sexta-feira, 29 de abril de 2011

O merchandising atrás do balcão

O merchandising atrás do balcão
Artigo escrito por Wagner Bastos

Diferentemente dos canais alimentares, onde o merchandising é mais padronizado, respeitado e praticado, o varejo farma neste quesito encontra muitas dificuldades na prática das técnicas de aceleração de vendas. O fato é que além da concorrência extremamente acirrada, alguns fatores complicam ainda mais o cenário e dificultam a eficiência das ações e técnicas mais conhecidas. Os principais:

- A ANVISA – Agência Nacional de Vigilância Sanitária, com constantes novas determinações e orientações;
- Os diversos tipos e tamanhos de farmácias, cada qual com layout e políticas de merchandising próprios. Pequenas, médias e grandes lojas concorrem diretamente entre si;
- As recentes e iminentes mudanças nas estruturas das lojas como os gaveteiros que extinguem as prateleiras e diminuem a necessidade espacial;
- A influência técnica dos balconistas e farmacêuticos.

Os MIPs (Medicamentos Isentos de Prescrição, também conhecidos como OTCs – Over the Counter) foram para trás do balcão, se tornando também dependentes da isenção ou boa vontade dos balconistas, assim como os medicamentos tarjados (que dependem de prescrição médica). Essa determinação da ANVISA muda o foco do trabalho dos profissionais de varejo no PDV. As prateleiras para onde foram encaminhados esses produtos passaram a merecer um trabalho de merchandising ainda mais intenso para que os clientes continuem os encontrando, mesmo atrás do balcão, e sofram menos interferências para adquiri-los. Soma-se a isso a briga da marcas instituicionais já há muito evidente, principalmente no mercado de Medicamentos Genéricos, o que também abre espaço para um cuidado maior com a exposição nas prateleiras.

Mas não é tão simples quanto parece, pois a maioria das farmácias pratica a organização de A-Z, ou seja, os produtos são expostos em ordem alfabética e não por categorias, o que dificulta a aplicação e investimento dos materiais de merchandising e essa diversidade, repito, dificulta e muito o planejamento e o planograma por parte da indústria. E quando se trata de uma farmácia com gaveteiros, o desafio do profissional de merchandising é ainda maior. Como destacar um produto guardado numa gaveta? Há ainda o aumento significativo da presença de displays de balcão que permitem apenas o acesso do balconista, ou seja, expõem produtos e marcas mas a pega do produto depende dos profissionais da farmácia. O problema é que essas peças tomam muito espaço, têm alto custo (produção e custo do espaço no PDV) e exigem quantidades mínimas de um determinado produto ou linha, o que para muitas farmácias não é interessante.

Com todas essas variantes e dificuldades nota-se uma preocupação crescente da Indústria Farmacêutica com uma ferramenta há muito esquecida neste mercado: o Maketing de Relacionamento, que neste caso pode ser considerado uma ferramenta também do merchandising e na minha opnião, o mais poderoso aliado no canal farma. Digo isso pela experiência de anos de trabalho e de contato direto com atendentes, balconistas, farmacêuticos e proprietários de drogarias. Não se trata de incentivos de vendas, estamos falando de estreitar o relacionamento com aqueles de quem nossos resultados dependem diretamente; com aqueles que interferem na consecução dos resultados de investimentos milionários. A simples troca de uma receita significa a perda irreversível dos investimentos em uma cadeia produtiva muito grande: pesquisa e desenvolvimento (em alguns casos), marketing, treinamento, propaganda médica, distribuição, logística e vendas. Assim o melhor remédio é intensificar o relacionamento com balconistas e farmacêuticos, buscando a fidelização – ou pelo menos o respeito – dos mesmo com os fabricantes. E a forma mais moderna de promover o relacionamento profissional é também a mais antiga: valorizar o ser humano. Antes de qualquer incentivo, o profissional busca o reconhecimento, a valorização. Se você tem a amizade, você tem também o respeito de uma pessoa e aí pode passar a confiar nela. Por isso é muito importante o investimento em programas que contemplem o treinamento de propagandistas e vendedores no sentido de amplificar o approach com os revendedores, mais do que se preocupar com incentivos materiais, que ao contrário, elevam o tom comercial.

O relacionamento de mercado pode ocorrer no dia-a-dia, com a prática do bom tratamento, da simpatia, de iniciativas altruístas, mas isso só não basta pois depende muito do perfil e estilo de cada profissional de vendas. É preciso um programa planejado, profissional, que seja percebido e desejado e que tenha continuidade. Isso pode ser traduzido em resultados consistentes a médio e longo prazos porque construir relacionamento não é da noite pro dia, é com o tempo. E respeito a gente não compra, a gente conquista.

É o momento de repensarmos o que chamamos de merchandising farma. Precisamos rever conceitos e lembrar que nesse mercado a confiança e credibilidade são pilares essenciais tanto no sell-in como sell-out. Buscar a transformação dos modelos de trabalho no PDV certamente é um caminho sem volta num mercado já muito comoditizado e cujos profissionais da linha de frente são o principal gatilho gerador de resultados, depois da classe médica. Isso é o que podemos chamar de merchandising atrás do balcão.

Wagner Bastos é especialista em Marketing Promocional e Merchandising, Palestrante e Professor da PUC-Campinas.

ABF divulga os vencedores do premio ABF Destaque Franchising

ABF divulga os vencedores do premio ABF Destaque Franchising
A premiação realizada anualmente é conferida a cinco categorias: Franqueador, Franqueado, Jornalismo, Trabalho Acadêmico e Parceiro do Franchising.

A Associação Brasileira de Franchising (ABF) anuncia os ganhadores da 17ª edição do Prêmio ABF Destaque Franchising, que é conferido anualmente pela associação aos profissionais e redes que mais se destacaram ou contribuíram para o desenvolvimento do franchising brasileiro.

“O setor tem muito o que comemorar, tivemos um ano excelente”, afirma Ricardo Bomeny, presidente da ABF, referindo-se aos números obtidos pelo setor em 2010. O segmento de franquias do Brasil encerrou o ano passado com um crescimento de 20,4%, em relação ao ano anterior. O faturamento total das franquias alcançou no ano passado a marca de R$ 75.987 bilhões. “A previsão da ABF para 2011 é que o setor cresça em faturamento entre 15% e 16 %,”, afirma Ricardo Bomeny, presidente da entidade.

“Esse Prêmio é sem dúvida o reconhecimento de muito trabalho e dedicação dos premiados e um reflexo fiel das boas práticas de o setor”, diz Bomeny.

Cinco categorias compõem o Prêmio ABF Destaque Franchising. São elas: Franqueador, Franqueado, Jornalismo (Jornal e Revista), Trabalho Acadêmico e Parceiro do Franchising.

O prêmio mais esperado do ano, o de Franqueador do ano foi entregue para uma rede nascida no bairro de Moema, em São Paulo, e que ao longo de sua trajetória se tornou sinônimo de qualidade e preço justo: a Vivenda do Camarão. Comandada por Fernando Leite Perri, a rede conta com mais de 100 lojas, em 15 estados brasileiros e também fora do País.

Na categoria Franqueado, a vencedora foi a rede Água Doce Cachaçaria, unidade de Ribeirão Preto, São Paulo.

Na categoria Trabalhos Acadêmicos, o vencedor é Batista Salgado Gigliotti com o tema Transferência de conhecimento nas franquias brasileiras, dissertação de mestrado em administração defendida na Fundação Getúlio Vargas. O trabalho buscou analisar de que forma essa transferência ocorre nas marcas brasileiras, identificando os principais desafios enfrentados pelo franqueador e pelo franqueado nessa ação.

Na categoria Parceiro do Franchising, o homenageado do ano é Maurício Luceno do Val, diretor da Secretária de Comércio e Serviço do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).

Já na categoria Jornalismo os vencedores foram: Jordana Viotto, com a matéria Brasil Planeja expansão de franquias para os EUA, publicada em outubro de 2010 no jornal Folha de São Paulo, na categoria Jornal. Na categoria revista, os jornalistas Katia Simões e Wilson Gotardello Filho que juntos assinaram a matéria “Como escolher a franquia ideal para você”, publicada em março de 2010 na revista Pequenas Empresas Grandes Negócios foram os ganhadores.

A cerimônia de premiação foi marcada também pela entrega do Selo de Excelência em Franchising (SEF). A chancela foi entregue a 137 redes, sendo que 38 receberam o Selo pela primeira vez.

BF divulga redes contempladas com o selo de excelência em franchising

BF divulga redes contempladas com o selo de excelência em franchising
O SEF é novamente recordista de inscritos: 156 redes se inscreveram e 137 conquistaram a chancela, das quais 38 pela primeira vez


A Associação Brasileira de Franchising (ABF) anuncia a lista dos franqueadores agraciados com o Selo de Excelência em Franchising (SEF) pelo desempenho em 2010. A chancela foi entregue a 137 redes, quarenta empresas a mais que o ano passado. Desse total 46 se inscreveram pela primeira vez, dos quais 38 conquistaram a chancela.

A cada edição, o SEF recebe mais inscrições. Este ano, 156 franqueadores se inscreveram, ano passado esse número foi 115 inscritos.

O SEF representa o reconhecimento da qualidade e excelência da empresa em relação a sua atuação como franqueadora e visa estimular a melhoria do nível de atuação das mesmas, por meio da valorização das melhores práticas e do profissionalismo dessas empresas perante o sistema de franchising.

O Selo está dividido em três categorias, de acordo com o número de franqueados da rede e com o tempo de atuação no Franchising: categoria Pleno, para marcas com mais de três anos de atividade e com dez ou mais franqueados; categoria Sênior, para marcas com mais de cinco anos e com 30 ou mais franqueados, e a categoria Máster, para marcas com mais de dez anos e mais de 60 franqueados.

Cada categoria premia a rede que mais se destacou dentro do grupo. A vencedora do prêmio destaque da categoria Máster foi a rede de fast food McDonald’s.

Na categoria Sênior, pelo segundo ano consecutivo a premiada foi a rede de ensino de idiomas, Influx.

Já na categoria Pleno, a premiada foi também uma rede de ensino, a Minds English School.

Para obter a chancela do Selo, os franqueadores passam por um rigoroso processo de avaliação feito pelos seus franqueados. O Selo tem validade de um ano, podendo ser renovado ou cancelado a qualquer momento. O critério utilizado pela ABF na concessão leva em consideração aspectos éticos e técnicos do franchising.

Receber o Selo de Excelência em Franchising significa, para a rede de franquias, um atestado de sua boa capacidade de atuar no Sistema de Franchising frente às exigências do Código de Autorregulamentação da ABF. Significa, ainda,de acordo com a Associação, o compromisso por parte desta empresa de se responsabilizar por um contínuo e permanente aprimoramento de seus métodos e sistemas, de acordo com os mais elevados padrões de ética empresarial.

Contação de clássicos infantis no Shopping Grande Rio

A Galerinha do Shopping Grande Rio vai animar a garotada no próximo domingo (01/05) com a contação de histórias, a partir das 16h. Durante a atração, os animadores vão contar clássicos infantis e as crianças poderão soltar a criatividade e participar das cenas como se fossem os atores de verdade.
A recreação da Galerinha do Shopping Grande Rio é gratuita e acontece na Praça de Eventos, próximo ao Kinoplex.

