terça-feira, 28 de julho de 2009

MPOquê?: Celular com TV vira mania na Classe Popular

Os Celulares Mp7, Mp8, Mp9 e Mp10, são a nova mania do consumo popular do momento. Os aparelhinhos contrabandeados, falsificados com “marcas famosas” (As marcas Nokia, Motorola e etc.. não fabricam esses aparelhos), oferecem principalmente a captação do sinal da TV aberta no sinal analógico, com preços variando entre de R$ 200,00 a R$ 350,00.

Hoje, existe uma vasta gama desses produtos disponíveis no mercado, principalmente nas famosas “Feiras do Paraguai”, Ruas 25 de março e Sta Efigênia em São Paulo. São aparelhos que acumulam em si, vários aparelhos num só equipamento. A grande maioria deles são de fabricação desconhecidas, chingling e duvidosas.

Na verdade a norma regulamentada da sigla MP, vai do MP2 ao MP4, as demais MP´s são estratégias comerciais, baseadas no incremento de ferramentas e funcionalidades:

MP3 – Formato usado para música, esta é fácil, todo mundo sabe;
MP2 – Formato usando para Video DVD;
MP4 – Formato usando para Video.
MP5 – Celular MP4 com camera;
MP6 – Celular com funções básicas, incluindo câmera, reproduz áudio (mp3), reproduz vídeos (mp4), filma, tem função de web-cam e pen-drive, alguns possuem rádio FM, podem ser dualslim ou não (Dois chips simultâneos) e possuem bluetooth;
MP7 = Celular com todas as funções de um mp6, e ainda possui TV Analógica (a sintonia é feita por antena, e o usuário não paga nada para usá-la);
MP8 = Alguns vendedores denominam de mp8 os aparelhos mp7 que possuem 2 chips (mas não é regra);
MP9 = Alguns aparelhos mp9 possuem câmera com flash; dual memory e até duas câmeras (mas não é regra, existe mp6 com duas câmeras);
MP10 = Essa denominação ainda não é clara, mas alguns aparelhos cujos vendedores denominam mp10 aceitam jogos em NES. (mas não é regra)

Vamos aguardar o MP11 e assim por diante … quam sabe MP1000 vá teletransportar você a qualquer lugar (que for marcado no Google Earth) via celular.
Brincadeiras, problemas de contrabando e qualidade a parte, o aumento do consumo de aparelhos celulares como estes, faz de certa forma, uma inclusão digital e social, leva o sinal da televisão aberta a qualquer lugar e pessoa, aumenta a cultura, ensina novas tecnologias, introduzindo a classe mais popular em ferramentas web e funcionalidades antes somente disponíveis paras as classes mais abastadas.

Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?