terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Grandes redes de franquias voltam suas atenções para cidades pequenas

Instituto Embelleze, que possui mais de 250 franquias no Brasil, quer expandir sua marca em municípios do interior do país
O mercado de franquias deve movimentar R$ 15 bilhões em 2011, segundo estimativas da Associação Brasileira de Franquias (ABF), que projeta um crescimento de 15% para este ano. Com o saturamento e o alto preço dos pontos comercias em grandes cidades e para não perder espaço no mercado, as grandes redes buscam alternativas para continuar a expandir sem que seus franqueados se tornem concorrentes nos grandes centros urbanos. Para ampliar a abrangência da marca, as empresas estão buscando novas estratégias de expansão e passam a enxergar nas cidades menores uma nova fatia do mercado.

Esse é o caso do Instituto Embelleze, maior rede de cursos profissionalizantes da área de beleza, que busca no interior dos estados brasileiros parceiros para seu novo conceito de franquia, um modelo customizado, direcionado a cidades com até 100 mil habitantes.

O projeto para instalação de uma franquia em municípios menores prevê baixo investimento para que o negócio se torne viável e gere uma expectativa de retorno entre 18 e 24 meses. O valor a ser investido em uma unidade do Instituto Embelleze é de R$ 65 mil, mais taxa de franquia de R$ 29, 9 mil, que representa 50% do valor cobrado nas grandes cidades. “A previsão é que essas unidades tenham uma média de 194 alunos, gerando uma liquidez de R$ 10 mil mensais”, analisa o diretor de expansão do Instituto Embelleze, Marcelo Toledo.

O novo formato de negócios tem força para ocupar um lugar de destaque nessas cidades, chegando a receber como alunos cerca de dois por cento da população. “Considerando que o setor de beleza está entre os três primeiros no ranking de maior participação feito pela ABF, investir em uma franquia voltada para este segmento continua sendo um dos investimentos mais promissores em qualquer localidade”, analisa Toledo.

Outro ponto favorável é que a divulgação na mídia nessas cidades tem um custo mais baixo e, em pouco tempo, a visibilidade do projeto se expande. Segundo o diretor de expansão, o Instituto Embelleze é o modelo ideal para quem procura abrir seu próprio negócio com baixo investimento e ótimas chances de retorno. “O mercado exige grande qualificação técnica em todas as profissões. Identificamos esta demanda e criamos uma nova opção de franquia, com investimento acessível para um maior número de interessados em ser franqueadores da marca”, afirma Toledo.

Os cursos oferecidos na grade do Instituto Embelleze atendem ao público que busca aprender uma nova profissão ou atualizar-se em pouco tempo, pois duram, em média, de 48 a 220 horas no total.
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?