Buscar

Fnac está à venda

Segundo WSJ, grupo controlador quer focar no segmento de artigos de luxo

O grupo fancês Pinault-Printemps-Redoute (PPR) anunciou que está prestes a vender uma de suas cadeias de lojas de varejo mais populares: a Fnac. Segundo reportagem publicada pelo jornal norte-americano The Wall Street Journal (WSJ) nesta quarta-feira (25/11), o PPR decidiu concentrar seus negócios apenas no segmento de artigos luxo.

Segundo o WSJ, o presidente da PPR François-Henri Pinault afirmou, com relação à venda, que “quanto mais cedo (for consumada), melhor. Temos uma grande fraqueza, que é o varejo. É um negócio que não pode ser desenvolver rapidamente no exterior porque leva muito tempo para que os consumidores deem retorno a uma marca desconhecida”.

Em entrevista ao periódico americano, Pinault declarou que já há uma lista de cerca de 20 potenciais compradores para a Fnac e as outras duas marcas de varejo que deverão ser vendidas – a Conforama e a Redcats, ambas do setor mobiliário. Segundo o WSJ, analistas estimam que a venda dos negócios de varejo devem render ao grupo PPR entre 2,5 e 4 bilhões de euros.

A intenção de Pinault é reinvestir o valor obtido com a venda na compra de outras empresas de acessórios de luxo que complementem as marcas que a PPR já possui, como a Gucci.


Fonte: Portal Exame


Postar um comentário

0 Comentários