sexta-feira, 29 de maio de 2015

O varejo que encanta

Durante a Expo Disney, evento realizado nessa semana com o foco em licenciamento de produtos baseado nos personagens da marca, eu tive a oportunidade de palestrar pelo SBVC (Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo), com uma apresentação que carregava o título de “O varejo que encanta”, uma maneira que encontrei de unir a questão da magia e do encantamento do universo Disney com a questão da excelência e experiência de compra, buscada tanto pelos varejistas.

Eu acredito que há bons exemplos onde os varejistas podem se espelhar quando o assunto é encantar os clientes: há exemplos como o atendimento customizado e diferenciado de uma rede como a Starbucks, a descontração da comunicação visual de redes como Eataly, St.Marche e Whole Foods, ou até mesmo a incrível sintonia entre a oferta de produtos e o lifestyle de seus consumidores em marcas como Loius Vitton e Urban Outfitters.

Mas se em exemplos como esses há boas inspirações, o varejo que pretende se entender como marca (e assim todo mundo deveria ser, desde o grande varejistas, ao pequeno varejista que está iniciando hoje seu negócio), precisa encontrar seu caminho próprio, o seu “Quê-de-ser”, ou seja sua essência.
A essência da marca deve ser trabalhada em cada aspecto que cria o ponto-de-venda. Da atmosfera de loja, que consegue envolver os cinco sentidos do consumidor em uma mesma experiência, ao atendimento que deve sempre buscar se humanizar e fugir de padrões ou estereótipos. O que o consumidor quer, sobretudo, é ser bem atendido.

Se ao pensarmos em uma marca como a Disney somos transportados à um mundo de magia, quando pensamos em sua marca, qual sua essência?

O fato que é tentar criar algo de valia e que cause verdadeiro impacto na experiência apenas “redecorando” ou enfeitando o ponto-de-venda, não traz resultados duradouros, não cria uma imagem tão forte, e por vezes, pode até ficar caro. Entre uma loja bonita e arrojada e seja mal atendido. Não haverá segunda chance para a marca.

Pense nisso.

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
Editor
+Falando de Varejo 

Coop moderniza marca própria para dobrar participação no mercado

A Coop – Cooperativa de Consumo prepara para o segundo semestre deste ano uma série de novidades na sua linha de marca própria, que completa 20 anos em 2015. Hoje, a Cooperativa possui 694 produtos em 67 categorias, sendo 329 skus da marca Coop, 212 skus da marca de fabricação própria de panificação Delícias da Coop e 153 skus da marca Exclusividade Coop – fruto da parceria com a Rede Brasil de Supermercados – RBS, que atende a um nicho de categorias onde 90% dos produtos são importados.

De acordo com Marta Borges, gerente de compras - mercearia / perecíveis, entre as novidades previstas está a simplificação do nome, que passa a ser apenas Coop, modernização da identidade visual e da logomarca, com novas embalagens, desenvolvidas pela empresa EBA Design. “Após realizarmos uma pesquisa sobre a marca própria e a percepção da logomarca junto aos nossos cooperados, constatamos que temos muito espaço para crescer no mercado, haja vista que existe grande confiança por parte deles em nossos produtos”, explica.

Não se pode esquecer que a marca própria, quando bem aceita no mercado, é uma excelente alternativa do consumidor durante suas compras. “Além da ótima qualidade, os preços da linha Coop são de 10 a 20% menores que as marcas líderes”, completa Eder Fernandes, gerenciador de marcas próprias da Cooperativa.

Somente no autosserviço, as marcas Coop, Delícias da Coop e Marcas Exclusivas representam hoje 4,4% das vendas da Cooperativa. “Se considerarmos somente as 67 categorias onde a marca própria está presente, a participação sobe para 20,4%”, explica Marta Borges. Entre as categorias de maior participação estão sorvetes, ovos de aves, papel higiênico, temperos industrializados e pães industrializados, que representam juntas 42,7%.

A fim de elevar a participação geral de 4,4% para 10% no faturamento total, a Coop vem implantando desde o ano passado uma série de alterações estruturais, que vão da contratação de profissionais experts no assunto até a internalização da prospecção, desenvolvimento e controle de qualidade.

Desde 2014, uma gestora de qualidade garante as condições de fabricação dos produtos de marca própria, por meio de testes sensoriais, no caso de alimentos e bebidas, e pesquisa de performance quando se trata de produtos de higiene, limpeza e bazar. Além de fazer auditorias frequentes nos fornecedores para garantir a pontuação adequada da qualidade, a gestora tem total autonomia para substituir a empresa que não atender a todas as exigências da Cooperativa.

“Marca própria não é sinônimo de produto com baixa qualidade, pelo contrário, é a confiabilidade do nosso nome que está em jogo. Um cooperado satisfeito e bem atendido, é fidelização certa”, ressalta a gerente de compras, Marta Borges.

Sobre a Coop: Atualmente a Coop é considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina, ocupa a 13ª posição do ranking da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) e fechou o exercício de 2014 com faturamento de R$ 2,028 bilhões. São cerca de 5,4 mil colaboradores diretos, 28 unidades de distribuição - 21 no Grande ABC, uma em Piracicaba, três em São José dos Campos, duas em Sorocaba e uma em Tatuí, além de três postos de combustíveis e seis drogarias externas.

Por ser uma cooperativa, seu principal escopo é oferecer os melhores serviços com preços justos, além de reverter benefícios para seus cooperados e comunidade, como ciclo de palestras gratuitas; programa de saúde e qualidade de vida por meio do Mexa-se nas unidades; retorno das sobras (lucro), quando ocorrerem; programas educacionais voltados aos estudantes da rede pública e particular e doações para entidades beneficentes onde possui unidades de distribuição.

Que Crise? Evento de varejo focado em PME será realizado no Rio de Janeiro

O Varejo Show é um projeto que roda o país para levar informação e conhecimento para pequenas e médias empresas


O que acontece quando quatro dos mais renomados especialistas e palestrantes do Brasil se juntam para falar sobre varejo? O resultado é um projeto inovador e abrangente que tem levado conhecimento aos varejistas espalhados pelo país.

Caio Camargo, Fred Alecrim, Fred Rocha e João Kepler, são os protagonistas do Varejo Show e juntos abordam temas como aumento de vendas, divulgação de lojas e produtos, atendimento, internet e concorrência, entre outros. O foco deste ano é “Que Crise?”, tema em evidência que é explorado pelos palestrantes para mostrar e sugerir soluções práticas e rápidas para enfrentar momentos difíceis no mercado. Além disso, os especialistas instigam os participantes e os estimulam a pensar de forma diferente e enxergar seu negócio com outros olhos.

Outra novidade promete movimentar ainda mais o projeto daqui em diante. Isso porque o executivo global – Renato de Castro, é o mais novo reforço convocado para integrar o time de craques especialistas. Reconhecido mundialmente pelo seu trabalho, é o consultor oficial da Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas - CNDL - para estratégias de internacionalização. De qualquer país que ele esteja no dia do evento, Renato fará intervenções ao vivo tecendo comentários e terá oportunidade de interagir com o público e com o palestrante no palco contando a realidade do varejo do país em que eles estiver naquele momento.

O Varejo Show apresenta-se como uma excelente oportunidade para discutir o atual cenário do varejo no Brasil e o foco são os pequenos e médios lojistas de rua, shoppings e lojas virtuais. E dia 16 de junho é a vez do Rio de Janeiro receber o evento que acontecerá no Rio Othon Palace.

Para conhecer melhor os palestrantes e ter acesso a datas e os próximos locais do Varejo Show visite a página oficial: http://www.varejoshow.com.br/. Lá você terá acesso detalhado do tema de cada palestrante, programação completa e poderá se inscrever.

SERVIÇO:
Varejo Show apresenta: Que crise?
Data: 16/06/2015
Horário: 18h00
Local: Rio Othon Palace - Avenida Atlântica, 3264 - Copacabana, Rio de Janeiro - RJ
Informações/ Inscrições: www.varejoshow.com.br

Livros Sugeridos: Segredos do Sucesso

Olá a todos.

Nessa semana está sendo lançado o inspirador livro Segredos do Sucesso: Da teoria ao topo", contado a história de mais 100 executivos do mercado brasileiro. Um desses é o grande Hilgo Gonçalves (ex Losango).

Esta obra conta com mais de 700 páginas, e foi homologado pelo RankBrasil (o “guinness” brasileiro).

A publicação com o maior número de autores da alta gestão já realizado no Brasil. Além disso, foram convidados para prefaciar o livro, Sebastião Luiz Mello, presidente do CFA - Conselho Federal de Administração; Abram Szjman, presidente da Fecomercio SP - Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo; Antenor Barros Leal, presidente da ACRJ - Associação Comercial do Rio de Janeiro; Aldo Carlos de Moura Gonçalves Presidente do CDL Rio - Clube de Diretores Lojistas do Rio de Janeiro e Presidente do Sindilojas Rio - Sindicato dos Lojistas do Comércio do Rio de Janeiro e Comte Bittencourt - Presidente da Comissão Permanente de Educação da Assembleia Legislativa do Estado Rio de Janeiro - ALERJ.

Confira o evento de lançamento

SERVIÇO:
Lançamento de "Segredos do Sucesso" - Da teoria ao topo: histórias de executivos de alta gestão"
Data:29/05/2015
Horário: 19h
Local: Livraria Cultura - Shopping Iguatemi (SP) -Avenida Brigadeira Faria Lima, 2232
Telefone: (11) 3030-3310

Franchising cresce 9,2% no 1.º trimestre de 2015

Pesquisa trimestral da Associação Brasileira de Franchising – ABF aponta que o setor vem mostrando resiliência no atual momento econômico

A indústria do franchising ampliou seu faturamento nominal em 9,2% no 1º trimestre deste ano, comparado ao mesmo período do ano passado. Isto é o que indica a Pesquisa de Desempenho Trimestral do Franchising da ABF – Associação Brasileira de Franchising. O faturamento do setor no 1.º trimestre foi de R$ 31,3 bilhões, contra R$ 28,7 bilhões no mesmo período de 2014. Os dados apresentados abrangem um ajuste realizado pela ABF no faturamento do mercado em 2014, que passou de R$ 127,331 bilhões para R$ 128,562 bilhões, em virtude de novos dados relevantes identificados.

