sexta-feira, 26 de junho de 2009

Varejo pede prorrogação de IPI reduzido



Representantes do setor varejista se reuniram na quinta-feira com o presidente Luiz Ináco Lula da Silva para mostrar que a desoneração da linha branca chegou à ponta e pedir a prorrogação da medida. O encontro aconteceu depois de Lula ter criticado os empresários por não repassarem aos preços a redução de impostos, lembra reportagem do Globo, na edição desta sexta-feira.
Segundo a presidente do Instituto de Desenvolvimento do Varejo (IDV), Luiza Trajano, a redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de geladeiras, fogões e máquinas de lavar foi repassada aos preços, aquecendo as vendas desses eletrodomésticos, criando empregos na indústria e aumentando a arrecadação.

Segundo os empresários, entre novembro de 2008 e abril de 2009 foram demitidos 2.500 funcionários das indústrias de eletrodomésticos da linha branca. Em maio, foram recuperados 387 postos. O ministro do Desenvolvimento, Miguel Jorge, disse que a prorrogação da medida está sendo analisada "com carinho" no governo, e a decisão será anunciada na próxima semana:
- Só na próxima semana sairá uma decisão sobre a prorrogação do IPI dos automóveis e eventualmente de outras reduções de IPI.

Lula confirmou que, na próxima segunda-feira, terá uma reunião com o ministro da Fazenda, Guido Mantega, para discutir novas medidas de incentivo à economia brasileira. O foco das medidas, agora, é a indústria de máquinas e equipamentos . Serão reduzidos os juros das linhas do BNDES voltadas à compra e ao leasing de equipamentos industriais, máquinas agrícolas, caminhões, ônibus, entre outros.

Fonte: O Globo
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?