Buscar

Vendas nos supermercados crescem 4,43% em 2013

As vendas nos supermercados em dezembro crescem 9,5% em relação a dezembro do ano anterior

O Faturamento Real dos Supermercados no Estado de São Paulo (deflacionado pelo IPS/FIPE) no conceito de mesmas lojas – que consideram os estabelecimentos em operação no tempo mínimo de 12 meses – registrou elevação de 4,43% em 2013, em relação a 2012. Em dezembro houve alta de 9,5% em relação a dezembro do ano anterior, e em comparação com novembro a elevação foi de 18,66%.



No conceito mesmas lojas, o crescimento nas vendas só não foi maior diante da inflação que reduziu ao longo do ano o poder de compra da população, que consequentemente, reduziu o volume de compras em diversas categorias. A inflação mais moderado ao longo do segundo semestre auxiliou um desempenho mais favorável na segunda metade de 2013, salvando de certa forma, o setor supermercadista de um resultado negativo.

Já no conceito de todas as lojas – que consideram todas as lojas criadas no período pesquisado – houve elevação em 2013 de 6,02%. O setor supermercadista continua crescendo de maneira consistente ao longo dos últimos anos diante de um cenário macroeconômico que favorece o aumento do consumo de parcela de população que não tinha até então acesso a diversos bens de consumo. No entanto, é constatada uma desaceleração do comércio varejista, e não é diferente no setor supermercadista. Em dezembro houve alta de 10,89% em relação a dezembro de 2012. E alta de 19,34% em relação a novembro de 2013.

O Faturamento Nominal dos Supermercados no Estado de São Paulo em 2013 apontou aumento de 10,14% em relação a 2012 no conceito de mesmas lojas. Em dezembro a alta foi de 12,03% em relação a dezembro de 2012 e houve alta de 19,79% em relação a novembro. No conceito de todas lojas houve elevação de 11,41% em 2013 em relação a 2012. Em dezembro a alta foi de 12,25% em relação a dezembro de 2012 e houve alta de 20,04% em relação a novembro.

O setor supermercadista apresentou um desempenho favorável ao longo de 2013, porém a um ritmo mais moderado quando comparado com os anos imediatamente anteriores. Quando comparado com outras atividades econômicas e até mesmo quando comparado ao PIB Brasileiro o setor apresenta crescimento expressivo, reflexo do aumento do consumo da população ao longo dos últimos anos.

Nota Metodológica: O Índice de Vendas dos Supermercados tem como objetivo acompanhar e analisar o desempenho das vendas do setor supermercadista no estado de São Paulo através da evolução do faturamento dos Hipermercados e dos Supermercados. A pesquisa é composta por hipermercados e supermercados do estado de São Paulo, os quais possuem uma representatividade de 85% do setor supermercadista. Os indicadores são divulgados tanto em caráter de mesmas lojas (que consideram apenas lojas abertas há pelo menos um ano) e de todas lojas (que consideram todas as lojas criadas no período pesquisado). As análises dos resultados auxiliam os empresários do setor na tomada de decisão com relação a reabastecimento, investimentos, compras, estoque. E de maneira geral auxilia o mercado na análise de tendências, plano de negócios, potencialidades e inserção no mercado.

Sobre a APAS – A Associação Paulista de Supermercados representa o setor supermercadista no estado de São Paulo e busca integrar toda a cadeia de abastecimento. A entidade conta com 1,2 mil associados, que somam 2,7 mil lojas.

Postar um comentário

0 Comentários