A presidente da ABF, Cristina Franco, observa que “o resultado desta pesquisa trimestral é um forte indicativo da resiliência de nosso setor. Pela natureza em rede e de constante capacitação técnica e motivacional do franchising, conseguimos enfrentar melhor o atual cenário. Em um trimestre que costuma ser mais difícil, ao menos recuperamos a inflação e com alguma sobra”. A presidente da ABF atribui tal desempenho a abertura de novas lojas (mesmo que em ritmo menor), a manutenção em níveis relevantes do emprego e renda e a mudanças comportamentais que vem de alguns anos, como a busca por qualificação profissional, a necessidade de se alimentar fora do lar e a presença da mulher no mercado de trabalho. “Embora já não tenhamos o crescimento do país como um todo de forma mais acelerada, certas conquistas da estabilidade econômica não devem regredir. Além disso, não podemos esquecer que o Brasil continua forte em áreas como o agronegócio e, onde há renda, o franchising também está”, ressalta Cristina Franco.

Os segmentos do franchising que mais cresceram no período foram: Alimentação e Esporte, Saúde, Beleza e Lazer, ambos com uma expansão do faturamento da ordem de 14%; e Comunicação, Informática e Eletrônicos, com 11%. Nos três primeiros meses do ano, foram abertas 3,7% novas lojas e fechadas 1,1%, ficando o mercado com um saldo positivo de 2,5% de novas lojas. Tendo como base o dia 31/03/2015, operam no Brasil 128.809 unidades de franquias. Em número de unidades, os segmentos que mais cresceram foram Acessórios Pessoais e Calçados (14%) e Comunicação, Informática e Eletrônicos (13%).

A pesquisa deste trimestre ainda explorou duas questões importantes: ponto de venda e internacionalização. As respostas apontaram que 8% das redes brasileiras contam com operações internacionais (unidade própria ou franqueada no exterior), com destaque para os segmentos de Acessórios Pessoais e Calçados (16%) e Comunicação, Informática e Eletrônicos (15%). Em relação ao ponto comercial, foi registrado que 50% das redes operam exclusivamente com lojas de rua e 11% exclusivamente com lojas de shoppings. De forma geral, 72% das unidades de franquias no Brasil são de rua.

O diretor de inteligência de mercado da ABF, Claudio Tieghi, explica que “em um momento menos favorável, segmentos mais tradicionais como Alimentação e Esporte, Saúde, Beleza e Lazer tendem a se fortalecer, pois refletem mudanças comportamentais da sociedade mais consolidadas, como as relativas ao bem-estar e a facilidades cotidianas. Já o segmento de Comunicação, Informática e Eletrônicos reflete a crescente digitalização da sociedade, gerando oportunidades na venda de produtos, consultoria, assistência técnica e outros serviços. Vemos também que, numericamente, embora o shopping seja fundamental para o mercado de franquias, as lojas de rua vem ganhando importância. Notamos também que há um grande espaço para o crescimento de operações de e-commerce e/ou multicanal no mercado de franchising”.

Frente o apurado na pesquisa trimestral, a ABF mantém sua estimativa de crescimento do faturamento do setor em 2015 entre 7,5% e 9,0%. Já o número de marcas deve aumentar 8% e o de novas unidades, crescer entre 9% e 10%.

Metodologia

Envolvendo o mercado como um todo, inclusive não associados, os números do desempenho do setor de franchising são apurados em pesquisa por amostragem, cruzados com levantamentos feitos por entidades representantes de setores correlatos ao sistema de franquias – tais como CNC e ABRASCE – órgãos de governo como o IBGE e instituições parceiras, caso do SEBRAE. Auditados por empresa independente, os dados divulgados pela ABF são referência para órgãos governamentais de diversas esferas, entidades internacionais do franchising, como World Franchise Council e FIAF – Federação Ibero-americana de Franquias, e instituições financeiras.

Abrasce prevê aumento de 5% nas vendas para o Dia dos Namorados


Segundo levantamento feito pela Associação Brasileira de Shopping Centers, a Abrasce, o Dia dos Namorados deve elevar as vendas do setor em cerca de 5%, na comparação com o mesmo período do ano passado. Em 2015, as lojas que esperam receber maior número de clientes em busca de presentes são as de artigos esportivos, telefonia, jóias e perfumaria.

“Nossa expectativa é que a data movimente não só o mercado de presentes, mas também os diversos serviços disponíveis dentro dos centros de compras, como as opções de lazer, entretenimento, gastronomia e outras conveniências oferecidas aos frequentadores”, comenta Glauco Humai, presidente da Abrasce.

Franquia esportiva aposta em planejamento de vendas para aumentar clientela

Loja das Torcidas realiza seu planejamento com base na expectativa de resultados


Planejamento! De acordo com o dicionário, ato de projetar um trabalho, serviço ou mais complexo empreendimento. Determinação dos objetivos, metas e coordenação de meios e recursos para atingi-los.

Segundo uma pesquisa divulgada pelo Sebrae, o índice de mortalidade dos negócios tradicionais é de 24,9% em dois anos. Os motivos? Variados! Mas entre eles, o item citado acima: planejamento, ou a falta dele.

Esse processo gerencial é fundamental para o mercado de negócios, principalmente diante da complexidade do cenário empresarial e de tantas turbulências e incertezas que ele apresenta.

Países de primeiro mundo tem o hábito de usar planos de estratégias desde os primeiros passos da empresa; mesmo que ela esteja, ainda, no papel. No Brasil, empresários se adaptaram a essa realidade, e cada vez mais, utilizam do método.

Em São José do Rio Preto, a rede de franquias especializada em presentes esportivos, Loja das Torcidas, utiliza a técnica para atrair o consumidor e consequentemente vender mais. De acordo com Samadhi Muller, diretor executivo da marca, o planejamento facilita definir e avaliar os objetivos comerciais. “Esse método permite alinhar as expectativas de crescimento para a loja, os ganhos para a rede, franqueados e também para o consumidor final”, relata.

Planejamento em busca de resultados

Existem vários modelos que são altamente eficazes, o ponto a ser avaliado é em qual molde melhor se adapta a sua realidade. Muller revela que realiza seu planejamento com base na expectativa de resultados. “São calculadas as metas de cada franqueado, estas, são destrinchadas por vendedor, por dia e atendimento médio. Caso este último não atenda a necessidade por ticket médio (cálculo obtido pela divisão do volume de vendas), entramos em ação com campanhas que atraiam o consumidor. Exemplo disso é a utilização da rede de gestão de relacionamento: o CRM (Customer Relationship Management) que armazena as informações de compra dos clientes junto com seu cadastro. Assim, entramos em contato direto com eles para oferecer novos produtos”, conta o empresário.

Dentro do conceito planejado, a rede cria reuniões para motivar a equipe, expor e indicar estratégias de vendas. “Mensalmente as equipes de venda recebem treinamento. No primeiro momento são apresentados os resultados alcançados na campanha de incentivo, depois promovemos uma troca de ideias, além de abrir espaço para sugestões de ação”, fala Samadhi.

Dentro do conceito de motivação, a marca inclui campanhas de incentivo onde a cada mês os maiores crescimentos são pontuados e no final a unidade vencedora ganha prêmios. “Para isso criamos metas, mas cada uma atrelads dentro de sua realidade como por exemplo, custos, despesas e número de atendimento”, conta.

O resultado final do planejamento sempre é um só; aumento real do faturamento, porém o empresário conta que a forma a se chegar nele pode variar. “Caso exista a manutenção em uma rua que impeça o acesso de clientes a alguma das nossas unidades, tentamos melhorar ainda mais a qualidade da venda, como por exemplo: aumentando o ticket médio. É claro que quanto mais utilizarmos de ferramentas e opções, melhores serão os resultados”, explica Muller.

Gerenciamento e treinamento: resultados dobrados

“Temos uma unidade em que o franqueado estava muito desmotivado, sem tempo de acompanhar o negócio já que ao mesmo tempo desenvolvia diversas atividades paralelas. Suas vendas realmente estavam desesperadoras, nesse tempo, outro franqueado se interessou e adquiriu a unidade. Só com o gerenciamento e treinamento da equipe que já trabalhava na unidade, seu faturamento e resultados dobraram”, revela.

Como avaliar se o resultado deu certo? Não existe outro jeito a não ser medindo, acompanhando e gerenciando os números. De acordo com Samadhi, o planejamento influencia tanto nos franqueados como no público. “É bastante interessante observar os resultados de vendas. Não só os franqueados se envolvem mais, como também se comprometem. Percebemos ainda que os clientes voltam e acabam criando um laço de amizade”, conta.

Mudanças são constantes e aceleradas. Especialistas dizem que empresas que não forem capazes de se planejar, serão facilmente aniquiladas pelos concorrentes. O planejamento é mais do que necessário para as empresas hoje em dia! Samadhi Muller finaliza com uma dica: Para colocá-lo em prática de forma efetiva é preciso que o gestor conheça cada um de seus elementos, suas funções e seus limites.

Sobre a Loja das Torcidas

Sob o comando dos empresários e irmãos Daniel Guimarães e Samadhi Müller, a Loja das Torcidas nasceu no final de 2012, na cidade de São José do Rio Preto/SP. A receptividade do público pelo comércio superou as expectativas em apenas seis meses e fez com que o negócio, então, começasse a atuar no mundo do franchising no primeiro semestre de 2013.