SERVIÇO:
Contação de clássicos infantis no Shopping Grande Rio
Data: 01/05 (domingo)
Local: Praça de Eventos do Shopping Grande Rio, próximo ao Kinoplex.
Horário: das 16h às 18h
Entrada: Gratuita

O Shopping Grande Rio fica na Rodovia Presidente Dutra, 4.200, RJ
Telefone: (21) 24305111.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

Giuliana Flores fecha parceria com Multiplus Fidelidade

Giuliana Flores fecha parceria com Multiplus Fidelidade
Clientes da Giuliana Flores, que possuem cartão Multiplus Fidelidade, ganham milhas da TAM na compra dos kits da loja virtual
A Giuliana Flores, maior loja virtual de arranjos e kits florais do país, anuncia parceria com a Multiplus Fidelidade. Agora, clientes da Giuliana Flores, acumulam milhas para passagens aéreas da TAM na compra de kits da loja virtual.

A cada R$ 1,00 gasto na loja virtual, o cliente Multiplus ganha dois pontos, que se transformam em milhas da TAM.

Pela parceria, a Giuliana Flores disponibiliza em seu site mais de 800 produtos que valem milhas, entre arranjos, pelúcias, chocolates, e muitos outros, com entrega em mais de mil cidades brasileiras.

Para ganhar os pontos, o cliente Multiplus Fidelidade, ao realizar a compra no site da Giuliana Flores, pelo link www.giulianaflores.com.br/multiplus, deve apenas digitar o número do seu cartão. O saldo de pontos entra automaticamente em sua conta.

“As vantagens da parceria é que a TAM nos divulga em sua revista de bordo, ações de email marketing, trazendo alcance de um público muito importante para a marca”, afirma Juliano Souza, gerente de marketing da Giuliana Flores.

A loja virtual também divulga a parceria em suas ações de email marketing e utiliza banners no site.

Projeto Embalagem Viva começa em São Paulo

Projeto Embalagem Viva começa em São Paulo
Iniciativa da Antilhas tem como objetivo recolher os resíduos sólidos das redes de franquias no momento da entrega das embalagens
Reconhecidamente líder no fornecimento de embalagens para o varejo, a Antilhas acaba de lançar o Projeto Embalagem Viva para os seus clientes. A finalidade é recolher todos os resíduos sólidos que são descartados pelas lojas de franquias e encaminhá-los para um destino correto.

Essa iniciativa pioneira no setor de embalagens reforça o comprometimento da Antilhas com a sustentabilidade e também está em conformidade com a Política Nacional de Resíduos Sólidos. “Esse projeto se antecipa à regulamentação e coloca à disposição dos clientes um serviço que facilitará o descarte adequado e, consequentemente, ampliará o reaproveitamento de embalagens pós-consumo”, explica Cláudia Sia, gerente de marketing da Antilhas.

Inicialmente, o projeto-piloto acontecerá em São Paulo com a rede O Boticário, cliente da Antilhas há mais de 15 anos. A dinâmica será recolher todos os resíduos sólidos descartados pelas lojas da rede no momento da entrega das embalagens. “Além de recolher os materiais como vidro, papel, plástico, oriundos do consumo dos produtos, a proposta é coletar também todos os componentes descartados das vitrines, que são trocados quinzenalmente”, comenta Cláudia Sia.

O projeto vai de encontro também com a medida estabelecida pela Prefeitura do Estado de São Paulo, na qual a empresa que produz mais de 200 litros de lixo por dia - equivalente a três sacos – precisa contratar transportadores particulares para dar uma destinação correta aos seus resíduos. Agora os clientes da Antilhas já poderão contar com uma redução significativa no descarte de todo o material que produzem.

Na Antilhas há uma grande preocupação com o consumo consciente e com o excesso de lixo gerado. A busca por soluções que atendam os clientes e colaborem com a qualidade de vida de toda a sociedade também são constantes.

Consumidor irá gastar até R$ 100 com o presente

Consumidor irá gastar até R$ 100 com o presente
Segundo pesquisa da CDL/BH, 71,04% dos entrevistados não gastarão mais do que esse valor com o presente das mães. Compras serão pagas em dinheiro e roupa é o item escolhido
 Pesquisa realizada pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH) no período de 12 a 20 de abril com 410 consumidores da capital mineira, apontou que o ticket médio para o Dia das Mães não deve ultrapassar os R$ 100 de acordo com 71,04% dos entrevistados, já que 36,14% responderam que gastarão entre R$ 51 e R$ 100 e 36,14% desembolsarão até R$ 50 com o presente. Em seguida estão 20,54% dos consumidores que escolherão presentes no valor entre R$ 101 e R$ 250 e 6,19% apontaram que desembolsarão entre R$ 251 e R$ 500 para presentear. Apenas 2,23% dos entrevistados afirmarão que comprarão presentes com valores acima de R$ 500,01.

A forma de pagamento preferida para este ano continua sendo o dinheiro, de acordo com 42,14% dos consumidores. Após o dinheiro as formas escolhidas de pagamento são: parcelado no cartão de crédito (25,94% das respostas), cartão de débito (18,95%), à vista no cartão de crédito (6,23%), a prazo no cheque (2,24%), parcelado no cartão da própria loja (2,0%), à vista no cheque (1,5%), à vista no cartão da própria loja (0,75%) e carnê/crediário (0,25%).

Quem respondeu que comprará o presente parcelado, não deve ultrapassar duas parcelas. Esta foi a resposta de 35,66% dos entrevistados. Em seguida estão: três parcelas (30,77%), uma (15,38%), quatro (7,69%), cinco (6,99%), dez (2,1%) e seis (1,4%). “O consumidor está mais atento ao planejamento financeiro”, afirmou o economista da CDL/BH, Fernando Sasso.

O presente ideal segundo 35,94% dos consumidores é roupa. Em segundo lugar os calçados e acessórios com 16,2% da preferência, seguido de perfumes/cosméticos (15,27%), jóias e bijuterias (8,38%), livraria e papelaria (4,66%), flores (4,1%), eletro/eletrônicos (3,35%), cama, mesa e banho (3,35%), CD´s/DVD´s (2,98%), bombons (2,61%), telefone celular (1,49%), móveis (0,93%) e 0,74% afirmaram ainda não saber o que comprar.

A cada dia o consumidor está ficando mais exigente. Segundo 30,77% dos entrevistados, o que mais os agradam na loja é o atendimento qualificado. Em seguida estão: preço (28,04% dos entrevistados), ambiente agradável (9,68%), facilidade de pagamento (8,44%), qualidade/mix de produtos (6,7%), acesso e estacionamento (6,2%), proximidade de casa (3,72%), segurança (3,72%) e grife/marca (2,73%).

Data das compras – Como nos anos anteriores os consumidores deixarão para a última hora as compras. De acordo com 58,6% dos entrevistados, as compras só serão feitas no mês de maio; 15,21% dos consumidores afirmaram que comprarão o presente ainda este mês; 13,72% responderam que estão comprando e 12,47% disseram que já compraram.

Crescimento – A expectativa da CDL/BH é de um crescimento entre 3,0% e 4,0% em relação ao mês de maio do ano passado, que fechou as vendas em R$ 1,92 bilhão. Em 2010 as vendas do comércio varejista de Belo Horizonte, neste período, cresceram 3,4% em relação ao mesmo período de 2009.

Gisele Bündchen "troca de roupa" em vitrine de loja em São Paulo

A modelo Gisele Bündchen promoveu uma "troca pública de roupa", na vitrine da loja da C&A do shopping Iguatemi, de São Paulo, na manhã desta quinta-feira (28). A ação marcou o lançamento da primeira coleção que a top assina para a rede de fast fashion.

Voltada para a calçada da avenida Brigadeiro Faria Lima, Gisele atraiu a atenção de curiosos e da imprensa, presente em massa no local. A vitrine imitava um guarda-roupa - o closet da modelo, segundo a marca -, com espelho, puff e um biombo.

Cortinas brancas que vedavam a vitrine começaram a se abrir ás 10h17, três minutos antes do horário marcado para o início do evento. Às 10h28, Gisele apareceu vestindo short de viscose (R$ 79,90) e blazer (R$ 169) e acenou para o público, que a aguardava sob chuva.

A modelo posou para fotos e se dirigiu a um espelho. Voltou-se novamente para os fotógrafos antes pegar um macacão (R$ 139) e ir em direção ao biombo posicionado no espaço. A troca de roupa, no entanto, aconteceu fora da vitrine - Gisele passou reto pelo biombo, em direção ao interior da loja. No retorno aos olhos do público, a top acenou e posou para novas fotos, em pé e sentada no puff.

Por conta da chuva, o troca-troca foi reduzido. Gisele fez apenas uma mudança de roupa, em vez das três previstas.


Fonte: UOL

Dia das mães: Ainda dá tempo

Ola a todos.

Por conta dos produtos que por vezes oferecem, muitos varejistas acabam não aproveitando a Páscoa como um bom momento para vender. Não são raros os casos que momentos sazonais como este podem significar até mesmo uma baixa nas vendas.

Entretanto, agora que coelhos, ovos de páscoa e outros símbolos da data começam a sair de cena na vitrine, o varejo começa a se voltar para uma das mais importantes datas do ano (em função da oportunidade de vendas), o Dia das Mães.

A data, já fortemente incorporada à cultura de compra do brasileiro (diferentemente de outras que ainda são grandes tentativas do mercado, como o dia da avó ou dia da sogra), é considerada por muitos como a segunda melhor data comemorativa do ano, atrás somente do Natal.

Para o mercado, a mãe pode significar algo muito além de sua progenitora. Pode ser sua avó, sua esposa (caso tenha filhos), ou até mesmo uma pessoa a qual o link afetivo permita considerar esta como uma “verdadeira mãe”.

Para o mercado, o importante é buscar identificar quais os tipos de mãe dos consumidores e ofertar mais do que produtos, soluções de presente que satisfaçam não somente à quem compra, mas principalmente quem recebe os presentes.

Embora o custo muitas vezes não seja importante, embora sendo um dos principais fatores de escolha, quem compra deseja um excelente custo-benefício, mas sobretudo, garantir a satisfação de quem irá receber o presente.

E como o perfil social do Brasil mudou muito, acompanhando as evoluções tecnológicas e sociais da sociedade como um todo, hoje a gama de oportunidades de presentes são enormes: de tradicionais peças de vestuário e perfumes, que dificilmente falham, à equipamentos de tecnologia como celulares, computadores pessoais (netbooks, ipads, e-book, etc) ou até mesmo videogames. Enfim, tudo é possível.
Em termos de ponto-de-venda, enfatize nas peças de comunicação questões como a satisfação da família e a alegria de receber o presente. Mesmo tendo uma loja na qual os produtos em exposição tenham foco em um publico muito específico, lembre-se que em uma data como esta, o foco da comunicação deve ser voltado diretamente para quem irá comprar o produto, o shopper e não seu seu consumidor.

Um grande abraço e boas vendas.

