sexta-feira, 5 de novembro de 2010

Estado de Sergipe sediou encontro nacional do varejo

Esta sexta-feira, 05, foi marcante para Sergipe. Estiveram aqui cerca de vários presidentes de Federações de Câmaras de Dirigentes Lojistas do Brasil (FCDLs) travando discussões em torno das perspectivas do varejo brasileiro para o próximo ano, a condenação, em nível nacional, da possibilidade da volta da CPMF, e a organização dos lojistas de forma partidária para defender as bandeiras do movimento.
Anfitrião do encontro, Gilson Figueiredo, presidente da FCDL-Se, destacou as presenças de várias FCDLs do Brasil - Pará, Mato Grosso, Santa Catarina, – São Paulo, Distrito Federal, Ceará, Bahia, Pernambuco, Minas Gerais, Amazonas, Maranhão, Rio Grande do Norte – além de Sergipe, fortalecendo a posição da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas (CNDL) em criticar a tentativa da volta da CPMF, fato que vai merecer uma mobilização nacional.

Presidida pelo presidente da CNDL, Roque Pellizzaro Júnior, a reunião marcou a voz da CNDL em defesa da organização partidária dos lojistas para atuarem nos diversos parlamentos – municipal, estadual e federal – bem como a necessidade de a classe eleger os dirigentes para os cargos de executivo como forma de dar exemplos administrativos da experiência privada ao país e montagem de um projeto de participação politica das CDLs e FCDLs.

O 6º Encontro das FCDLs do Brasil realizado em Aracaju teve desdobramentos também em relação às perspectivas do varejo para o próximo ano, com crescimento do setor esperado para 12%, onde o comércio é o grande responsável pela geração de empregos e aquecimento da economia. “O comércio é o maior empregador e temos que cobrar do governo ações que beneficiem o setor e a classe lojista”, pontuou Pellizzaro Júnior.
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?