Com dois modelos de negócio – loja fixa e quiosque – a rede oferece um mix com mais de cinco mil itens voltados aos principais clubes de futebol do país, proporcionando um atendimento personalizado ao cliente final a fim de satisfazer os anseios daquele torcedor sempre em busca de novidades do time do coração. A Loja das Torcidas conta atualmente com unidades franqueadas espalhadas por todo o país. O investimento inicial para obter uma franquia da rede é a partir de R$ 109 mil e o retorno pode ser obtido de 18 a 24 meses.

Respaldo ao franqueado
Com acompanhamento sistêmico, treinamento e gestão de resultados, o franqueado encontra segurança para o desenvolvimento e posicionamento de sua unidade no ponto aprovado.

Petite Jolie apresenta coleção para o Dia dos Namorados

O Dia dos Namorados é a data certa para agradar a pessoa amada. Pensando nisso, a Petite Jolie preparou bolsas e calçados inspirados na temática para os rapazes presentearem as namoradas.

A marca desenvolveu modelos de mini bags e chinelos, com cartela de cores alegres e estampa de coração, que garante o romantismo.

Bolsas com pompom são opções de presentes para a namorada que gosta de looks criativos e divertidos, como a moda dever ser para a Petite Jolie.

O chinelo de listras coloridas combina com a embalagem que pode ser usada como clutch ou nécessaire, super útil para o dia a dia. Independente da ocasião a dupla garante um toque moderno e descontraído na produção para ir à praia ou até mesmo passear pela cidade.

Os produtos podem ser encontrados nas lojas e os preços variam de R$34,90 a R$139,90.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Como a tecnologia traz eficiência ao varejo?

Painel do BR WEEK reúne CIOs para debater como a TI pode tornar as lojas mais produtivas

Um dos destaques do BR WEEK 2015, o principal congresso de varejo do País, será um debate entre diretores de tecnologia de algumas das maiores redes do setor para discutir como a TI pode ser utilizada para aumentar a eficiência das operações. Com o tema “a força da eficiência”, o BR WEEK acontece de 27 a 30 de julho no Hotel Transamérica, em São Paulo.

Contando com 4 salas paralelas, 6 tracks temáticos e mais de 120 palestrantes, o BR WEEK, em sua 5ª edição, reunirá cerca de 3.000 empresários e executivos do setor para responder as perguntas que o varejo tem se feito neste ano de desempenho fraco da economia: como maximizar os resultados? Como fazer mais com menos? Como ser mais produtivo?

O painel “A tecnologia a serviço da eficiência de sua loja” reunirá Julio Baião, Diretor de TI da Via Varejo; Laércio Aro, Diretor de TI da Lojas Avenida; Fernando Fanizzi, Diretor de TI da Óticas Diniz; e Hélio Matsumoto, Diretor de TI da C&A. Com a mediação de Silvio Laban, coordenador do MBA de Varejo do Insper, o debate acontece no dia 29/07, das 12h às 13h, e mostrará como essas empresas têm utilizado a tecnologia como um fator de aumento de produtividade e melhoria da gestão dos negócios.

Tanto para quem está focado em salvar os resultados do mês quanto para quem olha no longo prazo, um debate imperdível.

Confira mais detalhes, veja a lista completa de palestrantes e a programação do evento em www.brweek.com.br.


Obs: O Falando de Varejo é midia partner do BR Week.

Óticas Carol investe R$ 100 milhões em lojas

Rede quer abrir 100 unidades próprias até o fim de 2016

A Óticas Carol, uma das principais redes de óticas do País, pretende investir R$ 100 milhões até o fim de 2016 para a abertura de 100 lojas próprias, ampliando em mais de 10 vezes a quantidade de unidades não-franqueadas em sua rede. Hoje, dos 747 pontos de venda em operação no mercado brasileiro, apenas 10 não são franquias.

A empresa, que teve um crescimento de 19,3% em suas vendas no primeiro trimestre do ano em relação a 2014 (alta de 10,5% em mesmas lojas), ainda está abaixo da meta crescimento esperada para este ano, de 24% (em 2014, a expansão foi de 30%). Segundo a empresa, a alta dos juros e o câmbio menos favorável criam uma concorrência a mais, com as demais parcelas que os clientes têm de pagar ao longo do ano.

A expansão por meio de lojas próprias é também uma estratégia para crescer sem depender tanto de franqueados que, neste momento, tenham disposição para investir. A meta para 2015 é abrir 113 pontos de venda, ampliando a rede em 15% sobre o ano passado. Entre os mercados-alvo estão Brasília, Manaus, Belo Horizonte, Goiânia, Curitiba e o interior do Rio de Janeiro.

Fonte: Portal Novarejo

Ibirapuera investe R$105 mi em mudanças


Perto de completar 39 anos e considerado um dos mais antigos de São Paulo, o Shopping Ibirapuera recebeu investimentos de R$ 105 milhões, que foram usados para repaginar toda a área interna do empreendimento, que foi adaptado aos novos padrões e exigências do mercado atual, com nova iluminação, design mais clean para os corredores e praça de alimentação.

Fonte: Brasil Economico

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Blitz: Livros para colorir

Olá amigos!

Parece que essa moda de livros para colorir ou ainda vai longe, ou em breve haverá muito estoque encalhado!

Fiquei impressionado com a quantidade de títulos empilhados em uma livraria de São Paulo.



É incrível!

Em tempo: Não, ainda não me rendi à moda...rs

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
Editor
+Falando de Varejo

Especialistas falam sobre mídias alternativas e promoções sustentáveis durante a Brazil Promotion Day no Rio

Especialistas em Live Marketing estão entre os palestrantes da Brazil Promotion Day, versão itinerante da maior feira de produtos promocionais, que ocorre no próximo dia 28 de junho, no Rio de Janeiro. Durante o ciclo de palestras gratuitas, estão os conteúdos organizados pela AMPRO – Associação de Marketing Promocional, com os convidados Alexander Fernandes - Diretor da Agência Pimenta, e Romualdo Ayres - Diretor de sustentabilidade da Associação
Brasileira de Franchising.

Com o tema “Mídias alternativas: a publicidade moderna”, a palestra de Pimenta abrirá o Seminário do dia 28, a partir das 10h, e abordará assuntos como a transformação da Mídia Alternativa, o impacto (métricas, interações e resultados), “A bola está com ‘Elas!’ e comunicação ‘Fora do Normal’.

Às 18h, Ayres fala aos participantes sobre “Sustentabilidade na Promoção”. O conteúdo abordará o conceito de sustentabilidade, eventos sustentáveis, como a sustentabilidade pode influenciar os negócios, greenwashing, oportunidades e outros tópicos.

Para Tony Coelho, diretor regional da AMPRO no Rio de Janeiro, a Brazil Promotion Day ganha importância fundamental para nós da AMPRO Rio, por preceder os Jogos Olímpicos e acontecer em pleno momento de crises e incertezas econômicas. “O BP Day traz um ‘gás’ para nossos profissionais e agências, com palestras que podem ser decisivas nas escolhas de caminhos e soluções, falando de Mídias Alternativas, Live Retail, Tendências sobre marcas e varejo e sustentabilidade, dentre outros temas. Qualificação e ideias novas. Além disso, apresenta novos fornecedores e parceiros e suas opções, o encontro de novas Agências com a AMPRO para associação, discussão e convite para a participação no II Congresso Brasileiro de Live Marketing. Um momento de encontro do mercado, clientes, meio acadêmico e profissionais, que sempre acrescenta muito”, afirma.

As palestras organizadas pela AMPRO fazem parte do Seminário Promo Tendências 2015, que tem programação intensa durante todo o dia. O ingresso é 1kg de alimento não perecível. As doações irão ajudar a entidade Onda Carioca, uma associação civil sem fins lucrativos que tem a missão de transformar o Rio de Janeiro em uma cidade sustentável.

Mais detalhes sobre o evento e a programação: www.brazilpromotion.com.br

Sobre o Live Marketing

O Live Marketing é o novo guarda-chuva conceitual que engloba todas as disciplinas e ferramentas que envolvem esta atividade: Digital, Incentivo, Eventos, Merchandising e Promoções. São todas as atividades e ferramentas de marketing que proporcionam interação e interlocução entre marcas e pessoas, provocando compreensão diferenciada de produtos, serviços e branding. O Live Marketing pressupõe a experiência com a marca e está intimamente relacionado às sensações humanas, daí o termo “vivo” (live) ou “ao vivo”.

A Associação de Marketing Promocional é a maior entidade que representa o setor de Live Marketing em todo o país e a única que desenvolve nacionalmente a teoria e a prática do setor de forma ampla. Com sede em São Paulo, possui cerca de 400 empresas associadas, com representação em várias regiões (sul, sudeste, centro-oeste e norte/nordeste). Para 2015, prepara a segunda edição do Congresso Brasileiro de Live Marketing, maior encontro entre agências especializadas, fornecedores e clientes do setor, para apresentar as tendências e propor soluções para os principais desafios do segmento no Brasil. O evento está marcado para os dias 27 e 28 de julho, em São Paulo, e será encerrado com a cerimônia de premiação do AMPRO Globes Awards. Outros detalhes: www.ampro.com.br e www.congressolivemarketing.com.br

SERVIÇO
Brazil Promotion Day – Rio de Janeiro
Data: 28 de maio de 2015
Local: Centro de Convenções Sul América - Av. Paulo de Frontin, 01 - Cidade Nova – Rio de Janeiro/RJ
Horário: 10h às 20h
Entrada franca. Acesso às palestras: 1kg de alimento
Mais detalhes: www.brazilpromotion.com.br

Brasilshop 2015: Por um varejo em evolução

O importante Congresso de Varejo realizado Alshop, acontecerá nos dia 16 e 17 de junho

A Alshop (Associação Brasileira de Lojistas de Shopping) realizará nos dias 16 e 17 de junho, em São Paulo, o Brasilshop Congresso Internacional do Varejo, principal evento voltado ao setor varejista de Shopping Center no Brasil.