Caio Camargo.
FALANDO DE VAREJO

A internacionalização do varejo brasileiro atrai novas marcas

A internacionalização do varejo brasileiro atrai novas marcas
Próxima de explorar o mercado no Brasil, a rede varejista americana do segmento supermercadista HEB, dona de atualmente 300 lojas nos Estados Unidos, deve enfocar em breve no público latino, ao ver com boas expectativas as vendas para os brasileiros. A empresa segue varejistas estrangeiras instaladas no Brasil, como as francesas Carrefour, Leroy Merlin e Casino (esta última, dona de boa parte do Grupo Pão de Açúcar), que despontam como líderes nos segmentos em que atuam, e cujo forte desempenho, visto em seus balanços, começa a atrair novas empresas de fora para o comércio no País. A tendência da internacionalização do varejo começou a acontecer com maior evidência há três anos, quando várias empresas e fundos vindos da Europa e dos EUA desembarcaram no Brasil devido à crise que abatia o seu país de origem. Segundo pesquisa realizada pela Fundação Armando Álvares Penteado (Faap), de 2008 até hoje cerca de 50% das varejistas brasileiras listadas na bolsa de valores possuem boa parte de participação de fundos estrangeiros. De janeiro a dezembro do ano passado, a participação desses fundos aumentou em 17,2% em relação a 2009. Este ano, de fevereiro a janeiro, o número cresceu em dois pontos percentuais.

Para o coordenador e professor do MBA Empresarial da Faap, Mário Pascarelli Filho, este número tende a aumentar nos próximos anos devido à força do varejo no Brasil e ao fato de a crise continuar em países europeus. "Hoje o varejo representa cerca de 15% do nosso Produto Interno Brasileiro (PIB). Para investidores estrangeiros, o Brasil tornou-se o local com uma das rentabilidades mais altas para se investir", enfatiza. O professor ainda afirma que o interesse no "casamento" é recíproco, pois as empresas situadas aqui notaram esta como uma das formas mais rápidas e seguras de captação de recursos.















A próxima a entrar na roda e a receber fundos estrangeiros deve ser a varejista brasileira Magazine Luiza, que recentemente anunciou abertura de capital que deve movimentar até R$ 1,215 bilhão. A captação de recursos terminou ontem.

Segundo comunicado, a marca afirmou que os valores captados na oferta de ações serão utilizados na abertura de novas lojas, na aquisição de empresas do setor de varejo e de comércio eletrônico (e-commerce), e em investimentos em reformas de lojas, além de reforçar o capital de giro da empresa.

Shopping

No setor de centros de compras a presença estrangeira é ainda mais evidente. Segundo o ranking da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), os empreendimentos comerciais que mais devem se destacar este ano vão receber investimentos estrangeiros. Além disso, empresas internacionais, como BrMalls, Aliansce, Multiplan e Sonae Sierra , se destacam na abertura de 124 malls, o que deve movimentar no País cerca de R$ 6,331 bilhões até 2013.

Para o presidente da entidade, Nabil Sahyoun, além das empresas estrangeiras as nacionais do segmento têm se fortalecido por meio da abertura de capital para criar força e escala no mercado. "A abertura de capital e o boom do segmento varejista no País há alguns anos vem sendo regada por dinheiro estrangeiro.

Tornou-se algo comum para que se possa competir com as líderes do mercado e suprir a demanda de novo shoppings que o País possui."

Supermercado

Outro termômetro da força dos estrangeiros nos cofres das redes brasileiras é conferido no ranking da Associação Brasileira de Supermercados (Abras), que aponta entre as quatro primeiras duas de origem estrangeira: o Carrefour e o Walmart. Vale lembrar, ainda, que o Pão de Açúcar é dominado pelo Casino, assim como a nordestina GBarbosa foi adquirida pela varejista chilena Cencosud. O peso dessas quatro redes é tamanho, que dos cerca de R$ 115,8 bilhões movimentados pelo setor ano passado, entre as 20 maiores do ramo, perto de R$ 90,5 bilhões são do "quarteto fantástico", com perdão do trocadilho. "Os números mostram a evolução do setor supermercadista brasileiro, que tem muito potencial de crescimento nos próximos anos", afirma o presidente da Abras, Sussumu Honda. A participação do setor no Produto Interno Bruto (PIB) se manteve tecnicamente estável, com 5,5% em 2010, contra 5,6% em 2009, deixando claro que outros setores produtivos do País crescem em ritmo similar ou superior ao do autosserviço, como é o caso do setor imobiliário e da construção. Em média, as vendas reais dos supermercados cresceram 7,62% ao ano, o que coloca o desempenho do autosserviço brasileiro perto dos desempenhos vistos pela economia chinesa, a que mais cresce no mundo.

O Brasil ocupa a 8ª posição no ranking global de oportunidades de investimento para empresas de varejo, e é o primeiro do mundo em atratividade no setor de vestuário, segundo a última pesquisa da consultoria americana A.T. Kearney. O levantamento existe desde 2003, mas o Brasil só conseguiu entrar na lista dos 30 países mais atraentes para investimento de varejo em 2005, ocupando o 29º lugar. Em 2009, o país estava na 9ª posição. Os 10 primeiros colocados do ranking em 2009 são Índia, Rússia, China, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Vietnã, Chile, Brasil, Eslovênia e Malásia. A Índia liderou a pesquisa porque com a crise global, os preços dos imóveis despencaram, tornando-se alvos de aquisição em um país com uma população consumidora bastante volumosa.

A Rússia oferece um varejo pouco moderno, sem a presença de grandes hipermercados e a China tem um mercado consumidor abundante, segundo a pesquisa.


Fonte: DCI

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Hortifruti no Rock in Rio

Hortifruti no Rock in Rio
Quem for ao Rock in Rio 2011 poderá se alimentar de forma saudável na loja que a Hortifruti montará. O espaço será na Rock Street e comercializará tudo prontinho para o consumo - de sucos naturais, saladas de frutas a frutas frescas. A ação tem como objetivo posicionar a marca Hortifruti junto a um público com espírito jovem, além de oferecer uma alternativa saudável de alimentação.

"O Rock in Rio, o maior evento de música e entretenimento do mundo, reunirá milhares de pessoas que ditam comportamentos, conceitos e atitudes. Queremos aproveitar esse clima para difundir nossa linha de produtos fast good. Se for fast que seja good", explica Fabio Hertel, diretor de Comunicação e Novos Negócios. A Rock Street é uma rua cenográfica inspirada em Nova Orleans (EUA), que apresentará diversas manifestações artísticas, como shows de consagrados nomes do jazz e do blues, músicos de rua, estátuas vivas, malabaristas, além de um espaço com mais de 20 lojas, bares e restaurantes. Uma delas será a loja da Hortifruti.

Inspiração 2011 Switch On!

Inspiração 2011 Switch On!
Inspiração 2011 é o evento que condensa as principais tendências e novidades apresentadas no Brasil e no Mundo sobre o mercado varejista
Aos que querem saber o que há de melhor no mercado varejista, o Inspiração 2011 Switch On é uma ótima oportunidade para se interar das principais tendências do mercado – além de o evento apresentar ao expectador toda criatividade e expertise nacional e internacional, ele direcionará todas essas novidades para o mercado varejista brasileiro.

Organizado e realizado pelas empresas J2B Innovation e F.A.L, o Inspiração 2011 Switch On tem como proposta conectar diferentes pilares – sociedade e seus rituais de consumo, a evolução da economia e a emoção das marcas inseridas no mercado – para apontar as inovações e propostas futuras para o mercado varejista. É com esse ritmo e proposta que o evento contará com grandes nomes: Marc Gobé, Roberto da Matta, Ricardo Amorim, Jay Highland, Brian Dyches, Allison Medina, Marcelo Ballona, entre outros.

“É uma honra ser convidado para o Inspiração 2011, que para mim é o evento do futuro feito no País do futuro, o Brasil. Não há melhor oportunidade para se falar do hoje e do amanhã das marcas, do varejo e da sociedade consumidora, o Inspiração é quase que obrigatório a todos aqueles que querem ter sucesso como empreendedores”, disse Marc Gobé em sua visita ao Brasil.

Os interessados já podem se inscrever para o Inspiração 2011 SwitchOn, evento do ano que abordará as principais tendências do varejo, as mais novas formas de relação com o consumidor, cases e as novas soluções para o negócio interagir da melhor forma com a sociedade e a economia global.

Serviço

Teatro Renaissance Al. Santos, 2233
Data: 12 Maio 2011
Horário: 08h:30 – 20h:00
Pagamento até 11/05/2011

Investimento: R$ 820,00
Evento Certificado pela Escola Panamericana de Arte
Grupos acima de cinco pessoas, descontos especiais.

Para saber mais informações e se inscrever, acesse: http://www.inspiracao2011.com.br/

Pesquisa revela os principais desafios das franquias

Pesquisa revela os principais desafios das franquias
Estudo realizado pelo Grupo BITTENCOURT mapeou as ações dos empresários do setor de franquias visando descobrir o que eles fazem para reter talentos e o que precisam fazer para incorporar práticas modernas de gestão ao seu negócio.

O Grupo BITTENCOURT, composto de empresas especializadas em expansão e gestão de negócios em rede, realizou uma pesquisa com 117 donos de redes de franquias em todo território nacional para identificar os principais e maiores desafios que as empresas franqueadoras enfrentam no processo de educação e gestão de talento junto à rede franqueada.

A pesquisa analisa os quatro segmentos que mais cresceram em número de redes em 2009: alimentação e bebidas; calçados e acessórios pessoais; educação e treinamento; saúde, beleza e produtos naturais. “A pesquisa visa oferecer aos franqueadores brasileiros informações sobre as boas práticas no franchising, bem como permitir com que se posicionem frente ao mercado e ao seu público-alvo”, revela Claudia Bittencourt, diretora do Grupo BITTENCOURT.

Segundo a especialista, à medida que o sistema de franquias cresce, aumenta também a concorrência e a disputa pelos potenciais empreendedores/franqueados; estes por sua vez estão cada vez mais criteriosos no seu processo de seleção de negócios para investir. “Muitos destes empreendedores são especialistas em análise de negócios, finanças e estratégias que têm habilidade suficiente para analisar uma oferta de franquia, quando não buscam orientação de profissionais especializados, em especial de consultores com boa reputação que atuam no franchising, uma vez que conhecem todas as particularidades do sistema de franquias e os fatores críticos de sucesso para as redes”, afirma Claudia.

O segmento de franquias do Brasil encerrou o ano com um crescimento de 20,4%, em relação a 2009 de acordo com a Associação Brasileira de Franchising (ABF). O faturamento total das franquias alcançou no ano passado a marca de R$ 75.987 bilhões. O número de redes em operação no País cresceu 12,9% e o número de unidades (franqueadas e próprias) chegou a 86.365, incremento de 8% em relação ao ano anterior. Essa expansão resultou na abertura de mais de 57 mil novos postos de trabalho. O setor é responsável hoje por mais de 777 mil empregos diretos.

De acordo com a pesquisa, o treinamento e o suporte oferecidos estão entre os fatores de maior peso na decisão do potencial franqueado. “Tornar tangível esse apoio e orientação representa um grande desafio para os franqueadores. É neste sentido que o Grupo BITTENCOURT pretende, com esta pesquisa, dar a sua contribuição para os empresários do sistema”, explica a consultora.

