segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Gasto mensal de famílias com viagens é de R$ 50,16

Pesquisa do IBGE estuda orçamentos domésticos

A despesa média mensal com viagens das famílias chegou a R$ 50,16, de acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) 2008-2009, divulgada no último dia 14 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).


O estudo mostra que, quanto maior a renda e o nível de escolaridade, mais as famílias gastam. Para aquelas com rendimentos superiores a R$ 3.015 mensais, a despesa média foi de R$ 147,63. O valor é equivalente a quase o triplo da média nacional e quase 18 vezes maior que o gasto das famílias com renda mensal de até R$ 910.

Quando o recorte é o nível de escolaridade, observa-se que quando o representante da família tem, pelo menos, nível médio incompleto, a despesa média mensal familiar é de R$ 187,61. Isso representa quase quatro vezes a média nacional (R$ 50,16) e mais de oito vezes a estimativa das famílias cuja escolaridade da pessoa referência era o nível fundamental ou menos.

O transporte e a alimentação, com 48,7% e 22,6%, respectivamente, foram os itens que mais pesaram nas despesas com viagens das famílias brasileiras. A pesquisa constatou também que a maioria dos gastos, 37,9%, está associada a viagens de lazer, recreio e férias. Em segundo lugar, aparece visita a parentes e amigos (22,3%), seguido de negócios e motivos profissionais (15,8%) e de tratamentos médicos (8%). Depois do transporte e da alimentação, os itens de maior peso nas despesas das famílias são os pacotes turísticos (12%) e alojamento e aluguel de imóveis por temporada (11,6%).

Desembarques domésticos têm novo recorde

O número de desembarques de voos nacionais cresceu 6,96% em agosto, comparado ao mesmo período do ano passado. Foram 6,8 milhões no mês. A movimentação de 7,29 milhões de passageiros nos aeroportos de todo o País representa recorde da série histórica para os meses de agosto.

No acumulado de janeiro a agosto, houve aumento de 8,51% na comparação com 2011. A marca foi de 56,7 milhões de desembarques de voos regulares e não regulares em todo o País, contra 52,27 milhões no ano anterior. Os desembarques domésticos e internacionais são apurados nos 62 aeroportos administrados pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). O ministro do Turismo, Gastão Vieira, afirma que o mercado doméstico continua aquecido mesmo fora dos períodos de férias.


Post Anterior
Próximo Post