quinta-feira, 17 de setembro de 2009

Franquias internacionais buscam investidores brasileiros para iniciar seus negócios no Brasil

A americana It’s Just Lunch cadastra solteiros interessados em encontrar parceiros e agenda encontros. Hartcouts, nascida na Nova Zelândia, é uma das maiores imobiliárias do mundo

Duas franquias internacionais estão em busca de parceiros brasileiros que se interessem em iniciar suas operações no Brasil.Quem apresenta as propostas de negócio é Paulo César Mauro, presidente da Global Franchise - empresa especializada no desenvolvimento de franquias no Brasil e no exterior. “São franquias especiais e interessantes com muitas chances de sucesso”, alerta.

Uma delas é a It´s Just Lunch. “Trata-se de um negócio de integração de pessoas de alto nível que procuram parceiros para relacionamentos duradouros e estejam cansadas dos métodos convencionais”, define Mauro. A It’s Just Lunch cadastra solteiros interessados em encontrar parceiros e, de acordo com o perfil desejado pelas partes, agenda encontros que propiciem uma futura relação a dois.

Fundada em 1991, nos Estados Unidos, mantém 85 unidades em mais de 40 estados norte-americanos, além de 12 unidades no Canadá, República Dominicana, Irlanda, Inglaterra, Austrália, Tailândia e Singapura. Para expandir-se na América do Sul, a It’s Just Lunch está vendendo uma Franquia Unitária, tendo o Brasil como território e a Global Franchise como intermediária. “O valor de US$ 150 mil inclui os direitos de uso da marca e do sistema”, relata Mauro. “Será apenas uma unidade, já que o serviço é essencialmente virtual, com atendimento por telefone ou pelo site. A função da Global é apresentar o negócio ao candidato, acompanhá-lo aos Estados Unidos para conhecer seu funcionamento e dar todo o suporte de implantação.”

Segundo o consultor, as expectativas são bastante positivas, já que existem poucas empresas sérias que atuem nesse mercado e a maioria realiza serviços automatizados, preocupando-se mais com o lado tecnológico e com a quantidade, do que com seleções personalizadas. “Mais adiante, esse mesmo franqueado pode sentir a necessidade de montar escritórios em outros locais, considerando-se o tamanho do país e as exigências de um público tão amplo”, destaca.

Imobiliária

Tradicional franquia do ramo imobiliário, a neozelandesa Harcourts está em busca de um máster franqueado no Brasil. Paulo César Mauro afirma que o mercado é promissor. “Nos Estados Unidos, 60% do setor de imobiliárias é representado por franquias. No Brasil, o índice é menos de 1%. O mercado deve mudar rapidamente nos próximos anos e quem souber visualizar esta oportunidade sairá na frente”.

A Harcourts é uma das mais tradicionais imobiliárias do mundo. Foi fundada em 1888 na Nova Zelândia e, atualmente, conta com 600 franquias e 4 mil corretores em países como Austrália, China, Ilhas Fiji, Indonésia, África do Sul, Boswana e Zâmbia, além de atuar em seu país de origem. “A rede possui, ainda, escritório próprios, por meio do órgão “The Leading Real Estate Companies of the World” e participa da rede “Luxury Portfolio Fine Property Collection” – por meio da qual aciona aos líderes do mercado de residências de valores acima de U$ 1 milhão em todo o mundo.”, completa Mauro.

Na visão do consultor, o grande diferencial da Harcourts não é só sua capilaridade, mas sim, um poderoso sistema de gerenciamento de vendas e de publicidade inédito no Brasil. “É um recurso que facilita a venda de imóveis de forma significativa”, ressalta o consultor.

A Harcourts quer entrar no Brasil por meio de franquias Máster instaladas em regiões já determinadas – que terão o direito de explorar o mercado abrindo outras unidades franqueadas. A marca dá preferência a empresas que já atuem no setor.

O valor de investimento nas franquias Máster variam de acordo com o tamanho do território, com valores a partir US$ 200 mil. Os royalties são de 1% sobre o faturamento dos franqueados.
Post Anterior
Próximo Post

Um comentário:

  1. Será que tem franquias para um capital de 100.000?

    Obrigada

    ResponderExcluir


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?