quanto vendendo mais e melhor a quem você deseja.

Acredito que iniciar todos os processos por etapas, pode ser uma boa saída. Mudanças não tão radicais, ou seja, feitas de uma hora para outra, auxiliam seu cliente a compreender sua nova estratégia, e por consequencia, impactam melhor no resultado de vendas. Quando você não educa seu consumidor, não o ensina a comprar com você, o resultado é que ele acaba deixando de comprar com você.

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
FALANDO DE VAREJO
http://www.falandodevarejo.blogspot.com/