Os franqueadores brasileiros estão atentos às questões diretamente ligadas à educação: 31,36% dos entrevistados dizem que a capacitação é um ponto crítico na gestão. Algumas redes que participaram do estudo afirmam recorrer a bônus de premiação para reter seus talentos. “Isso prova que práticas como essas já começam a ser adotadas”, comenta Claudia, mas completa que, por outro lado, planos de carreira (12,69%) e pacotes de benefícios (10,77) ainda estão em baixa.

Ainda nesse sentido o estudo traz um dado interessante: 24,23% dos franqueadores apontam a remuneração como principal método para retenção dos profissionais. Outra oportunidade de melhoria apresentada na pesquisa é a utilização de tecnologias na educação e capacitação dos franqueados, por exemplo, o ensino à distância que, segundo especialistas do Grupo BITTENCOURT, está relacionada ao grau de maturidade e ao tamanho das redes.

PRINCIPAIS RESULTADOS DA PESQUISA

O que os Franqueadores consideram mais crítico na gestão da rede de franquias:

Os franqueadores que participaram da pesquisa apontaram como fatores críticos na gestão da rede alguns fatores, entre eles: capacitação da rede, com 31,36% dos respondentes; em seguida o relacionamento com a rede e “ter o franqueado correto’, com 28,40% das preferências, seguido de recursos financeiros com 6,51% e por fim tecnologia com 5,33% das respostas.

“O resultado nos leva a pressupor que as redes com mais de 30 unidades já estão mais conscientes da necessidade de um bom relacionamento com os franqueados e devem cultivar este ponto na rede, fruto de aprendizado mútuo e do próprio amadurecimento da rede”, diz Claudia e completa afirmando que um ponto de análise que deve ser considerado é que, quando os programas de capacitação são insuficientes, a dificuldade de relacionamento é maior. Redes iniciantes com menos de 30 unidades podem ainda estarem enfrentando a necessidade de recursos financeiros e humanos suficientes para aplicar investimentos maiores em capacitação. O interessante é que mesmo nas redes de Educação e Treinamento capacitar os franqueados e suas equipes é considerado o maior desafio.

Programas de Capacitação

Na questão sobre quem aplica os programas de capacitação, mais de 70% dos pesquisados utilizam recursos internos, sendo que 52,26% utilizam os consultores de campo e 21,94% acionam o RH da própria franqueadora. Somente 7,10% recorrem a empresas terceirizadas.

Para aplicação destes programas, os franqueadores vão necessitar de equipes de consultores de campo multidisciplinares, cuja disponibilidade no mercado não é alta. Consultores de campo com competências em finanças, negociação, domínio dos atributos técnicos dos produtos e serviços e, além disso, com perfil e capacidade para manter um bom relacionamento com a rede precisam também ser formados.

Quem recebe essa capacitação inicial, a carga horária e frequência:

Os programas são aplicados por mais de 90% dos franqueadores, sendo que 45,06% são destinados a franqueados e funcionários; 38,27% para franqueados e gerentes; 7,41% somente para franqueado e 7,41% só para os funcionários da franquia. Pelo menos “mais de 40 horas” é o tempo investido pelas redes para treinar seus colaboradores, o que segundo Claudia é um tempo considerado ideal.

Em empresas com menos de 30 unidades, 37,84% dos pesquisados treinam seus funcionários semestralmente e, em alguns casos, 16,22% aplicam os programas anualmente. Isso é considerado negativo. “Somente quando a rede ganha mais fôlego e recursos começa a investir em treinamento continuado”, sinaliza Claudia. Já em redes com mais de 30 unidades, a maioria treina seus funcionários mensal (25,93%) ou trimestralmente (25,93%).

Gestão de franqueados

Dentre as ações que os franqueadores utilizam para motivar os franqueados, em primeiro lugar 22,96% fazem comunicação periódica; 19,90% adotam as convenções e eventos; 15,56% estimulam a participação nas decisões da rede; 9,69% promovem incentivos no marketing e nos royalties; 4,85% adotam plano de benefícios atrelados a cumprimento de metas; 4,83% concedem bonificações por desempenho e 2,55% usam outros meios de incentivos.

Segundo a análise da diretora do grupo, o que estimula de fato é a participação nas decisões das redes. “Esse quesito precisa ser mais trabalhado pelos franqueadores. Não dá para esperar que uma convenção de franqueadores uma vez por ano seja suficiente para garantir a troca de conhecimento entre os profissionais das redes.”

Quando perguntado sobre a necessidade em melhorar o serviço para as redes e qual deveria ser a dimensão dessa melhoria, 82,05% dos entrevistados acreditam que a dimensão das melhorias necessárias vai de média a alta. Ou seja, os empresários sabem que precisam melhorar, mas não como conciliar essa demanda com os recursos disponíveis. Quase 100% dos franqueadores acreditam que melhores programas de capacitação poderão lhes trazer bons resultados. Quando questionados sobre os desafios que enfrentam para melhorar os programas de capacitação, nas redes com menos de 30 unidades 28,57% responderam que são os recursos financeiros e 25% apontaram a distância como problema. Já nas redes com mais de 30 unidades, o quesito distância (33,56%) e equipe (26,71%) tornam-se o principal problema já que precisam atender um grande número de unidades.

Suporte ao franqueado

É fato que o apoio do franqueador é fundamental para o bom funcionamento das unidades. Nesse sentido, 91,30% afirmam oferecer acompanhamento de consultoria de campo aos seus franqueados, enquanto 8,70% confessaram não oferecer esse acompanhamento, o que representa apenas 10 das empresas consultadas, percentual alto, levando em consideração ser esse o principal canal de comunicação.

Nas visitas realizadas pelos consultores de campo, 23,22% realizam orientação operacional; 21,09% focam na aplicação de check-list; 19,91% visam à orientação estratégica; enquanto 19,67% destacam o incremento de atendimento e vendas e 16,11% a orientação sobre os resultados do negócio. Tanto em empresas com menos (45,24%) e mais de 30 unidades (40,30%), as visitas são bimestrais.

Retenção de talentos na rede

Manter bons profissionais trabalhando em suas marcas é, sem dúvida, um desafio que vem sendo estudado com afinco. Por isso alguns modelos de gestão ganham atenção: entre os pesquisados pelo menos 26,92% responderam que oferecem bônus e premiações aos seus funcionários; 24,23% consideram a boa remuneração um fator de retenção; 18,85% investem em capacitação; enquanto 10,77% optam por pacotes de benefícios e 3,85% realizam atividades sociais.

“Esse dado demonstra que os franqueadores destacam a remuneração como fator de retenção, mas, na hora de avaliar, dizem que o valor está na média de mercado. Logo o que seria um incentivo não passa de uma faixa de mercado e não garante a retenção’, questiona Claudia Bittencourt.

Claudia constatou também que remuneração variável (38,76%), vale-alimentação (31,58%) e assistência médica (17,70%) são importantes, mas não suficientes. Segundo a especialista, a adoção de medidas pontuais, como participação nos lucros e bônus, deveria ser considerada. “Remuneração e bônus são ações eficientes para manter talentos e o estudo mostra que as redes estão fazendo isso, mas no momento em que investirem em outras ações, como plano de carreira e pacotes de benefícios, os resultados podem surpreender”, conclui a executiva.

Fonte: Divulgação

terça-feira, 26 de abril de 2011

Escola Social do Varejo abre inscrições em Porto Alegre

Escola Social do Varejo abre inscrições em Porto Alegre
O Instituto Walmart, em parceria com a Superintendência de Educação Profissional - SUEPRO, Instituto Aliança e as Escolas Estaduais Protásio Alves, Parobé e Ildo Meneghetti, selecionam jovens para a segunda turma da Escola Social do Varejo em Porto Alegre no curso "Liderança no Varejo". O curso tem o objetivo de qualificar jovens para o mercado de trabalho.

São vagas gratuitas para jovens entre 17 e 24 anos que estejam cursando ou tenham concluído o Ensino Médio, residentes em Porto Alegre e cidades próximas. Serão oito meses de curso, com início das aulas em maio, de terça-feira à sexta-feira nos turnos manhã e tarde.

As inscrições acontecem de 27/04 a 06/05 das 09h às 17h na Rua da República, 801 - Cidade Baixa - Porto Alegre/RS. Os candidatos devem comparecer munidos de documento de identidade (RG) e CPF.

Mais informações pelo telefone: 51 3433-6963

A Escola Social do Varejo Implantado em 2010, o projeto iniciou em Porto Alegre e a primeira turma já está em treinamento nas lojas do Walmart. Nesta semana, dia 29, acontecerá o evento de formatura da primeira turma. No país, mais de mil jovens participaram do curso Liderança no Varejo e a expectativa para 2011 é formar cerca de dois mil jovens para trabalhar no varejo.

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Extratos da Terra pretende abrir 30 novas lojas franqueadas em 2011

A franquia tem faturamento médio de R$ 45 mil por mês
A empresa Extratos da Terra, situada na região sul do país, busca expandir sua marca por todo o território brasileiro. Desde o final de 2009 deu início às atividades com sistema de franquias com o objetivo de intensificar o setor profissional e atender da melhor forma a demanda do mercado varejista. Com isso, empresa possui grandes expectativas para 2011, pois pretende abrir 30 novas lojas franqueadas pelo Brasil.

O diferencial da franquia Extrato da Terra são as linhas de cosméticos de tratamento, voltado ao bem-estar e não somente à perfumaria. Para quem tem interesse em ser um franqueado é preciso um investimento inicial de R$ 75.000,00 a R$ 120.000,00 (mais R$ 500,00 de propaganda/ 5% de royalties sobre as compras e R$ 15 mil de taxa de franquia).


A área mínima das lojas é de 60 m2, sendo padrão ter um Centro Técnico, local onde são realizados workshops para esteticistas e apresentados os lançamentos. O prazo médio de retorno é de 18 a 36 meses, sendo que o faturamento médio mensal é variável.

As lojas Extratos da Terra, com 13 lojas abertas, estão presentes nas seguintes localidades: Palhoça (SC), Colatina (ES), Manaus (AM), Florianópolis (SC), São José (SC), Cuiabá (MT), Rio Verde (GO), Criciúma (SC), Curitiba (PR), e no Estado de São Paulo, nas cidades de Sorocaba, Campinas, Franca, São Paulo (nos bairros Casa Verde e Santana) e nos municípios de Guarulhos, Mogi das Cruzes e Suzano.

Para mais informações sobre a empresa, acesse o site http://www.extratosdaterra.com.br/ ou pelo telefone (048) 3342-0087.

Fonte: Divulgação

Meeting de Marketing e Vendas em Manaus.

Meeting de Marketing e Vendas em Manaus.
2° Meeting de Marketing e Vendas traz Adriano Maluf Amui, diretor do INVENT®.

O INVENT® - Instituto Nacional de Vendas e Trade Marketing, no dia 25 deste mês, realizará uma palestra sobre “Trade Marketing e Tendências do Varejo Global e Brasileiro” no 2° Meeting de Marketing e Vendas na ADVBAM, onde também anunciará sua parceria junto a Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing do Brasil no Amazonas (ADVBAM).