Realizado há 15 anos, o Congresso contará com especialistas de diversos segmentos que apresentarão painéis com temas atuais do varejo para uma platéia formada por empresários varejistas, executivos de shopping e administradoras de todo o país. Serão discutidos assuntos ligados ao setor, seus desafios, soluções e inovações, tais como: economia, inovação, comportamento de consumo, marketing e varejo digital.

Para Nabil Sahyoun, presidente da Alshop, o Congresso é muito importante para o varejo brasileiro, “Pela concentração de empresários que este evento produz, com um número cada vez maior de executivos, o Brasilshop tem mostrado a importância do comércio nacional no desenvolvimento da capacidade produtiva e na geração de riquezas para o Brasil, aproximando lideranças políticas e econômicas para a solução de eventuais obstáculos nas áreas tributárias, trabalhistas e burocráticas”.

Com a missão de catalisar as transformações que estão acontecendo no mundo com impacto direto no segmento varejista, o evento pretende provocar os participantes a saírem do lugar comum e programarem ações diferenciadas a partir de uma nova atitude frente aos negócios e uma nova forma de relacionamento, que afetará diretamente aos consumidores.

Serviço:

15° Brasilshop Congresso Internacional do Varejo
Data: 16 e 17 de junho de 2015
Horário: 8h00 às 17h30
Local: Grand Hyatt São Paulo
Endereço: Av. Nações Unidas, 13.301 - Brooklin

Acesse o site para mais informações: http://www.alshop.com.br/brasilshop2015/sao-paulo/

Patrocinadores:
Patrocínio: Sebrae
Patrocínio Silver: Elavon
Patrocínio Bronze: Rede
Patrocínio Almoço Especial: Apex-Brasil, Bradesco Cartões
Patrocínio Almoço: Shopping SP Market
Patrocínio Palestra: AD Shopping, Aliansce, Banco do Brasil, Cantareira Norte Shopping, General Shopping, Grupo JCPM, REP Shoppings, Shopping Center Norte e Shopping Jaraguá
Partner Shopping: Litoral Plaza Shopping e Plaza Shopping Carapicuiba
Partner Varejo: Besni, Copel Colchões, Cybelar, Fast Shop, First Class, Habib´s, Kalunga, Óticas Carol, Patroni Pizza, Petz, Puket, Puppy Play, Spoleto e Tennis Station
Apoio: DNAShooper, Esperienza!, Intranet Mall, Falando de Varejo

terça-feira, 26 de maio de 2015

Pernambucanas oferece viagem a Paris com tudo pago

Na compra de qualquer celular ou tablet, cliente ganha cupom para concorrer à viagem de seis noites na Cidade Luz, com acompanhante.

No mês dos namorados, a Pernambucanas lança a promoção “Cadê Nossa Viagem?” que distribuirá cupons aos clientes para concorrer a uma viagem a Paris, com acompanhante. O prêmio dará direito à passagem aérea, traslado, seis noites de hospedagem com café da manhã e R$ 5 mil para a cliente gastar com o que quiser.

Entre os dias 1 e 30 de junho, todas as clientes que comprarem aparelhos celulares ou tablets, de qualquer preço ou modelo, ganham um cupom para participar da promoção. Para aquelas que, além do celular, também comprarem um chip e fizerem uma recarga, de qualquer valor, ganham outro cupom e dobram as chances de ganhar. Para concorrer, basta cadastrar o número da sorte que é entregue no ato da compra no site www.pernambucanas.com.br ou enviar SMS gratuito para o número 30120.

O sorteio seguirá os números da Loteria Federal do dia 8 de julho e o nome da vencedora será divulgado no site da promoção. A cliente Pernambucanas e seu acompanhante terão o prazo de um ano para desfrutarem da viagem e descobrirem Paris, seus segredos de arte, cultura, moda e gastronomia.

SERVIÇO
Promoção “Cadê Nossa Viagem?”
Período: de 1 a 30 de junho de 2015
Endereço: todas as 311 lojas do Brasil
Site: www.pernambucanas.com.br

Vendas no varejo caem 8,4% no Estado no 1º trimestre. Entenda.

Em março houve queda de 9,8%; nos setores, maiores recuos nas vendas foram de produtos mais caros, dependentes de crédito, mas até artigos essenciais passaram a ficar no vermelho (farmácias e supermercados)

No primeiro trimestre de 2015, o comércio varejista do Estado de São Paulo viu suas vendas caírem 8,4% em relação a igual período de 2014. No mês de março também houve queda - de 9,8% - em comparação com o mesmo mês do ano passado. Já quando se analisa o acumulado de 12 meses, foi registrada diminuição de 2,1%. Os dados estão no Boletim nº 11 da pesquisa ACVarejo, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), e se referem às vendas físicas do varejo ampliado, que inclui concessionárias de veículos e lojas de material de construção.

Na capital paulista as vendas no varejo tiveram desempenhos parecidos com os do Estado, com recuos de 9,4% no trimestre, de 8,8% em março e de 3,3% nos últimos 12 meses, nas mesmas bases de comparação.

"Esses resultados mostram que a desaceleração nas vendas prossegue e se acentua. O comércio sofre os efeitos negativos do aumento da inflação, da diminuição da massa salarial, do crescimento do desemprego e da restrição ao crédito, resultando em queda da confiança do consumidor", analisa Alencar Burti, presidente da ACSP e da Federação das Associações Comerciais do Estado de São Paulo (Facesp).

Em relação a fevereiro, os volumes comercializados em março no Estado e na capital apresentaram aumentos de 9,4% e 11,2%, respectivamente. Mas esses resultados mensais positivos não representam mudança na tendência de desaceleração das vendas pois estão bastante influenciados pelo maior número de dias úteis em março e pelo Carnaval em fevereiro.

Tendência para próximos meses

Segundo as projeções do Instituto de Economia da ACSP, a tendência é de aprofundamento na desaceleração das vendas no comércio paulista durante o segundo trimestre de 2015, podendo terminar o ano no campo negativo.

Setores: itens essenciais no vermelho

De acordo com o Boletim nº 11 do ACVarejo, todos os setores econômicos do varejo ampliado sofreram perdas nas vendas físicas no primeiro trimestre e em março, sobre iguais períodos de 2014, com destaque para os produtos de maior valor e mais dependentes de financiamento. As vendas nas concessionárias de veículos apresentaram quedas de 16,5% e 9,5% nessas duas comparações citadas, respectivamente. Em março sobre fevereiro de 2015 houve aumento sazonal de 20,4%.

Nas lojas de material de construção foram registradas perdas de 11,5% no trimestre e de 10,3% em março - em relação a 2014. Em março de 2015 ante o mês anterior foi verificado crescimento sazonal nas vendas (+7,8%).

No setor que abrange lojas de departamento, eletrodomésticos e eletroeletrônicos houve recuos de 9,5% no trimestre e 9,3% e em março, em comparação com 2014. Em relação a fevereiro de 2015 o avanço sazonal foi de 20% em março.

"Chama a atenção o fato de que até mesmo as vendas de artigos de uso mais essencial, das farmácias e supermercados, e de itens de menor valor, apresentaram contrações", observa Alencar Burti.

Nas farmácias e perfumarias as vendas caíram 1,1% e 0,6% no trimestre e em março em relação aos mesmos períodos de 2014. Nos supermercados as quedas foram de 4% e 8,5% nas mesmas comparações.

Regiões

O ACVarejo detectou quedas nas vendas físicas em quase todas as regiões paulistas, na comparação com 2014. A exceção foi o Alto do Tietê, que apresentou altas de 2,8% no primeiro trimestre e de 3,6% em março de 2015, comparando-se com o ano passado. Em março sobre fevereiro de 2015 houve alta sazonal de 11,3%.

O destaque no campo negativo ficou com o Litoral, cujo volume comercializado despencou 14,2% no trimestre e 22,7% em março, ante iguais períodos de 2014. Nesta região, até mesmo em relação a fevereiro de 2015 foi registrada queda (-3,8%) em março.

O ACVarejo é elaborado mensalmente pelo Instituto de Economia Gastão Vidigal, da ACSP, com base em informações de faturamento do varejo enviadas pela Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo.

Marisa lança aplicativo exclusivo para clientes

As mais de 10 milhões de clientes Cartão Marisa ganham novo canal de atendimento mobile

Para facilitar o dia a dia e oferecer soluções diferenciadas aos seus clientes, a Marisa, maior rede de moda feminina e moda íntima do Brasil, lança um aplicativo inédito para os sistemas Android e iOS. A partir do dia 1º de junho, as mais de 10 milhões de clientes do Cartão Marisa poderão ter acesso à fatura, consulta de serviços e produtos, além de receber promoções de acordo com o perfil de compra.

“A Marisa é a primeira companhia do varejo de moda a oferecer este tipo de serviço para clientes que possuem o cartão da loja, o que traz maior praticidade e menos burocracia. A ideia surgiu como mais uma forma de nos aproximarmos de nosso público, ao oferecer soluções que facilitem seu dia a dia”, comenta Cylene Cayetano, Gerente de Divisão de Produtos e Serviços Financeiros da Marisa.

O aplicativo possibilita acesso total da fatura, incluindo valores atuais e de até dois meses anteriores, e permite a visualização do código de barras para pagamento. O cliente tem acesso também a informações como lançamentos de compras efetuados no mês, produtos e serviços financeiros contratados e, pode ainda, solicitar o envio da fatura por e-mail.

Ao criar a conta, a cliente pode receber alerta de promoções personalizadas e novidades da Marisa e saber o saldo de pontos do Programa Netpoints. “A área não logada do app oferece algumas funcionalidades da área de quem é cliente, como a relação das mais de 400 lojas da Marisa espalhadas pelo país e a possibilidade de cadastro para receber e-news, além de outras funcionalidades”, finaliza Cylene.

