sexta-feira, 26 de julho de 2013

Rosa Valverde prevê abertura de 12 unidades no interior de São Paulo

A marca com 35 anos de atuação no mercado mantém a curva de crescimento na média de 15% ao ano

A Rosa Valverde, rede de lojas de acessórios especializada em semijoias, está priorizando o interior de São Paulo para expandir o seu negócio por meio de franquias. A intenção da marca é conquistar inicialmente cidades vizinhas como Ribeirão Preto, Campinas, Jundiaí, Piracicaba, Sorocaba, São José do Rio Preto, São José dos Campos, Araraquara, Pirassununga e Marília.

Essas regiões têm um enorme potencial de expansão para o negócio, já que estão em constante desenvolvimento, e a melhora da renda da população também estimula o aumento do consumo de produtos de maior valor agregado. A estratégia da Rosa Valverde é uma forma de garantir mais assistência ao franqueado, principalmente nos primeiros meses do negócio. Além disso, a empresa oferece treinamentos constantes para manter a competitividade no mercado. “Sempre promovemos encontros com a equipe para cursos, motivações internas e bom atendimento aos nossos consumidores”, afirma Mara Valverde, uma das sócias do negócio.



Atualmente, a marca possui seis lojas próprias na capital paulista e a expectativa é de inaugurar 12 unidades no interior de São Paulo até o final de 2014 – o que gera em torno de 60 empregos diretos, pois cada unidade funciona com cinco funcionários. Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), a categoria de acessórios pessoais e calçados - que incluem as semijoias - registrou faturamento de R$ 6,2 bilhões em 2012, 14,8% a mais que os R$ 5,4 bilhões de 2011, e essa tendência vêm crescendo com a mudança de perfil da mulher brasileira, que passou a ser mais ativa economicamente.

“Os segmentos com foco em mulher estão entre os que mais crescem. Elas saíram da posição de dona de casa e passaram, em muitos casos, a chefes de família”, avalia Mara Valverde. A diretora de Marketing do Grupo Bittencourt, Lyana Bittencourt, complementa dizendo que os negócios que têm perfil voltado ao público feminino, em geral, são mais propensos a serem geridos por mulheres. “Temos visto cada vez as mulheres buscarem por franquias de acessórios, semijoias, que são ligadas à sua afinidade pessoal”, explica a executiva.

De acordo com o levantamento da Gold Fields Mineral Services - Gold 2013, o Brasil ocupa o 11º lugar entre os países que mais consomem jóias de ouro no mundo, à frente de países como Reino Unido, Japão e Canadá.

Mais informações: http://www.rosavalverde.com.br/

Ficha Técnica – Rosa Valverde

Descrição do negócio: Ano de fundação: 1979 – Brasil
Unidades próprias: 6
Unidades franqueadas:
Taxa de franquia (R$): R$ 35.000,00
Royalties: 15% sobre as compras
Taxa de propaganda: 4% do faturamento bruto
Capital para instalação: R$ 305.000,00 incluso projeto arquitetônico (sem ponto comercial)
Capital de giro: incluso no valor do investimento
Área para instalação (m²): 35
Previsão de retorno: 24 a 36 meses
Faturamento médio por unidade (R$): R$ 80.000,00
Lucro médio mensal: de 07% a 17% do faturamento bruto
Funcionários por unidade: 5
Prazo de contrato: 5 anos
Contato da franquia:
expansão@rosavalverde.com.br ou www.rosavalverde.com.br.
Post Anterior
Próximo Post