A partir de agora os profissionais de Manaus e região terão a seu alcance os melhores cursos, palestras e workshops em Vendas e Trade.

INVENT®: Referência para quem quer ser Referência em Vendas e Trade Marketing!


Serviço:
Data: 25/04/2011
Local: Blue Tree Premium Manaus
Hora: 9h00 às 11h30
OBS: O hotel dispõe de estacionamento privativo
Saiba mais: http://www.inventrade.com.br/manaus.gif

quarta-feira, 20 de abril de 2011

Varejo projeta alta de 9,6% nas vendas de Dia das Mães

Varejo projeta alta de 9,6% nas vendas de Dia das Mães
Para 59% dos varejistas, as vendas no Dia das Mães este ano devem ser melhores que em 2010, segundo um levantamento realizado pela Serasa Experian.

Para 31% dos empresários, o desempenho será semelhante, enquanto 10% projetam redução nas vendas na comparação anual. O levantamento entrevistou 961 executivos do varejo de todas as regiões do país, entre os dias 23 e 31 de março.

A projeção média do comércio é de crescimento de 9,6% do faturamento no Dia das Mães. Na mesma data do ano passado, 60% dos varejistas estimavam alta no faturamento, 33% estabilidade e 7% queda em relação a 2009. Na avaliação do varejo, roupas, sapatos e acessórios devem responder por cerca de 30% dos presentes, seguidos por flores (16%), celulares e smartphones (14%), eletrodomésticos (13%) e perfumaria e cosméticos (11%). Presentes com tíquete médio entre R$ 51 e R$ 100 devem liderar as vendas, segundo 37% dos entrevistados.

Fonte: Mercado & Consumo

Shopping Granja Vianna presenteará mães com kit aromático e carro

Shopping Granja Vianna presenteará mães com kit aromático e carro
A cada R$ 400,00 em compras, os clientes ganham presente ou concorrem a um Citroën Air Cross
O Shopping Granja Vianna celebrará o Dia das Mães a partir de 20 de abril, quando terá início a promoção “Dia das Mães Inesquecível por Natureza”. A ação, além de beneficiar os clientes, estimulará a doação de notas fiscais para a Liga Solidária, organização social sem fins lucrativos que atende crianças, jovens, adultos e idosos em situação de risco social.

A cada R$ 400 em compras, os clientes poderão optar por concorrer a um Citroën Air Cross ano 2011, que será sorteado no dia 9 de maio, ou por trocar suas notas fiscais por um kit aromático para automóveis, preparado especialmente para a promoção. O presente inclui spray e sachê perfumados com o aroma personalizado do shopping. Os consumidores que não tiverem solicitado a nota fiscal paulista, serão estimulados a doá-la para a Liga Solidária.

O Shopping Granja Vianna fica localizado no km 23,5 da Rodovia Raposo Tavares. Em uma área de 30 mil metros quadrados, reúne 161 lojas que oferecem produtos que podem agradar diferentes tipos de mães. Entre elas estão: Carlos Miele, Animale e Shoulder (vestuário), além da Etna (decoração), Arezzo (calçados e acessórios), livraria Saraiva e Le Lis Blanc (roupas e itens para a casa).

Solidariedade

A doação das notas fiscais será feita no ato da troca dos cupons pelo brinde ou pela opção de concorrer ao carro. As notas arrecadadas serão repassadas para a Liga Solidária, que irá utilizar os créditos obtidos pelo sistema da nota fiscal paulista para viabilizar seu trabalho social. Atualmente, a instituição atende 3.400 pessoas diretamente e cerca de 13.600 indiretamente em oito Centros de Educação Infantil (CEIs), cinco abrigos e oito programas socioeducativos.

PontoFrio.com.br é a primeiro site a reunir vantagens das redes sociais, das compras coletivas e do e-commerce

PontoFrio.com.br é a primeiro site a reunir vantagens das redes sociais, das compras coletivas e do e-commerce
O comércio virtual cresce consideravelmente: segundo o e-bit, mais de 30% só em 2011. Nesse contexto, chama a atenção, como tendência de consumo e de relacionamento, os sites de compras coletivas e as redes sociais. Em fevereiro, 200 dos quase mil sites brasileiros nesse formato movimentaram mais de R$ 70 milhões em descontos e ofertas. O PontoFrio.com.br inova novamente e reúne, em uma única ação, os dois formatos de sucesso da web, tornando-se o primeiro portal de vendas brasileiro a desenvolver uma campanha de desconto coletivo nas redes sociais.
A novidade batizada de “Liga de Descontos do Pinguim” traz ofertas com descontos que chegam a 50% do valor inicial. As ofertas serão válidas quanto o numero estipulados de fãs na página do PontoFrio no Facebook for atingido.

“O e-commerce brasileiro tem um potencial gigante de crescimento. Conseguimos reunir em uma única ação os principais atrativos da internet, como a praticidade e a rapidez das redes sociais e a variedade e a economia dos portais de vendas e dos sites de compras coletivas. O objetivo maior é sempre agregar e levar aos clientes as melhores soluções de compras da web” avalia Vicente Rezende, diretor de marketing do PontoFrio.com.br.

Para participar, basta seguir o perfil do Pontofrio.com.br no Facebook e acompanhar as ofertas do portal.

terça-feira, 19 de abril de 2011

Belo Horizonte proíbe uso de sacolas plásticas

Belo Horizonte proíbe uso de sacolas plásticas
O comércio varejista de Belo Horizonte está proibido de usar sacolas e sacos de lixo feitos de plástico. Ontem, começou a valer a Lei Municipal 9.529/2008, que pune com multa e até cassação de alvarás quem for encontrado usando embalagens plásticas.

O projeto entra em vigor em meio a protestos dos comerciantes, que não descartam recorrer à Justiça para derrubar a lei ou ao menos aumentar o prazo de adaptação.

Para o consumidor, resta a opção de levar de casa a sacola para por as compras, comprar uma embalagem retornável nas lojas ou ainda pagar R$ 0,19 por uma sacola biodegradável.

Fonte: Odiario.com

Grupo BITTENCOURT promove rodada de negócios com franquias espanholas

Grupo BITTENCOURT promove rodada de negócios com franquias espanholas
As consultorias especializadas BITTENCOURT e Tormo & Associados, com o apoio do órgão público PromoMadrid, lançam um plano para promover a chegada ao Brasil de um grupo selecionado de empresas espanholas. Aproveitando a ocasião do 2º Fórum Internacional de Gestão de Franquias e Negócios, que será realizado pelo Grupo Bittencourt, serão realizadas rodadas de negócios com investidores interessados em trazer as marcas estrangeiras para o mercado brasileiro.

Trata-se de cinco marcas de setores distintos: Telepizza, Ka International, Lipocero, Starbene, SaboreaTé e Café, que participam de um programa pioneiro de promoção e desenvolvimento no Brasil. O plano inclui assessoria em todo o processo de adequação ao mercado de destino, bem como a participação em um fórum com investidores. Este encontro entre as empresas e os potenciais investidores brasileiros está focado em alcançar o fechamento de negócios. “Todas estas empresas, que são referências, identificaram o Brasil como um mercado com potencial enorme de negócios, oferecendo excelentes oportunidades”, afirma Claudia Bittencourt, diretora do Grupo BITTTENCOURT.

A Rodada de Negócios Internacional acontecerá entre os dias 26 e 27 de Abril, durante o Fórum Internacional

Serviço:
Rodada de Negócios Internacional
Data: 26 e 27 de abril
Hotel Renaissance
Inscrições: fabiane@bcef.com.br
Telefone: (11) 3660-2201

2º Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios
Data: 26 e 27 de abril – São Paulo
Local: Hotel Renaissance – Alameda Santos, 2233 – Jd Paulista - SP
Valor: R$1.950,00 (valores promocionais para clientes, associados ABF e participantes do 1º Fórum)
Mais informações e Inscrições: (11) 3660-2202 / forum@bcef.com.br
Home page: http://www.forumdefranquias.com.br/

Curso de Formação de Gerentes da faculdade da CDL/BH

Curso de Formação de Gerentes da faculdade da CDL/BH
A Fatec Comércio, faculdade da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte (CDL/BH), está com inscrições abertas para o curso Formação de Gerentes. O objetivo do curso é desenvolver, nos participantes, as características essenciais de um gestor integrado com a dinâmica do mercado atual. O curso reforça os processos de administração, gestão de pessoas, comunicação e delegação dos profissionais, além de ampliar a visão empresarial.

Podem se inscrever gerentes, supervisores, coordenadores e demais profissionais que lidam com pessoas em condições de subordinação, além daqueles que têm interesse em desenvolver habilidades para liderar equipes e melhorar a obtenção de resultados.
As aulas vão do dia 09 de maio a 09 de junho das 19h às 22h15. As inscrições podem ser feitas pelo telefone (31) 3249-1660 ou pelo site http://www.fateccomercio.edu.br/

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Arezzo decide recolher coleção com peles verdadeiras.

Imagem da nova coleção "Pelemania" da Arezzo, que será retirada das lojas


Em comunicado oficial, reproduzido via mídias sociais (Twitter e Facebook), a Arezzo decidiu, nesta segunda (18), retirar os modelos da coleção "Pele Mania" das lojas.

A minicoleção, que usa pele de raposa, ovelha e couro natural, causou o furor de internautas e protetores dos animais no último final de semana, com manifestações via Twitter e Facebook e até uma convocação para uma manifestação na porta de uma das lojas da marca de calçados e acessórios.

No início da tarde, a polêmica já era o segundo tópico mais comentado do Twitter no Brasil.


Montagem feita pelo Projeto SalvaCao
publicada no Twitter contra a
linha Pelemania, da Arezzo




 Leia abaixo o comunicado da empresa na íntegra.

"Prezados consumidores,


A Arezzo entende e respeita as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios.


Por isso, vimos por meio deste nos posicionar sobre o episódio envolvendo nossas peças com peles exóticas - devidamente regulamentadas e certificadas, cumprindo todas as formalidades legais que envolvem a questão.


Não entendemos como nossa responsabilidade o debate de uma causa tão ampla e controversa.


Um dos nossos principais compromissos é oferecer as tendências de moda de forma ágil e acessível aos nossos consumidores, amparados pelos preceitos de transparência e respeito aos nossos clientes e valores.


E por respeito aos consumidores contrários ao uso desses materiais, estamos recolhendo em todas as nossas lojas do Brasil as peças com pele exótica em sua composição, mantendo somente as peças com peles sintéticas.


Reafirmamos nosso compromisso com a satisfação de nossos clientes e com a transparência das atitudes da Arezzo.


Atenciosamente,
Equipe Arezzo"



Fonte: UOL

Fleury vai unir 13 laboratórios em uma só marca

Fleury vai unir 13 laboratórios em uma só marca
Após um ano e meio de estudos, o Fleury definiu como será sua estratégia de crescimento nas regiões fora do Estado de São Paulo. Nos outros Estados brasileiros, a empresa de medicina diagnóstica de alto padrão é desconhecida e o poder aquisitivo em outras regiões costuma ser menor em relação ao dos clientes paulistas. Há alguns anos, o Fleury tentou entrar no Rio e em Brasília, mas a expansão foi tímida, com apenas uma unidade em cada uma dessas cidades. Com essa experiência na bagagem, a empresa agora montou uma estratégia nacional.