Microsoft expande rede de lojas oficiais

Um mês depois de abrir unidade em SP, empresa remodela PDVs em Minas Gerais

A Microsoft reabre nesta semana seis lojas franqueadas em Minas Gerais, dando continuidade a seu plano de substituição da marca Nokia no varejo, depois da aquisição da área de celulares da companhia finlandesa. Há menos de um mês, a empresa inaugurou sua primeira loja oficial, no Shopping Eldorado, em São Paulo.

As lojas remodeladas estão localizadas em Belo Horizonte, nos shoppings Cidade, Minas Shopping, Del Rey, BH Shopping e Estação BH; e em Contagem, no Itaú Power Shopping. Além da troca de marca, as lojas ampliarão o portfólio de produtos, oferecendo a linha de smartphones Lumia, os consoles Xbox, games, licenças do serviço Office 365 e cartões de recarga Xbox Live, Live Gold e Skype.

Até o fim de junho, as oito lojas Nokia no Estado (também há unidades em Uberlândia) assumirão a nova marca. No Brasil, a Microsoft conta com lojas e quiosques operando no modelo de franquias. A expectativa é fechar 2016 com uma rede de mais de 100 pontos de venda em todo o País.

Fonte: Portal Novarejo

Grupo Bahamas inaugura primeira loja do formato empório em Uberlândia

O novo empreendimento contou com investimento de quase R$ 30 milhões

O Grupo Bahamas irá inaugurar na próxima terça-feira (26/05) a primeira loja da bandeira Empório Bahamas em Uberlândia. A unidade será a quarta do grupo na cidade. A filial vai ocupar uma área superior a 5700 m², sendo mais de 2500 m² de área de vendas. Esta é a quinta loja da rede no Triângulo Mineiro e faz parte do projeto de expansão do grupo na região.

O conceito de empório apresenta um formato de lojas com mix de produtos diferenciados, voltado para a linha gourmet. A loja contará com um layout moderno e funcional para os consumidores. Ao todo, serão 20 checkouts e 170 postos de trabalho criados de forma direta.

O grupo investiu um valor próximo a R$ 30 milhões no empreendimento. O montante inclui aquisição do terreno, construção, montagem e comunicação visual. Com faturamento de R$ 1,5 bilhão em 2014, a rede apresentou crescimento real de 17,6%, segundo no 44º Ranking de Supermercados de SM.

Fonte: Supermercado Moderno

Promoções Absurdas: Fiado, desapareça!



Veja mais "Promoções Absurdas" como essa, acessando nossa seção especial.
Clique aqui


Um grande abraço e boas vendas,

Caio Camargo
Editor
+Falando de Varejo

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Varejo farmacêutico assume a segunda posição no ranking de vendas on-line

Atrás apenas da categoria de moda e acessórios, o segmento de medicamentos faturou R$ 8,24 bilhões em 2014

O varejo farmacêutico apresentou crescimento de 10,42% no primeiro trimestre deste ano. O segmento faturou R$ 8,24 bilhões, entre lojas físicas e online. A Drogaria Nova Esperança é um exemplo de empresa que obteve bons resultados após adotar as vendas pelo e-commerce.

O fundador e diretor da Drogaria Nova Esperança, Marcos Antônio Dávida, diz que apesar do cenário desfavorável da economia do País, acredita em um crescimento de 22%, ou até mais. "Só no primeiro trimestre deste ano, o faturamento de vendas pela internet aumentou 9%".

Desde 2007, quando o e-commerce da drogaria foi fundado houve um crescimento de 937% no faturamento da loja virtual. “No momento que optamos por desenvolver o e-commerce, era uma grande novidade no mercado e fomos uma das primeiras Drogarias independente a lançar um canal de vendas online no mercado farmacêutico.

De acordo com dados divulgados pela consultoria E-bit, em volume de pedidos, os itens da categoria de cosméticos e perfumaria, cuidados pessoais e saúde representaram 15% do total em 2014. O segmento está atrás só da categoria moda e acessórios.

Ainda segundo Dávida, o ano de 2015 será, sim, promissor, principalmente para as empresas que possuem o canal de vendas on-line. Hoje, a rede de remédios atende todo o território nacional e possui apenas uma loja física na capital paulista, em Pirituba.

Sobre o estoque na Drogaria Nova Esperança, Dávida explica que a empresa mantém, em média, 60 dias de reposição. Ressalta que optou por trabalhar dessa maneira, pois mantêm atualizado todos os dados de estoque e facilita a manutenção do mesmo.

Calvin Klein Jeans inaugura loja no Shopping Santana Parque em São Paulo

A Calvin Klein Jeans inaugura no próximo dia 02 de Junho sua nova loja no Shopping Santana Parque, em Santana, zona norte de São Paulo.

O Shopping é um dos mais modernos centros comerciais da região. A loja da Calvin Klein Jeans está localizada no segundo andar e ocupa uma área de cerca de 71m2 onde oferece jeanswear masculino e feminino, moda casual, acessórios, relógios, óculos e perfumes, além da linha de roupas íntimas.

A nova loja segue o padrão de arquitetura global da marca criada por Vincent Van Duysen. As roupas são expostas em fitas azul escuro e uma série de outros materiais quentes - incluindo concreto colorido a acabamentos em bronze - utilizado em toda a loja criando um ambiente sofisticado, com textura que valoriza o produto e gerando uma boa experiência de compra para o cliente.

A Calvin Klein, Inc. é uma das principais empresas do varejo de moda e marketing do mundo. A marca pensa e cria moda para homens e mulheres além de ter uma variedade de outros produtos que são fabricados e comercializados através de uma extensa rede de acordos de licenciamento e outras disposições mundialmente. A linha de produtos Calvin Klein inclui vestidos e ternos femininos, roupas sob medida para homens, linha esportiva masculina e feminina, jeanswear, lingerie, perfumes, óculos, meias, calçados, moda praia, jóias, relógios, bolsas, pequenos artigos em couro e artigos de decoração (incluindo mobiliário). Para mais informações, visite o site calvinklein.com.br.

A PVH Corp., uma das maiores empresas de vestuário do mundo, possui e comercializa marcas como as icônicas Calvin Klein e Tommy Hilfiger. É a maior empresa global de camisa e gravata, além de comercializar uma variedade de produtos sob suas marcas próprias Van Heusen, Calvin Klein, Tommy Hilfiger, IZOD, ARROW, Warner e Olga, e suas marcas licenciadas incluindo Speedo, Geoffrey Beene, Kenneth Cole New York, Kenneth Cole Reaction, MICHAEL Michael Kors, Sean John, Chaps , Signature Collection Donald J. Trump, Joseph Abboud, DKNY, Ike Behar e John Varvatos.

Liv: marca que transita entre o dia e a noite com bebidas saudáveis

Com três anos de presença no mercado brasileiro, a Liv é reconhecida pela proposta única de seus produtos: bebidas saudáveis, entre sucos, chás gelados e água de coco que transitam entre diferentes ocasiões - alimentação balanceada durante o dia, pós-treino e também nas casas noturnas, shows e festivais de todo o Brasil.

A Liv surgiu com a vontade de misturar vida saudável com diversão, por isso o nome que significa viver. Aproveitar ao máximo todos os momentos da vida, sem deixar de lado a vida saudável.

Outro diferencial da marca é a mixologia dos produtos, que é feita com profissionais renomados para oferecer sempre o melhor para o público. Transmitindo uma sensação diferenciada para cada explosão de sabor com as combinações.

As opções dos drinks podem ser alcoólicas ou não-alcoólicas. Seu público-alvo é composto por pessoas que gostam de cuidar da alimentação e descobrir novos sabores, apaixonados pela vida noturna e frequentadores de bares e do cenário cultural brasileiro.

Os produtos Liv estão em supermercados, lojas de conveniência e empórios de todo o Brasil em porções individuais e de 1L, com receitas elaboradas para quem quer aproveitar os melhores momentos que a vida pode proporcionar. O carro-chefe é a Água de Coco, seguido pelo sucos de maçã verde, cranberry, lichia e grapefruit.

CDL Farroupilha promove o 2º Seminário de Empreendedorismo Sustentável

Evento ocorrerá nos dias 27 e 28 de maio, trazendo à tona o tema sustentabilidade no desenvolvimento dos negócios, pessoas e meio ambiente

Alexandre Broilo, da CDL Farroupilha
A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Farroupilha realiza, nos dias 27 e 28 de maio, a partir das 19h, o 2º Seminário de Empreendedorismo Sustentável. O evento integra as comemorações dos 44 anos da entidade e ocorrerá na Câmara Municipal de Vereadores, Rua Júlio de Castilhos, n° 420, com entrada gratuita. A CDL de Farroupilha é associada da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS, que estará presente no seminário.

O diretor de Assuntos Políticos, Públicos e Municipais da CDL Farroupilha, Alexandre Broilo, destaca que o evento terá como tema central a sustentabilidade com a conotação no desenvolvimento das pessoas, do meio ambiente e a geração de negócios.

- O bom gestor é aquele que potencializa, otimiza, reconhece e valoriza os recursos disponíveis para a realização dos seus negócios, entendendo as pessoas, o meio ao qual está inserido, e a geração da economia. Entender da amplitude do conceito da sustentabilidade, é fundamental para que os negócios e o bem-estar social sigam existindo - salienta Broilo.

No dia 27, serão palestrantes o secretário municipal de Meio Ambiente de Gramado, Marcio Coracini, que falará sobre "Turismo e o Impacto Ambiental", e o arquiteto e urbanista Edson Marchioro, que ministrará a palestra "A Cidade no Novo Milênio".

