Buscar

McDonald’s University completa 15 anos de Brasil

A McDonald’s University, uma das primeiras universidades corporativas do mundo e a primeira do setor de restaurantes, completa no dia 17 de outubro 15 anos. Inaugurada em 1961, em Illinois (EUA), em um restaurante McDonald's, a instituição se destina ao ensino e à pesquisa de todos os aspectos de produção dos alimentos e operação dos restaurantes. Ao longo dos anos, ampliou suas atividades e se tornou o centro global de excelência para o treinamento e desenvolvimento de profissionais. Além da matriz nos EUA, existem outras seis unidades desta universidade no mundo: Brasil, Alemanha, Japão, Inglaterra, China e Austrália. A unidade brasileira, administrada pela Arcos Dorados, é a única da América Latina e oferece cursos e treinamentos para funcionários e parceiros do sistema McDonald’s de 20 países da região.


Uma universidade corporativa sustentável

Com a reforma, as novas instalações foram organizadas para proporcionar o uso racional dos recursos naturais, seguindo um modelo estrutural mais eficiente. O edifício obteve o selo LEED (Leadership in Energy and Environmental Design), já outorgado ao restaurante McDonald's de Bertioga (SP), primeiro restaurante da América Latina a conseguir a certificação que é concedida pelo U.S. Green Building Council a empreendimentos que atendem critérios de sustentabilidade no projeto arquitetônico e na construção. A empresa tem ainda outros dois restaurantes em processo de obtenção do selo na América Latina: na Costa Rica e Argentina.

A preocupação com a sustentabilidade esteve presente em todas as fases da reforma da McDonald’s University. As paredes de todos os pavimentos, incluindo escritórios, sanitários e recepção, foram pintadas com tinta livre de metais pesados, produzida com baixa emissão de poluentes. Houve ainda um gerenciamento de todo o entulho gerado pela obra. Metal, papelão e madeira foram separados em caçambas distintas. Este material foi recolhido por uma empresa especializada e encaminhado para empresas recicladoras. O restante do entulho seguiu para aterros devidamente credenciados. Só de metal, foram encaminhadas para a reciclagem mais de seis toneladas.

Entre outros itens, foram instalados vasos sanitários com válvulas para resíduos líquidos e sólidos, o que pode significar um consumo de água cinco vezes menor se comparado aos modelos convencionais. As torneiras também geram uma grande redução no desperdício de água – até 55% menos do que as torneiras padrão.

Os equipamentos eletrônicos atuam com o sistema Energy, que aumenta o desempenho, e a iluminação conta com o sistema de LED para consumir menos energia com maior potência e vida útil. O projeto de iluminação, além de permitir vários formatos, dependendo da necessidade, prevê o uso racional, fazendo proveito da luz natural que entra nos espaços. O mobiliário foi feito com madeira certificada e o carpete foi fabricado com desperdício mínimo de matéria-prima e energia.

Construída nos moldes da matriz nos EUA, a McDonald’s University no Brasil está instalada em uma área de 3.500 m2. A estrutura, que comporta o atendimento simultâneo a mais de 300 alunos, inclui um auditório para 160 pessoas, salas para aulas e reuniões com cabines de tradução simultânea, o Centro de Nutrição McDonald’s, sala de acervo com livros, vídeos, CDs, revistas e material de treinamento e uma área de convivência com wi-fi. A instituição tem ainda uma quadra esportiva, churrasqueira e uma academia de ginástica que contribuem para a integração de alunos, professores e funcionários.