O Fleury vai unificar 13 laboratórios em uma única marca, cujo nome não foi revelado e será anunciado ao mercado no fim de maio. A ideia é atender os públicos das classes B e C com essa nova marca. A nova marca do grupo Fleury chega ao mercado com cerca de 100 unidades distribuídas em São Paulo, Bahia, Paraná, Pernambuco, Rio e Rio Grande do Sul. Serão mantidas as marcas paulistas Fleury e Campana, a gaúcha Weinmann, a carioca Lab's e a baiana Diagnosson. Os laboratórios Criesp, Lego, URP, Biesp e Di (São Paulo), Qualitech (Bahia), Champagnat (Paraná), Paulo Loureiro (Pernambuco), Helion Póvoa, Daflon, Maiolino e Centro de Mastologia (Rio) e Faillace (Rio Grande do Sul) terão seus nomes alterados para a nova marca.

Fonte: Valor Econômico (via GSMD)

Passeio Shopping lança promoção para o Dia das Mães

Passeio Shopping lança promoção para o Dia das Mães
O Passeio Shopping preparou uma promoção especial no modelo comprou-ganhou para o Dia das Mães. Nas compras acima de R$ 100, acrescentando mais R$6 os clientes poderão trocar a nota fiscal por uma linda almofada temática para presentear a mamãe no seu dia. O mimo estará disponível em três modelos exclusivos. A campanha "Passeio Shopping, amor que está presente no seu dia a dia" se estenderá até as comemorações do Dia dos Namorados. Por isso as trocas serão realizadas no período de 18 de abril a 18 de junho, no 2º piso do shopping).
De acordo com a gerente de Marketing do Passeio Shopping, Samantha Schulvater, a expectativa é de que o shopping registre aumento de 30% no fluxo de clientes e nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. O investimento na campanha é de R$ 70 mil.

Caxias Shopping vai presentear as clientes com carteiras exclusivas no Dia das Mães

Caxias Shopping vai presentear as clientes com carteiras exclusivas no Dia das Mães
O Caxias Shopping preparou uma campanha especial para o Dia das Mães que vai presentear as clientes com uma linda carteira de mão. São quatro modelos com estampas diferentes e exclusivas. A idéia da campanha é dar um presente bonito e com muito estilo na data mais feminina do ano. A promoção será no formato "comprou-ganhou". Apresentando R$ 200,00 em notas fiscais de compras feitas nas lojas do Shopping, o cliente acrescenta R$ 4,00 e ganha a linda carteira. São quatro opções de estampas exclusivas. Por isso, os clientes podem colecionar o mimo. A troca das notinhas vai de 26 de abril a 8 de maio. "O Dia das mães é a segunda maior data para o varejo. Percebemos que nossos clientes aprovam esse modelo de promoção e que participam bastante. Por isso, pensamos nesse brinde especial", explica Cristiana Legey, Gerente de Marketing/ Comercial do Shopping. A expectativa é de que o período do Dia das Mães em 2011 registre um aumento de 18% no tráfego de clientes e 20% nas vendas em relação ao mesmo período do ano passado. A campanha é fruto de um investimento de R$ 150 mil.

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Vivo inaugura loja conceito no Barra Shopping (RJ)

Com o projeto de design desenvolvido pelo GAD’, o espaço proporciona ainda mais conforto e maior qualidade para a recepção dos clientes

A Vivo continua investindo no novo conceito de ponto de venda, com lojas totalmente remodeladas e com alto índice de utilização de recursos sustentáveis. Depois de ter apresentado duas unidades, em São Paulo e Brasília, chegou a vez do Rio de Janeiro receber a loja-conceito da Vivo, na Mega do Barrashopping, inaugurada no último dia 8 (sexta-feira).

O projeto de design da Mega foi desenvolvido pelo GAD’Retail, operação do GAD’ especializada em varejo, que vem assessorando a Vivo desde 2007, concentrando-se em ações de merchandising nas lojas da companhia e envolvendo itens como funcionalidade (arquitetura, mobiliário, iluminação), organização de produtos e serviços, linguagem de comunicação específica e suportes adequados.

A utilização de materiais sustentáveis e ecologicamente corretos permeia diferentes partes da loja Mega, que ocupa uma área de 331 metros quadrados. Entre os destaques estão o piso sintético, elaborado com 67% de material reciclado e os expositores plásticos recicláveis, que possibilitam maior economia de matéria-prima e energia. Além das paredes, que foram pintadas com tinta ecologicamente correta, da iluminação composta por LEDs, tecnologia que consome menos energia e tem maior durabilidade e do mobiliário, que só utiliza madeiras certificadas.

Idealizada para assegurar um atendimento mais personalizado e direto, a loja possibilita que o mesmo consultor atenda o cliente do começo ao fim. No espaço estão distribuídas diversas cadeiras e móveis, como em um lounge, para que os consumidores efetuem a aquisição de produtos e serviços com ainda mais comodidade.

Outra inovação é que não há na loja mais o modelo de balcão, de forma que a solicitação do cliente pode ser finalizada de onde ele estiver acomodado – seja qual for a forma de pagamento. Um time de consultores foi capacitado para efetuar essa nova modalidade de atendimento, que assegura maior satisfação dos clientes e menor tempo de espera na loja.

Clientes poderão ainda participar de workshops e palestras consultivas sobre serviços e lançamentos de novos aparelhos da Vivo, ministradas por uma equipe técnica capacitada e apta a solucionar as dúvidas sobre perfil de uso e de funcionalidades disponíveis nos terminais desejados.

Tecnologia de ponta e a serviço do cliente

A nova loja também conta com a tecnologia touch screen, que consiste em oferecer displays onde os clientes acessam informações específicas sobre produtos e serviços, e a vitrine interativa, em que são exibidos vídeos, promoções e propagandas da companhia.

Por meio de dois terminais de auto-atendimento com chat e videoconferência, os clientes usam o recurso de áudio e vídeo para efetuar consultas de saldos pré-pagos, programas de pontos pós-pago, valores de faturas e para tirar dúvidas.

A loja da Vivo no Barrashopping, na Zona Oeste do Rio, está localizada no Nível Lagoa (ao lado da FNAC). Funciona de segunda a sábado, das 10h às 22h, e no domingo, das 14h às 20h.

Sobre Gad’Retail:

Empresa oferece soluções de inteligência estratégica de varejo com foco na experiência de marca. O Gad’Retail disponibiliza serviços que abrangem projetos de arquitetura, ambientação e merchandising, aliando soluções de negócio com resultados tangíveis. Compõe a consultoria de serviços de marca GAD’, que possui expertise de 25 anos no segmento. Em sua cartela de clientes figuram as empresas Ipiranga, Mercur, CPFL Energia, Gerdau e Vivo, entre outras. Mais informações no site: http://www.gad.com.br/ 

Sobre a Vivo

A Vivo (Bovespa: VIVO3, VIVO4; NYSE: VIV), empresa do Grupo Telefônica, é a líder do mercado de telecomunicações móveis no Brasil desde sua criação, em abril de 2003, e hoje possui mais de 60 milhões de clientes. A empresa é destaque em todos os indicadores de desempenho e qualidade avaliados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Esse desempenho é resultado do trabalho de mais de 30 mil colaboradores diretos e indiretos, focados diariamente em garantir a qualidade em todos os pontos de contato do cliente com a marca Vivo. A empresa investe continuamente para construir e manter a maior e melhor rede de telecomunicação móvel do País, com 3.647 municípios cobertos (90,2% da população).

Em junho de 2010, lançou o Plano Vivo Internet Brasil para ampliar a cobertura de sua rede 3G. Hoje já são mais de 1.320 que contam com a rede com de Terceira Geração (3G) da Vivo, que possibilita o acesso móvel à internet em alta velocidade. Até o final de 2011 esta rede estará disponível para 85% da população brasileira, em 2.832 municípios.

A marca Vivo está ligada aos esportes, à cultura e à responsabilidade sócio-ambiental. A empresa é patrocinadora da Seleção Brasileira de futebol e das tradicionais equipes de vôlei Vivo/Minas e de basquete, o Vivo Franca Basquetebol Clube. O Conexão Vivo e o Vivo arte.mov são programas de destaque na área cultural ao inovar na expressão artística e abrir espaço para diferentes e ecléticos estilos.

A empresa atua em rede para promover a inclusão digital, social e cultural. Com apoio do Instituto Vivo, promove iniciativas voltadas à educação e à difusão de novas formas de aprendizagem. O cuidado com o meio-ambiente fez a Vivo desenvolver pioneiramente um programa de reciclagem de aparelhos celulares, baterias e acessórios, que já coletou mais de 2,5 milhões de itens.

O reconhecimento do trabalho da Vivo está em diversos prêmios de renomados institutos e publicações. A empresa é uma das melhores para se trabalhar, de acordo com a Revista Você S.A. e o Great Place To Work Institute. A Vivo foi destaque em melhores práticas na relação com os investidores do setor de Telecomunicações, Mídia e Tecnologia pela Institutional Investor. Além disso, a Vivo é a maior e a melhor Empresa do Setor de Telecomunicações pelo ranking Valor 1000, do jornal Valor Econômico; a Empresa mais Admirada do Brasil no setor de Telecomunicações Móveis, pela Revista Carta Capital; a Empresa de Maior prestígio do Brasil, pela Revista Época Negócios; Top of Mind pelo Datafolha; e Empresa da Década na relação com o consumidor, pela Revista Consumidor Moderno.


Livro Sugerido: Administração de Varejo - Fauze Najib Mattar

Atenta a um dos setores mais produtivos e lucrativos do país, o varejo, a Editora Campus/Elsevier está lançando o livro Administração de Varejo, do autor Fauze Najib Mattar. A obra é um manual completo sobre Gestão de Varejo e pretende auxiliar tanto profissionais quanto estudantes deste importante segmento a entenderem a sua dinâmica e a conhecerem os conceitos, técnicas e metodologias para atuarem com sucesso.

Ao longo dos seus 14 capítulos, divididos em três partes, os leitores serão expostos ao ambiente do setor e a ferramentas que os ajudarão a fundamentar suas tomadas de decisões. O prefácio da obra é assinado por Paulo Quaglia, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD).

Cada capítulo contém, além do texto, ricas ilustrações e fotos exemplificando o conteúdo apresentado, casos ilustrativos e exercícios. A editora ainda disponibiliza aos leitores, em cada exemplar, um código individual (PIN). Com ele, é possível acesso a diversos artigos, casos, pesquisas e exemplos entrando no site da Campus/Elsevier (www.elsevier.com.br).

Entre os principais tópicos de Administração de Varejo destacam-se a Natureza, Histórico e Importância do Varejo; Funções e Tipos do Varejo; Comportamento de compra do Consumidor; Planejamento estratégico; Gestão da Informação; Localização de varejo; Gestão financeira, de organização e de pessoas; entre outras.

