sábado, 1 de dezembro de 2012

Nova marca LIVO chega ao mercado para revolucionar a forma de comprar e vender óculos de grau e de Sol

Sócios investem em mercado que movimenta cerca de R$ 19 bilhões por ano no Brasil

Acaba de chegar ao mercado a primeira marca brasileira de óculos criada para comercializar óculos de grau e sol, tanto masculinos quanto femininos, exclusivamente via e-commerce. Com o slogan “Um para cada você”, o propósito da LIVO é aliar em um só produto alta qualidade, design, além de forte identidade e irreverência, incentivando as pessoas a assumir suas múltiplas personalidades. Tudo isso a um preço acessível, o que demonstra a preocupação da marca com o bolso do consumidor.




A marca é resultado da união das expertises de três empreendedores: Arthur Blaj, egresso do mercado financeiro, responsável pela parte comercial e administrativa do negócio; Raphael Costa Neves, fundador da agência Wanted, com expertise na criação de cultura de marcas, que cuidará da construção da marca e todas as suas expressões de comunicação; além de Guilherme Freire, engenheiro de produção que cursa MBA em Wharton, e estruturou as áreas de produção e logística.

Todos os óculos da marca são produzidos com materiais de primeira linha: armação de acetato italiano e lentes com anti-reflexo e proteção UVA e UVB. Além disso, pelo valor fixo de R$ 348, os consumidores podem adquirir qualquer um dos 14 modelos desta primeira coleção da LIVO, que, com diferentes opções de cores e lentes, podem resultar em aproximadamente 100 combinações de óculos diferentes.

Para vender seus produtos a R$ 348 e, mesmo assim, manter a qualidade do produto, a LIVO se baseou em um modelo de negócios que exclui os intermediários da cadeia. “Isso diminui bastante nossos custos, o que nos possibilita adotar preços acessíveis, com produtos de alta qualidade e design”, comenta Arthur Blaj. O investimento total no desenvolvimento do projeto somou aproximadamente R$ 500 mil.

“Nosso objetivo ao fundar a LIVO foi criar produtos exclusivos, de altíssima qualidade a preços mais baixos, porque valorizamos o dinheiro dos nossos clientes. Para isso, a alternativa que encontramos foi a comercialização pela internet, já que eliminamos os custos necessários para a manutenção de um espaço físico e também diversos intermediários da cadeia que contribuem para elevação do preço final dos produtos. Queremos que as pessoas mudem a forma como adquirem óculos, então reduzimos os riscos das compras online ao oferecer um serviço ao consumidor pensado para atendê-lo da maneira mais eficiente possível e agregamos ao site ferramentas que ajudam a superar o hábito de só comprar óculos em óticas físicas, como o provador virtual”, explica Arthur Blaj. “Além disso, o mercado de óculos no Brasil movimenta hoje cerca de R$ 19 bilhões por ano, o que mostra o enorme potencial deste segmento”, completa ele.

Post Anterior
Próximo Post