O segundo dia do seminário trará palestras do filósofo e biólogo Pedro Lovato, com o tema "Indústria Orgânica e Agroecologia", e da educadora ambiental Deisi Stella e do diretor da CDL Farroupilha, Alexandre Broilo, abordando "Agenda 21 e o Impacto na Economia".

Mais informações podem ser obtidas junto a CDL de Farroupilha, pelo telefone (54) 3261.2766.

Marisol lança nova rede de franquia com marca própria e projeta expansão no país

Empresa já opera como a maior rede de lojas franqueadas no segmento infantil

A Marisol se prepara para lançar hoje, dia 22, seu projeto de franquias com a abertura da primeira loja com a marca própria Marisol, no Shopping Palladium, em Curitiba (PR). A empresa, líder no segmento de confecção infantil e franquias no Brasil, com expectativa de abrir 15 lojas até o fim do ano.

"O ano de 2015 é desafiador para o país, mas a Marisol SA possui experiência no modelo de franchising, e principalmente no mercado infantil. Pensando nisso, deicidimos apostar na Marisol, que já é uma marca consolidada. Desejamos proporcionar uma modalidade de investimento atrativa e diferenciada, focando 100% em lojas franqueadas", ressalta o presidente Giuliano Donini.

A nova modalidade trabalhará exclusivamente produtos da marca Marisol com um mix de produtos que será potencializado para melhor aproveitamento da marca e do posicionamento da loja.

O modelo de negócio foi desenvolvido para atrair franqueados nos melhores shoppings e centros de compras no Brasil. O investimento inicial é de aproximadamente R$ 400 mil para abertura de uma loja com retorno de capital de 36 a 48 meses.

Os franqueados contarão com a solidez da marca, projeto arquitetônico adaptado ao espaço físico, benefícios comerciais adicionais para as primeiras lojas da rede, manual de operação e gestão de franquia, ferramentas de gestão de loja, portfólio amplo e com produtos diferenciados, treinamento e desenvolvimento, consultoria de campo especializada, orientação de marketing e promoções e modelo de atendimento personalizado.

"Após anos de atuação em franquias, temos conhecimento e maturidade de afirmar que o operador presente diariamente na gestão da loja é vital para o sucesso da operação de franquia", finaliza Donini.

Para mais informações sobre Franquias Marisol entrar em contato com: franchising@marisolsa.com

Tietê Plaza shopping promove 1ª Feira de Trocas de Livros

Além da troca de títulos, visitantes poderão assistir musical e apresentação de histórias

Nos dias 26 e 27 de maio, o Tietê Plaza Shopping vai promover a 1ª Feira de Trocas de Livros. É a oportunidade ideal para trocar aquele livro que você já leu e que pode ser útil para outra pessoa, e ainda ter a chance de renovar sua biblioteca com novos títulos. Para participar, basta levar um livro em bom estado de conservação e trocar por outro. Só não serão aceitos livros didáticos e religiosos.

A ação é gratuita e conta com a parceria do Senac Lapa e apoio da Livraria Leitura. Além da troca, haverá uma programação especial com jogos, teatro, fantoches e contação de histórias.

O evento acontecerá no Tietê Plaza Cultural, localizado no 2º Piso, das 10h30 às 19h.

Programação:
História Cantada- 26/5 das 11 às 11h15
Musical: Os diversos ritmos da água - 27/5 das 11h00 às 11h15
Contando um conto - 27/5 das 11h30 às 12 horas
Jogo da Água - 27/5 das 14h30 às 15h30

Serviço
1ª Feira de Trocas de Livros
Local: Espaço Tietê Plaza Cultural – 2º Piso
Data: 26 e 27 de maio
Horário: das 10h30 às 19h
Entrada gratuita

Promoções Absurdas: Insensível


Veja mais "Promoções Absurdas" como essa, acessando nossa seção especial.
Clique aqui


Um grande abraço e boas vendas,

Caio Camargo
Editor
+Falando de Varejo

sexta-feira, 22 de maio de 2015

BR Week 2015: mais de 65 palestrantes confirmados

Com 6 grades temáticas, principal congresso de varejo do País discute “a força da eficiência”


A edição 2015 do Brazilian Retail Week, principal congresso do varejo multissetorial do País, já conta com mais de 65 nomes confirmados em sua grade. Nos dois dias de palestras (o evento tem também um dia de visitas técnicas e uma noite de premiação para os destaques do varejo nacional), passarão pelas salas de convenções do Hotel Transamérica, em São Paulo, executivos como Manuel Correa, diretor geral da Telhanorte; Gilmario Cavalcante, diretor geral da Smart Supermercados (Grupo Martins); Ricardo Bomeny, CEO da BFFC; Alessandra Restaino, presidente da Le Postiche; Sonia Hess, conselheira de administração da Restoque; Caito Maia, presidente da Chilli Beans; e Bruno Henriques, CEO da Kanui.

O evento acontece nos dias 27 a 30 de julho e tem como tema “A força da eficiência”. Com seis grades temáticas, um dia de visitas técnicas a varejistas de destaque e o jantar do Prêmio BR Week, que celebra as operações de melhor performance do varejo brasileiro, o congresso contará com diversos painéis que debaterão temas importantes para a gestão dos negócios. O evento será aberto com a plenária “A força da eficiência – as melhores práticas para assegurar crescimento, produtividade e rentabilidade do varejo no Brasil”, em que Enéas Pestana, consultor, ex-executivo do Grupo Pão de Açúcar e uma das referências nacionais em eficiência, conversará com CEOs sobre o que é preciso para que as empresas obtenham resultados cada vez melhores, mesmo em um ambiente econômico conturbado.

No dia 28 de julho, das 15h às 16h, Michel Jager, sócio do Grupo Trigo / Spoleto; Marcelo Villela, presidente da Losango; e Ubirajara Pasquotto, presidente da Cybelar, discutirão como priorizar o que é decisivo para a eficiência do varejo, no painel “O básico bem feito”.

No mesmo dia, no período da manhã, representantes das principais entidades setoriais avançarão na construção de “Uma agenda construtiva para o varejo brasileiro”: Cris Franco, presidente da ABF; Glauco Humai, presidente da Abrasce; Nelson Kheirallah, vice presidente da Associação Comercial de São Paulo; Honório Pinheiro, presidente do CNDL; e Fabiola Xavier, diretora executiva do IDV, mostrarão como o setor tem se unido em torno de pontos em comum e ampliado sua força na negociação política de questões importantes, como emprego, jornada de trabalho e formalização da mão de obra.

No segundo dia, destaque para um debate exclusivo sobre empreendedorismo feminino. Atualmente, 45% dos empreendimentos brasileiros são comandados por mulheres e, no segmento de franquias, as empresas comandadas por elas chegam a faturar 32% mais que aquelas lideradas por homens. O painel “Empreendedorismo feminino no varejo – elas dominam” acontece no dia 29 de julho, das 9 às 10h30, e contará com palestrantes como Maitê Pedroso, CEO da Miss Pink; Alessandra Restaino, presidente da Le Postiche; Sonia Hess, conselheira de administração da Restoque; e Renata Vichi, vice presidente do Grupo CRM (Kopenhagen).

O debate sobre a eficiência do varejo passará, nas salas do BR Week, pela Gestão, Consumo, Design, Tecnologia, Inovação e E-Commerce. No dia 29/07, das 12h às 13h, um painel com CIOs mostrará como a tecnologia está a serviço da eficiência no setor. Mediado por Silvio Laban, coordenador do MBA do Insper, o painel terá a presença de Laércio Aro, diretor de TI das Lojas Avenida; e Fernando Fanizzi, diretor de TI da Óticas Diniz, entre outros.

A edição 2015 do BR WEEK está com inscrições abertas. Confira a programação completa em www.brweek.com.br

Consumidor escolhe novo produto do Pão de Açúcar

Encerrada campanha pela escolha do pãozinho de açúcar da rede, o vencedor é eleito com 40% dos votos.

Após um mês de votação, os clientes do Pão de Açúcar decidiram pelo sabor Chocolate Branco com Castanha do Pará como o novo produto da linha de padaria da rede. A partir do dia 22 de maio, a versão poderá ser encontrada em todas as unidades com fabricação própria, sempre em fornadas fresquinhas. O preço unitário do novo pãozinho de açúcar é R$ 2,99.

A campanha pela escolha do sabor foi criada pela agência Havas e fez parte do planejamento de comunicação para este ano que é baseado no conceito “inventar #praserfeliz”. No período de 16 de abril a 15 de maio, o Pão de Açúcar utilizou de todos seus canais de comunicação oficiais para contar sobre a campanha e elaborou materiais especiais para as lojas da rede. Foi veiculado ainda um filme com o ator Rodrigo Hilbert apresentando a novidade e com as instruções de votação.

Feitos em molde especial, que imita o logotipo da rede, o pãozinho de açúcar foi criado pela equipe de Desenvolvimento da Padaria do Pão de Açúcar e três foram selecionadas para degustação do público: Açúcar Cristal, Coco e Chocolate Branco com Castanha do Pará. Toda a votação aconteceu por meio de site. Enquanto o 1º colocado foi selecionado com 40% dos votos, o segundo (Açúcar Cristal) teve 34% da preferência dos consumidores.

A campanha pela escolha do pãozinho foi a primeira campanha da marca que contou com a participação do consumidor. Para a gerente de marketing do Pão de Açúcar, Renata Gomide, trata-se de uma decisão que se mostrou assertiva na medida em que o cliente, atualmente, pede para estar mais envolvido com as marcas com que se relaciona. “O Pão de Açúcar é uma marca querida e com alto valor entre os seus clientes. Portanto, trazê-los para se envolver no processo de decisão de um produto, foi valorizado por esse publico, que não apenas votou no site, mas comentou ativamente a campanha em redes sociais”, afirma.