O mestre e doutor em Administração, Fauze Najib Mattar, informa que o título aplica-se aos estudantes de Graduação e de Pós-Graduação em Administração, Economia, Contabilidade, Engenharia de Produção,Comunicação, Relações Públicas, Propaganda e Marketing, notadamente das cadeiras de Varejo, Marketing, Logística, Finanças e Propaganda e de MBAs, que necessitem de um texto completo sobre Gestão do Varejo.

Livro Sugerido: O Preço Inteligente - Jagmohan Raju e Z. John Zhang

Com o objetivo de oferecer aos executivos de marketing, produtos e estrategistas corporativos diversas abordagens inovadoras de precificação, além de insights e pesquisas que fundamentaram sua criação, a Editora Campus/Esevier lança aqui no Brasil o livro O Preço Inteligente — Estratégias Inovadoras de Preços para Criar Valor e Transformar Mercados. A obra é de autoria dos professores Jagmohan Raju e Z. John Zhang, da renomada Wharton School, nos Estados Unidos. O título traz ainda novas maneiras de ajustar a oferta correta ao cliente certo no momento oportuno. O leitor também conferirá dicas preciosas de como planejar e executar uma guerra de preços para conquistar novos territórios de venda e do que você pode abrir mão, do que não pode e como se defender do “grátis”.

O livro, traduzido por Ricardo Bastos Vieira, apresenta ainda exemplos ilustrativos do mundo dos negócios, que vai de restaurantes em que os clientes é que estabelecem o preço a como o Google e outras empresas de alta tecnologia adotam estratégias de preços para reestruturar setores. Uma outra parte que chama a atenção dos leitores é entender como os executivos chineses obtêm sucesso iniciando e mantendo guerras de precificação para conquistar novos mercados.

Divido em 10 tópicos principais, o exemplar aborda os temas que vão de Digitais da mão invisível; Estratégia de preço “Pague quanto quiser”; Por que as melhores coisas da vida são grátis; A arte da guerra de preços; Pensando pequeno; A Redução do preço de venda para estimular a demanda (Markdown); Diga o seu preço a Pague se funcionar.

MegaMatte chega a 80 unidades em funcionamento no Sudeste

MegaMatte chega a 80 unidades em funcionamento no Sudeste
A rede MegaMatte inaugurou cinco unidades nos primeiros três meses de 2011 chegando a loja de número 80 com a MegaMatte Recreio Shopping, aberta no último dia 9. As outras unidades foram abertas na Praça Mauá, no Boulevard Shopping, Shopping São Gonçalo, em Icaraí, Niterói. Para 2011, a expectativa é terminar o ano com 130 contratos de franquias assinados, 100 já estão em fase de conclusão para início de operações até dezembro.

Inaugurada em 1994, com a primeira loja no bairro Largo do Machado, Rio de Janeiro, desde então, suas operações vêm despertando interesse de empreendedores decididos a abrirem um negócio próprio no setor de alimentação. A rede agora reforça sua presença em São Paulo. O diferencial da marca está na venda do mate 100% natural produzido com erva-mate orgânica, sendo a única neste segmento que não usa xarope na composição do seu principal produto.

E os números da rede confirmam o sucesso da marca. Em 2010 a MegaMatte alcançou a meta desejada, com 100 contratos assinados e reserva de espaços no Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Bahia. Foram abertas 24 lojas o que resulta no crescimento de 44% no número de lojas comparado com 2009. Já o faturamento aumentou em 42% em relação a 2009 e nenhuma loja foi fechada. A MegaMatte está presente em ruas e shoppings centers.

De olho nos clientes, a MegaMatte colocou a venda pão de queijo, pão de queijo de soja e broinhas de milho congelados para serem feitos em casa. Os produtos, chamados “megacongelados”, estão à venda em todas as 76 lojas em embalagens. O produto amplia o cardápio da casa que já conta com opções como salada de frutas, açaí, pastel integral, sanduíche natural, entre outros itens saudáveis. O objetivo da rede é oferecer uma alimentação rápida, porém balanceada e natural.

No último dia 4, a rede fez sua primeira grande oferta de venda coletiva focada em suas oito unidades localizadas em São Paulo em parceria com o site Peixe Urbano. A promoção traz alimentos com qualidade saudáveis com 50% de desconto em 12 Pães de Queijo + Matemaltine + Croissant de Chocolate no MegaMatte (de R$13,20 por R$6,60), o Trio Maravilha, vendido em São Paulo, Grande ABC e Osasco. Em fevereiro a rede fez uma promoção também com o Peixo Urbano para o Rio de Janeiro oferecendo o MegaTrio (salada de frutas + pães de queijo + mate fruta). Na ocasião, em 24 horas foram realizadas 9.810 compras, o dobro do esperado, com uma média de 6,8 MegaTrios por minuto. O retorno foi de R$ 67.689,00 e a rede deve faturar R$ 30.000,00 com a promoção.

Além de ações promocionais a MegaMatte também tem um posicionamento voltado para a qualidade de seus produtos e bem-estar de seus clientes. De acordo com a diretora executiva, Fátima Rocha, o conceito de alimentação saudável, o preço competitivo e a diversificada linha de produtos atraem diversos públicos e garantem o sucesso da marca. Na área socioambiental, há a adesão ao Comércio Justo e Solidário, modelo de negócio europeu que preconiza transações econômicas transparentes entre fornecedor e franquia. A MegaMatte também substituiu os antigos copos de plástico por copos de papel proveniente de reflorestamento. Ações como essas renderam a empresa diversas premiações. Agora a franqueadora está inserida no Programa Franchising de baixo Carbono promovido pela Associação Franquia Sustentável (AFRAS-ABF) e vai incluir em seu funcionamento mecanismos para contabilizar, reduzir e compensar a emissão de gases de efeito estufa (GEEs). Cerca de cinco unidades franqueadas devem participar do programa para, juntas, inventariarem as emissões geradas com o consumo de energia, água, efluentes líquidos e resíduos sólidos.

Jay Highland, da Chute Gerdeman no Inspiração 2011

Jay Highland, da Chute Gerdeman no Inspiração 2011
A convite da FAL, Jay Highland, da Chute Gerdeman, é o novo palestrante do Inspiração 2011 SwitchON. Sua palestra tem como tema ‘Queria que você estivesse aqui: um panorama sobre o varejo do mundo todo e de todo mundo’.
A Chute Gerdeman foi a empresa responsável pelo novo projeto da C&A, no Shopping Iguatemi, SP.

Jay Highland, como vice-presidente de Brand e Marketing da Chute Gerdeman Retail, está a frente de uma equipe que cria e desenvolve programas de comunicação de marca para varejistas, restaurantes e fabricantes de bens de consumo. Com uma sensibilidade sofisticada em design e com uma mente extremamente analítica, Jay mistura estratégia e estética de uma maneira quase imperceptível, criando identidades e expressões de marcas que ressoam entre consumidores e clientes. Sua habilidade de dirigir e motivar equipes, criar estratégias, executar grandes ideias e estabelecer parcerias eficientes com clientes tornou Jay um membro de valor inestimável da equipe Chute Gerdeman Retail.

O expertise de Jay em identidade de marca e em estratégia de marketing inclui o desenvolvimento de comunicação interativa de toda área interna de lojas, mensagens, embalagens e impressos. Ele já dirigiu ações de comunicação estratégica para clientes como: American Greetings, Bank of the West, C&A Brasil, Champion Sportswear, Dell, Dunkin’ Donuts, Hanesbrands Inc., Kika (Austria), Kohl’s, Levi Strauss, Lowe’s, Matte, PETCO e RadioShack.

Para saber mais: http://inspiracao2011.com.br/

2° Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios contará com um dos ícones do franchising mundial

2° Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios contará com um dos ícones do franchising mundial
O australiano John O'Brien, CEO da PoolWerx Corporation tem uma vasta e relevante experiência no setor

Realizado pelo Grupo Bittencourt, o 2° Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios que será realizado de 26 a 27 de abril no hotel Renaissance em São Paulo, tem como o tema: “Educação e Gestão de Talentos nas Redes de Franquias e Negócios” um tema que apresenta um dos grandes desafios nas redes de negócios em um momento onde as pessoas apresentam o maior diferencial.

O objetivo do evento é discutir as melhores práticas nas redes de negócio e gestão de talentos, o evento terá palestrantes internacionais e nacionais para uma troca de experiência mundial para os participantes.

Um dos destaques do Fórum será a presença de John O'Brien, presidente e CEO da PoolWerx Corporation, que ministrará a palestra “Motivação e Gestão de Talentos nas Redes de Franquias e Negócios”. Considerado um ícone do franchising na Austrália, tem uma vasta e relevante experiência no setor e estruturou 5 redes sucessivas de franquias antes de criar a PoolWerx, levando sua sólida experiência de 25 anos de dedicação intensa à rede.

O'Brien foi Gerente de Desenvolvimento de Franquias de uma grande corporação, atuou no Conselho de Franquias para o Master Franqueado do ano na Austrália e foi duas vezes Franqueador do Ano pela FCA.

Ele também atua como presidente no Conselho de Franquias da Austrália e Conselho de Franquias da Ásia-Pacífico e é Co-presidente do Conselho de Mundial de Franchise. Colabora para a estabilidade e inclusão das redes de franquia e adquiriu boa reputação pelo desenvolvimento progressivo e estratégias efetivas para redes de franquias, além de ser conselheiro do governo australiano sobre questões relativas ao franchising.

SERVIÇO
2º Fórum Internacional de Gestão de Redes de Franquias e Negócios
Data: 26 e 27 de abril – São Paulo
Local: Hotel Renaissance – Alameda Santos, 2233 – Jd Paulista - SP
Valor: R$1.950,00 (valores promocionais para clientes, associados ABF e participantes do 1º Fórum)
Mais informações e Inscrições: (11) 3660-2202 / forum@bcef.com.br
Hotsite: www.forumdefranquias.com.br

quarta-feira, 13 de abril de 2011

POPAI Brasil promove evento "Tendências e Novidades" sobre feiras internacionais,

POPAI Brasil promove evento "Tendências e Novidades" sobre feiras internacionais,
Evento, que acontece no espaço APAS, discutirá as soluções apresentadas para a indústria do varejo na Globalshop, Euroshop e na NRF
O POPAI Brasil, associação dedicada ao desenvolvimento e valorização do marketing no ponto de venda, promove, no próximo dia 14 de abril, o tradicional evento "Tendências & Novidades - Feiras Mundiais". Com destaque para as edições 2011 da NRF, Euroshop e Globalshop, o evento acontece na sede da Associação Paulista de Supermercados (APAS), em São Paulo, a partir das 8h30. As inscrições podem ser realizadas pelo telefone (11) 3016-9777 ou pelo endereço popai@popaibrasil.com.br

O evento do POPAI Brasil tem como objetivo debater as novidades e soluções para o varejo propostas pelas feiras, bem como as possibilidades de implementação no varejo brasileiro.

