Considerado um dos períodos mais importantes do varejo nordestino, as comemorações de São João rendem ações especiais aos shoppings da região

Em franca expansão, o Nordeste brasileiro vive um excelente momento na economia nacional, com um varejo cada vez mais representativo, recebendo pontos de venda de grandes marcas do Sul e Sudeste em suas capitais. E os shoppings de estados como Paraíba, Bahia, Ceará, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, entre outros, vêm realizando durante todo o mês de junho diferentes ações, a fim de tornar as festividades de São João cada vez mais expressivas.

Apresentação de arraiais juninos, muito forró, balões e bandeirinhas estilizadas distribuídas pelo mall dos empreendimentos, barracas de comidas típicas da região, além de ações promocionais envolvendo os lojistas dos centros de compras, tornam a época ideal para estimular as vendas do setor varejista. Para se ter uma ideia da importância da data ao comércio local, a prefeitura de Caruaru (PE) espera a movimentação de aproximadamente R$ 1,5 milhão na economia local, além do investimento de diversas marcas, o que representa o segundo principal período de aquecimento do município no ano.

A arrecadação com patrocínios também está crescendo. De acordo com a Aliança Comunicação e Cultura, que realiza o evento pelo segundo ano consecutivo, a captação na festa deste ano chegou a R$ 9 milhões, 50% a mais do que os R$ 6 milhões registrados em 2009. Mais de 30 patrocinadores estão envolvidos, como Ministério do Turismo, Governo de Pernambuco (por meio da Empresa Pernambucana de Turismo - Empetur), Skol, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, entre outros.

“Há tempos que observamos um aumento da participação do Nordeste no varejo brasileiro, e a indústria de shoppings não pode ficar neutra à esta tendência. A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) espera que os centros de compras preparem cada vez mais ações que reforcem o potencial de comercialização das lojas neste período, aproximando dos empreendimentos milhões de pessoas esperam o ano todo por esta festa, que recebe investimentos cada vez maiores das empresas do setor varejista e da iniciativa privada”, salienta o presidente da entidade, Nabil Sahyoun.