Câmara Aprova Aumento de Imposto Importados

A Câmara dos Deputados aprovou o aumento de impostos sobre produtos importados, incluindo cerveja, água, extrato para refrigerantes, produtos farmacêuticos, cosméticos e maquinários. A medida faz parte do pacote de ajuste fiscal do governo e, além de aumentar a arrecadação, busca proteger a indústria nacional. A estimativa do governo é que, com a MP, a arrecadação anual com importações aumente em R$ 1,19 bilhão a partir de 2016. Só neste ano, o impacto seria de R$ 694 milhões. A MP seguirá para análise do Senado. Os produtos farmacêuticos sofrerão aumento de impostos. O PIS-Pasep passará de 2,1% para 2,76% e Cofins será elevada de 9,9% para 13,03%.

Fonte: GiroNews

CDL Sapiranga comemora 43 anos de atuação no município

Café da manhã com empresários e parceiros celebrou o aniversário da entidade

Para celebrar as mais de quatro décadas de atuação em defesa do movimento lojista a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Sapiranga realizou um café da manhã na sede da entidade com a presença de empresários e líderes do setor. O evento foi realizado na manhã desta sexta-feira (22/05). O presidente da CDL Sapiranga, Álvaro Pereira, destacou a importância da aproximação com o associado.

- A CDL cumpre um papel importante na área de capacitação. Além disso, contamos com programas de descontos que auxiliam os associados e com o Certificado Digital que é algo que veio para ficar. O serviço é rápido, ágil e eficiente. Também estamos investindo no programa CDL Emprego que tem a importante missão de direcionar mão de obra para nosso mercado de trabalho - afirmou.

Entre as conquistas mais importantes da entidade, estão a parceria com o SEBRAE que instalou o Ponto de Atendimento junto à CDL. Também se destacam campanhas de premiação, aquisição da sede própria e convênios com empresas e entidades parceiras.

Sobre a CDL Sapiranga

Fundada em 23 de maio de 1972, a Câmara de Dirigentes Lojistas de Sapiranga (CDL) é uma entidade civil e sem fins lucrativos que tem como objetivo promover a união entre a classe lojista da cidade e proporcionar maior segurança no momento da concessão de crédito. Apoia o crescimento do comércio na cidade e promove a qualificação dos profissionais que trabalham nesta área. A entidade oferece uma ampla variedade de serviços aos seus associados, englobando cursos e eventos. A CDL Sapiranga está vinculada a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS).

Promoções Absurdas: A volta do restaurante canibal



Veja mais "Promoções Absurdas" como essa, acessando nossa seção especial.
Clique aqui


Um grande abraço e boas vendas,

Caio Camargo
Editor
+Falando de Varejo

quinta-feira, 21 de maio de 2015

Varejo tem fraco desempenho, mas existem saídas

O volume de vendas no varejo registrou o pior desempenho desde 2003, de acordo com dados divulgados, recentemente, pelo IBGE. Observando essa queda na atuação do setor, podemos vislumbrar a análise de dados como uma saída crucial para a recuperação do varejo.

Paulo Ferezin, da KPMG
Ela permitirá a captação e fidelização de novos clientes, redução de custos, entre outras possibilidades. Quando estudados de forma adequada, os dados se transformam em informações que podem ajudar a diagnosticar as reais diferenças no funcionamento das lojas, assim como suas origens, permitindo a conversão desse conhecimento em novas oportunidades de receita e em reduções de custos.

“Muito tem sido dito nos últimos dois anos sobre o fenômeno “Big Data” e seu poder de transformar o cenário de negócios. Ferramentas de análise e suporte a gestão do “Big Data” podem ser apontadas como uma das soluções para o restabelecimento do setor”, analisa o diretor e líder para o setor de varejo da KPMG, Paulo Ferezin.

De acordo com ele, uma análise de dados coerente e estruturada pode ser a chave para identificar a origem de qualquer deficiência no desempenho das empresas, assim como, as possíveis medidas e soluções para contornar esses problemas. A partir desse diagnóstico, é possível detectar lojas para fins de iniciativas de melhorias, desenvolver programas e estratégias para reprojetar um estabelecimento comercial, escolher novos locais e mercados para atuação e, até mesmo, decidir encerrar permanentemente as atividades de uma loja ou negócio.

Sobre a KPMG

A KPMG é uma rede global de firmas independentes que prestam serviços profissionais de Audit, Tax e Advisory. Estamos presentes em 155 países, com mais de 162.000 profissionais atuando em firmas-membro em todo o mundo. As firmas-membro da rede KPMG são independentes entre si e afiliadas à KPMG International Cooperative (“KPMG International”), uma entidade suíça. Cada firma-membro é uma entidade legal independente e separada e descreve-se como tal.

No Brasil, somos aproximadamente 4.000 profissionais distribuídos em 13 Estados e Distrito Federal, 22 cidades e escritórios situados em São Paulo (sede), Belém, Belo Horizonte, Brasília, Campinas, Cuiabá, Curitiba, Florianópolis, Fortaleza, Goiânia, Joinville, Londrina, Manaus, Osasco, Porto Alegre, Recife, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Salvador, São Carlos, São José dos Campos e Uberlândia.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Só Picasso explica o varejo

por Renato Muller*

Ao conversar com empresários e analisar os números, surge uma imagem aparentemente confusa, que pode ser quebrada em várias partes desconexas


Não muito tempo atrás, minha filha fazia um trabalho de escola sobre Picasso e o Cubismo. Sua primeira reação, ao ver as pinturas do mestre espanhol, foi fazer cara de ponto de interrogação e dizer: “a moça está toda desmontada nessa pintura”.

O varejo anda bem cubista ultimamente.

Nas últimas semanas, ao conversar com empresários de varejo e analisar os números do setor, a impressão é de estar olhando uma obra de Picasso. Uma imagem à primeira vista confusa, que pode ser quebrada em diversas partes, cada uma aparentemente desconexa da outra, e que revela, aqui e ali, algumas certezas.

Uma olhada nos números mais recentes do IBGE, referentes a março, mostra uma queda moderada nas vendas na comparação anual, mas alguns segmentos tiveram expansão acima de 10%, enquanto outros apresentaram uma queda desse mesmo tamanho. Não existe uma realidade única: os números do IBGE representam, literalmente, a soma e as contradições de várias partes.

Os balanços das empresas publicados recentemente também mostram isso. Uma das principais redes de lojas de departamentos ignorou completamente a crise, ampliando seus lucros em quase 50%, enquanto um dos maiores e-commerces de moda cresceu 41% no primeiro trimestre. Por outro lado, um dos grandes varejistas de eletroeletrônicos teve uma queda de 90% em seus lucros, por conta do aumento das despesas financeiras. Essa linha do balanço, por sinal, vem derrubando os números de inúmeras empresas, especialmente aquelas com dívidas em dólar.

Esse quadro multifacetado do varejo também aparece nas conversas, formais ou informais, com executivos do setor. O Seminário Investimentos NOVAREJO, que realizamos neste mês de maio em São Paulo, reuniu mais de 140 representantes dos mais diversos segmentos do mercado e foi uma oportunidade valiosa de “medir a pulsação” do varejo. Nas conversas duas visões apareceram de forma clara: uma mais esperançosa acreditando que o pior já passou e que teremos uma lenta e progressiva melhora; outra dizendo que o cenário ainda ficará bem mais difícil antes de começar a melhorar.

Às vezes, essas visões diferentes apareciam em uma mesma empresa. O diretor de uma rede disse que no primeiro trimestre as vendas de games e informática despencaram, mas por outro lado o mercado de livros bateu recordes. Uma rede de moda dizia que algumas linhas de produtos iam muito bem, mas que o planejamento estava sendo feito em base mensal. O longo prazo é o fim do mês...

O executivo de um dos principais e-commerces brasileiros, por sua vez, continuava com o pé no acelerador, com um crescimento de vendas digno de startups. Uma rede de alimentação manteve seus planos de expansão mesmo diante do cenário mais bicudo, sabendo que terá que fazer mais força para alcançar os resultados. Mas que eles são possíveis.

Todo esse quadro estranho, cheio de formas esquisitas e imagens sobrepostas, leva a uma conclusão: esqueça o que acontece no mercado e se preocupe com suas operações. No passado, o vento a favor empurrava todo mundo ao crescimento. Hoje, a ventania bate de todos os lados, ás vezes ajudando, mas normalmente jogando contra. Assim, é melhor fazer a lição de casa, rever processos, cuidar da gestão, apertar o cinto, cobrar eficiência, buscar produtividade e agir com cautela. Quem está jogando o jogo do “pé no chão” consegue aproveitar os momentos de vento a favor, enquanto os outros estão vivendo dias complicados.

* Renato Müller é Editor da plataforma NOVAREJO (www.portalnovarejo.com.br)

Coop adota tecnologia LED e contabiliza redução de consumo energético e de poluentes

O projeto da Coop – Cooperativa de Consumo de substituir lâmpadas fluorescentes pelo moderno conceito LED (Light Emitting Diode) já está concluído em cerca de um terço de sua rede. Até o final do ano passado, o consumo de energia elétrica economizado alcançava a marca expressiva de 132.599,23 kWh/mês, além de deixar de lançar na atmosfera 52,48 toneladas de CO2/ano.

“Com o novo sistema de iluminação foi poupada a ação de 263 árvores em 2014 para neutralizar o prejuízo da emissão de gás carbônico e esse balanço será muito mais positivo, quando o conceito LED estiver presente em todos os pontos de distribuição e áreas de suporte, com o emprego de aproximadamente 55 mil peças, com conclusão prevista para 2017”, explica a engenheira Viviane Cristina dos Santos Chicano.

Neste ano, nove outras unidades serão contempladas com a tecnologia, incluindo nesse pacote a nova loja em Tatuí que será inaugurada no próximo mês de outubro, e a Central de Panificação. No total, 12 mil luminárias serão instaladas e nas 12 lojas restantes, o sistema de iluminação será substituído entre 2016 e 2017, exigindo outras 24 mil peças.