A Globalshop, que aconteceu até o início de abril, em Las Vegas, destacou os novos processos de compra, com destaque à importância dos smartphones. A Euroshop, realizada no final de fevereiro, em Düsseldorf, na Alemanha, e com mais de 100 mil visitantes, destacou a importância do conteúdo, além da tecnologia, e a integração de elementos visuais, auditios e olfativos no varejo. A NRF, o maior evento com foco em varejo dos Estados Unidos, que aconteceu em janeiro, abordou a questão da integração entre mobile e lojas físicas e a importância da personalização da mensagem transmitida ao consumidor.

O encontro é direcionado a profissionais da indústria, do varejo, de agências e de empresas fornecedoras de materiais de pontos de venda e contará com apresentação de executivos de grandes companhias nacionais e multinacionais que acompanharam os eventos.

"Nosso objetivo é levar as principais novidades apresentadas nestes eventos, e que deverão ser realidades em todo o mundo nos próximos anos, a profissionais que não puderam participar das feiras. Também faz parte do encontro o debate das técnicas e estratégias que poderão ser implementadas no varejo brasileiro", afirma Luciana Barreto, diretora-executiva do POPAI Brasill.

As inscrições para participação no evento podem ser feitas até o próximo dia 13 de abril, pelo telefone (11) 3016-9777.

SERVIÇO:
Seminário "Tendências & Novidades - Feiras Mundiais 2011"
Data: 14 de abril, das 8h30 às 12h30.
Local: Espaço APAS
Endereço: R. Pio XI, 1.200 - Alto da Lapa - São Paulo

terça-feira, 12 de abril de 2011

Empresas e consumidores têm visões diferentes sobre mídias sociais

Empresas e consumidores têm visões diferentes sobre mídias sociais
Um estudo realizado nos Estados Unidos pela IBM mostra que muitas empresas estão perdendo oportunidades de usar as mídias digitais para aumentar suas vendas, por conta de um entendimento equivocado do que os consumidores querem com esse canal de relacionamento. Segundo o estudo, os consumidores disseram querer interagir com as empresas em redes sociais para receber descontos e fazer compras, itens que ficaram muito abaixo na lista de razões apontadas pelas empresas, que valorizaram mais aspectos como a possibilidade de conexão com as marcas.

Fonte: Mercado & Consumo

Indústria nacional quer recuperar mercado de brinquedos

Indústria nacional quer recuperar mercado de brinquedos
A Associação Brasileira dos Fabricantes de Brinquedos (Abrinq) conversa com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) para voltar a frear a concorrência dos produtos importados da China.

Os importadores, segundo o presidente da entidade, Synésio Batista da Costa, têm vantagens como um câmbio com defasagem de no mínimo 45%; isenção de cobrança de tributos trabalhistas, que não são pagos na China; 15% de vantagem, em média, para desembarque nos portos de Vitória (ES), Manaus (AM) e portos secos; taxas de juros mais convidativas; e subfaturamento. Por isso, a Abrinq está propondo ao governo a adoção de medidas como impedir que brinquedos chineses cheguem com certificado do Inmetro (testes deverão ser feitos no Brasil); redução de alíquotas para fabricação de brinquedos; importações desembarcadas exclusivamente pelo porto de Santos (SP) e tributadas na liberação, e impedimento para importação por tradings. A meta é ganhar quanto for possível de participação de mercado dos chineses, recuperando parte do que os brinquedos fabricados naquele país tiraram dos fabricantes nacionais nos últimos anos.

Fonte: Mercado & Consumo

segunda-feira, 11 de abril de 2011

GAD’ assina reposicionamento da Lubrax

Reposicionamento da marca Lubrax, foi desenvolvido pelo GAD’ durante dois anos e contemplou desde a atualização de logo à arquitetura de produtos
Uma remodelação completa da marca, com o objetivo de modernizar e simplificar o portifólio de produtos. Com essa finalidade, o GAD’, maior consultoria de branding e design do país, desenvolveu um trabalho de reposicionamento da marca Lubrax – líder nacional no mercado de lubrificantes há mais de 30 anos -, que foi lançado no último dia 3 no mercado.

Durante dois anos, o GAD’ desenvolveu um grande projeto da marca Lubrax a partir de pesquisas em pontos de venda, postos de gasolina e de troca de óleo e, também, junto a consumidores. A grande complexidade do trabalho foi aliar um conceito a toda a linha de produtos, pela sua dimensão e amplitude, incluindo as áreas automotiva, industrial, de aviação, ferroviária e marítima, com mais cem SKU’s. Focado em duas famílias de produtos básicos e avançados, o GAD’ desenvolveu a atualização do logo e da sua linguagem, criou o manual de identidade da marca, definiu a nova arquitetura de produtos, contemplando a estrutura de namings, criou o novo design das embalagens, incluindo novos rótulos e shapes.

A nova proposta incorporou conceitos mais próximos do consumidor final, com uma linguagem menos técnica e mais amigável. O novo shape dos frascos focou não só o viés estético, mas também as questões funcionais, com formato mais ergonômico e moderno, proporcionando um melhor manuseio dos produtos. Aspectos técnicos frente às necessidades das plantas de envase também tiveram que ser considerados, já que o sistema existente não permitia grandes intervenções. Para ajudar na arquitetura do mix de produtos, foram assumidas as cores verde e amarelo para posicionar os tipos de óleo, definindo suas categorias como Básico ou Avançado. Na rotulagem, as imagens e cores complementares traduzem os aplicativos para os diversos tipos de veículos.

Já o novo desenho da marca teve a função de revitalizar Lubrax sem desconsiderar sua origem. Lubrax se torna mais contemporânea, com melhor legibilidade e mais personalidade. O traço sobre BR ganha um degradê com cores que denotam evolução e velocidade.

Desde dezembro de 2010 foram desenvolvidas ações segmentadas de comunicação para grandes clientes, revendedores e outros agentes da cadeia de negócios dos lubrificantes Lubrax, informando a substituição pelas novas embalagens e rótulos no mercado. Com o slogan “Linha Lubrax, sua melhor escolha, fácil”, a campanha, desenvolvida pela agência Master, foi lançada no dia 3 pela Petrobras Distribuidora, com peças que serão veiculadas nos meses de abril e maio em onze cidades prioritárias.

 

Postos do Grupo Pão de Açúcar fortalecem promoções em abril

Postos do Grupo Pão de Açúcar fortalecem promoções em abril
=Com os feriadões e datas comemorativas, abril é um dos meses mais movimentados no Grupo Pão de Açúcar e os postos da companhia não ficam de fora disso. Todos os negocios e formatos da empresa desenvolveram campanhas e promoções para oferecer qualidade, preço e praticidade aos clientes. Esse mês, os mais de 80 postos do Grupo trazem duas promoções especiais para aproveitar o maior fluxo nas estradas esse durante os feriados.

Os motoristas que abastecerem acima de 25 litros, pagando R$2,99, ganham squeezes exclusivos. No total, são cinco modelos diferentes para colecionar. Além disso, com a força de negociação do maior grupo de distribuição do país, os postos trazem uma promoção especial. Mais de três mil limpa-vidros por apenas 9,90. Uma economia de mais de 23%.

As campanhas contemplam todos os combustíveis comercializados nos postos do Grupo através das bandeiras, Pão de Açúcar, Extra, CompreBem e Sendas. “Esperamos incrementar nossas vendas, aproveitar a movimentação natural que acontece nas estradas brasileiras em abri e deixar claro para os nossos consumidores que preço baixo e garantia de qualidade só nos postos do Grupo”, afirma Sérgio Groba, gerente de Postos de Combustível do Grupo Pão de Açúcar.

Os Postos ainda oferecem condições especiais de pagamento ao utilizar os Cartões do Grupo Pão de Açúcar.

Sobre os postos do Grupo Pão de Açúcar

O Grupo Pão de Açúcar inaugurou o primeiro posto de combustível na loja Extra Carapicuíba, em 1998. Atualmente a empresa conta com 80 postos, sendo 05 Pão de Açúcar, 10 CompreBem, 62 Extra, 03 Sendas / ABC CompreBem, que operam nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Goiás, Paraná, Minas Gerais, Piauí, Pernambuco, Alagoas e Paraíba. Cada posto gera, em média, 15 empregos diretos – frentistas e caixas – além de outros 300 indiretos para construção e instalação de cada posto.

Todos os postos de combustível da companhia oferecem gasolina comum, gasolina aditivada e etanol hidratado. Além disso, algumas unidades contam também com gasolina premium, óleo diesel e GNV (Gás Natural Veicular). Os combustíveis revendidos pelas marcas da companhia saem de bombas digitais e equipamentos de última geração – ecologicamente corretos – licenciados e certificados.

Graças ao grande volume comercializado, em todas as marcas da empresa o consumidor encontrará preços extremamente competitivos e combustíveis com qualidade superior. A preocupação com a qualidade do combustível é uma característica de todos os postos do Grupo Pão de Açúcar, que atestam, com a sua marca, a qualidade de cada gota que sai das bombas.

O controle começa por um rigoroso processo com testes realizados no próprio fornecedor. Em seguida, ao chegar ao posto, especialistas coletam uma nova amostra dos caminhões e testam os produtos pela segunda vez. E, para garantir ainda mais a qualidade do combustível oferecido aos consumidores, o Grupo contratou laboratórios de controle de qualidade para um teste final, antes da venda do produto: o combustível é testado três vezes antes de chegar ao consumidor.

O posto de combustível, que funciona todos os dias, é mais uma opção para que o consumidor tenha toda a comodidade e segurança ao abastecer seu carro e fazer suas compras de supermercado num único local com total segurança . Nos postos do Grupo Pão de Açúcar são aceitos como forma de pagamento todos os cartões de crédito e débito, além do cartão da rede, que dá prazo de até 70 dias para pagamento.

Recentemente, em outubro de 2009, o Grupo Pão de Açúcar assumiu a gestão dos postos de combustível da rede Duque, composta por 36 unidades além de 24 lojas de conveniência, localizadas em pontos estratégicos da cidade de São Paulo.

Maria Filó inaugura duas novas lojas em São Paulo

Marca carioca consolida presença no Estado e chega aos shoppings VillaLobos e Granja Vianna


A marca carioca Maria Filó aposta no mercado paulistano e pretende ampliar sua presença no Estado este ano. A grife feminina acaba de inaugurar duas lojas em São Paulo, nos shoppings VillaLobos, na Zona Oeste da capital e Granja Vianna, em Cotia. Com investimento de cerca de R$ 1,8 milhão, as unidades traduzem os estilos romântico e moderno característicos da marca.

Trazendo o tricô como destaque desde seu surgimento, há 14 anos, a grife tem nas novas vitrines roupas de meia-estação para o Inverno 2011, que tem o tema “Meu Pequeno Ateliê”. Peças clássicas como trench coats e casacos militares compõem a coleção, que ganha leveza nas combinações com macacões estampados, blusas de tule e vestidos rendados em tons pálidos. O universo de sapatos e acessórios é composto por coturnos, oxfords e bolsas em couro sóbrio, além de colares de pérolas e correntes com pingentes de camafeus, laços e flores.

Hoje presente em 13 estados, a Maria Filó já possui três lojas na capital paulista e planeja consolidar sua presença São Paulo com a inauguração, ainda este ano, de outras quatro unidades próprias, além da abertura de uma franquia em Alphaville (Barueri/SP).