quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Varejo reduz encomendas, adverte Abinee

A sondagem setorial da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica Eletrônica) de agosto indica um aumento nos cancelamentos e reprogramações de encomendas.

Para o presidente da entidade, Humberto Barbato, isto é fruto de um excesso de otimismo por parte dos varejistas. "Eles fizeram os pedidos acreditando em uma recuperação mais forte da economia, o que não se confirmou. Agora, estão desistindo das compras para segurar os estoques", disse. O levantamento constata ainda que a previsibilidade dos negócios continuou melhorando e as surpresas migraram para o lado positivo.

Isso porque desde maio passado vem crescendo, ponto a ponto, o percentual de empresas cujas vendas no mês ficaram acima das expectativas, atingindo, em agosto, 17% dos pesquisados, enquanto que, no sentido inverso, diminui o percentual das empresas cujos negócios não atingiram os níveis previstos. Neste último caso, o percentual, que foi de 59% nos meses de abril e maio, baixou para 42% em agosto.

Por sua vez, tanto os estoques de insumos e matérias-primas como os de bens finais continuaram na direção da normalidade, sendo que ocorreu um aumento significativo no número de empresas que informou que seus estoques de produtos acabados estão abaixo do normal (de 7%, em julho, para 21%, em agosto).

O estudo setorial também revela que as exportações continuam não sendo alternativa para o mercado interno, uma vez que seus indicadores estão cada vez piores. Em agosto, 62% das empresas indicaram que as exportações caíram na comparação com agosto de 2008, percentual significativamente acima do registrado no mês anterior.

Nesta sondagem ficou ainda mais evidente, a percepção das empresas quanto a queda de vendas/encomendas neste ano comparado com 2008. A percentagem de pesquisados que prevê queda dos negócios passou de 41% em junho para 52% em julho e em agosto passou para 62%

Fonte: Convergência Digital
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?