O investimento é alto, pois a tecnologia exige maior número de luminárias em comparação à convencional e seu preço é bem mais elevado. Só que o custo benefício compensa, e muito. “O investimento se paga em um ano e seis meses de utilização, já que a vida útil do LED é de 50 mil horas ou cinco anos, mais que o dobro da durabilidade da fluorescente que gira em torno de 20 mil horas”, assegura a engenheira Viviane Chicano.

Para se ter uma ideia, a substituição de 136 lâmpadas de vapor metálico por 1.355 luminárias a LED gerou na unidade Árvore Grande, em Sorocoba, diminuição de 16% no consumo de energia elétrica em 2012, quando da troca do sistema de iluminação. Uma redução de 30 MWh que garantiu economia de R$ 6 mil/mês.

Há outros benefícios que precisam ser levados em conta. Além da redução de consumo, já que sua potência é de 18W, as luminárias LED produzem menos calor, reduzindo a utilização do ar condicionado. Outras vantagens é que sua durabilidade de 50 mil horas elimina a manutenção, além de possuir maior eficiência luminosa (110 lm/W) e não requerer reator. Sem contar, principalmente, os benefícios ao meio ambiente.

Sobre a Coop: Atualmente a Coop é considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina, ocupa a 13ª posição do ranking da ABRAS (Associação Brasileira de Supermercados) e fechou o exercício de 2014 com faturamento de R$ 2,028 bilhões. São cerca de 5,4 mil colaboradores diretos, 28 unidades de distribuição - 21 no Grande ABC, uma em Piracicaba, três em São José dos Campos, duas em Sorocaba e uma em Tatuí, além de três postos de combustíveis e seis drogarias externas.

Por ser uma cooperativa, seu principal escopo é oferecer os melhores serviços com preços justos, além de reverter benefícios para seus cooperados e comunidade, como ciclo de palestras gratuitas; programa de saúde e qualidade de vida por meio do Mexa-se nas unidades; retorno das sobras (lucro), quando ocorrerem; programas educacionais voltados aos estudantes da rede pública e particular e doações para entidades beneficentes onde possui unidades de distribuição.

Júlio Mottin acredita no potencial econômico brasileiro

Panvel vai ultrapassar as fronteiras da região sul

Com uma atuação pautada na continuidade e constância dos negócios, o Grupo Dimed, capitaneado pelas Farmácias Panvel, projeta a expansão da rede nos estados do sul do Brasil. Mesmo em meio à crise, o vice-presidente Júlio Ricardo Mottin Neto comentou, durante o “Tá na Mesa”, promovido pela Federasul, nesta quarta-feira (20/05), que a gestão da empresa possui um olhar otimista com relação ao futuro e acredita que a crise econômica do Brasil vai acabar. “Nossa crença é de que as empresas consigam retomar o crescimento”, destacou. Para 2016, o grupo projeta ultrapassar as fronteiras do sul em busca de um novo mercado com a abertura da primeira unidade em São Paulo.

Com 330 lojas e outras 36 previstas para 2015, a Panvel, além de medicamentos, disponibiliza um mix com mais de 500 produtos de marca própria. Destes 80 terão suas fórmulas renovadas e serão colocados à venda ainda esse ano.

Segundo os dados apresentados por Mottin, no primeiro quadrimestre de 2015 o percentual de crescimento acumulado do grupo ficou na marca de 14,5%. “Projetamos atingir um crescimento de 15% neste ano”, revelou o vice-presidente. Ao mesmo tempo ele demonstrou preocupação com as mudanças tributárias que serão anunciadas pelo Governo Federal.

Para Mottin, a política econômica do Brasil foi conduzida de forma equivocada. “O país é um foguete prestes a decolar, mas está sendo segurado pelos entraves da equivocada carga tributária, por leis trabalhistas anacrônicas e pela corrupção”, avaliou.

Com o olhar atento aos movimentos da economia brasileira, os gestores da empresa estão dispostos a assumir riscos e romper fronteiras chegando a São Paulo em 2016 para testar a aderência da marca. Para o período entre 2016 e 2017 serão inauguradas outras 18 unidades somente na região sul. “Nosso trabalho está alicerçado em dois pilares que são uma boa logística de modo a respeitar o curto tempo das pessoas e na cultura de melhor atender os anseios dos nossos clientes”.

Entre os desafios estão ampliar a rede multicanal, que hoje atende todo o Brasil por meio do Alô Panvel e o site. O grupo pretende lançar o aplicativo que vai ajudar os seus clientes a cuidar melhor da saúde com alertar para os dias e horários dos medicamentos. “Quando o nosso cliente chegar até um ponto de atendimento queremos estar com a nota emitida e o produto embalado”, finalizou.

Empresário cria modelo de negócios com capital inicial menor que R$4 mil

Fáceis de operar, as franquias online do Camisetas da Hora foram criadas para quem tem o sonho de iniciar a própria empresa

Uma das maiores redes de franquia online do país, a Camisetas da Hora desenvolveu um modelo de negócios focado em pessoas que têm o sonho de empreender e vislumbram na internet a oportunidade para começar. A marca criou um plano de franquia que tem como diferencial o baixo investimento inicial: com apenas R$ 3.950 é possível ter a próprio e-commerce de camisetas personalizáveis.

Com este investimento, o franqueado recebe uma loja virtual com todo o sistema operacional, de cobrança e segurança prontos e mais de mil modelos de camisetas para vender. “O trabalho do empreendedor é criar uma marca própria e atrair clientes para a sua loja”, explica o presidente da marca Marcelo Ostia. “Os pedidos são direcionados para os centros de distribuição da Camisetas da Hora, que produzem as peças com a qualidade da marca e providenciam o envio ao cliente final”.

Com uma história marcante de superação e empreendedorismo, o presidente da marca Marcelo Ostia criou o modelo apostando que, com as ferramentas certas, todos podem empreender. “No último ano investimos também no processo de formação do empreendedor com vídeo-aulas, hangouts, livros e consultoria”, revela. “Ao entrar para a rede do Camisetas, o franqueado recebe um intenso material de treinamento com conteúdo sobre empreendedorismo, vendas online, relacionamento digital, etc”. Essas mudanças ampliaram os resultados dos novos membros do grupo em 27%.

Exemplo de sucesso

Um dos cases deste novo modelo de negócios é o empreendedor Manuel Trindade, empreendedor de Ribeirão Preto-SP, está realizando seu sonho de empreender pela primeira vez. Em 2011, o jovem de 30 anos sofreu um acidente que gerou uma lesão medular e o deixou tetraplégico. Com o tempo de tratamento, foi conquistando autonomia e, em busca de se tornar produtivo e fazer algo que trouxesse resultados para sua vida, reaprendeu a mexer no computador. “Eu precisava de uma fonte de renda e comecei a procurar por maneiras de usar meu conhecimento em marketing e vendas. Encontrei em uma franquia online a oportunidade de voltar a trabalhar”, conta.

O empreendedor criou o e-commerce virtual “Nerd Fashion”, pois já estava inserido na cultura deste segmento. “Hoje eu tenho a minha loja virtual, chamada, que irá me ajudar a tingir meus objetivos de vida a curto e longo prazo e trabalhar com algo que eu adoro”.


Camisetas da Hora – perfil da franquia
Segmento: Varejo/E-commerce – venda de camisetas personalizadas e outros produtos pela internet
Taxa de franquia: de R$ 3.950,00 a R$ 6.000,00
Royalties: R$ 180,00 mensais
Ano da fundação: 2005
Início do franchising: 2011
Nº franqueados: 1 loja própria / 103 franquias
Informações: www.camisetasdahora.com.br

Pontão do Lago Sul recebe 23ª edição do Extra Chique Outlet

Quarenta e oito estandes vão movimentar a orla em 700 metros quadrados de exposição


Nos dias 22, 23 e 24 de maio, das 11h às 21h, o Pontão do Lago Sul irá receber o Extra Chique Outlet. Com 11 anos de história e um atendimento médio de 30.000 pessoas, a 23ª edição será especial e terá como tema os namorados e até 70% off.

As melhores multimarcas de Brasília, como Magrella, Ana Paula Maison, Amanda Brasil, Biruta, Stilo Chic, entre outras, vão marcar presença. Além das internacionais Bob Store, Polo USA, Calvin Klein, entre outras.

As grifes nacionais e importadas estarão espalhadas por mais de 700 metros quadrados de exposição, garantindo aos consumidores produtos de qualidades com preços bastante acessíveis.

Pontão do Lago Sul

Com uma bela vista da capital e diversos restaurantes, o Pontão do Lago Sul é um dos cartões postais de Brasília. Localizado à beira lago e com seis restaurantes em funcionamento e diversos quiosques, os visitantes do Pontão podem desfrutar de uma refeição de qualidade em um ambiente agradável, uma ótima opção para encontros entre amigos, familiares ou almoços a negócio.

Inaugurado em março de 2002, o Pontão do Lago Sul é parte do Projeto Orla e foi construído para desenvolver o turismo de entretenimento, negócios, cultural e gastronômico em Brasília. Situado numa área de 134 mil metros quadrados, com orla de 1,2 mil metros, oferece 1,5 mil vagas de estacionamento com total conforto e segurança.

Serviço
Extra Chique no Pontão do Lago Sul
Onde: SHIS Ql 10, Lote 1/30 - Lago Sul
Quando: Sexta (22/05), sábado (23/05) e domingo (24/05), das 11h às 21h
Quanto: Entrada franca
Classificação indicativa livre.

Promoções Absurdas: Qualquer peça...opa, peraí...



Veja mais "Promoções Absurdas" como essa, acessando nossa seção especial.
Clique aqui


Um grande abraço e boas vendas,

Caio Camargo
Editor
+Falando de Varejo

Shopping Center Limeira participa da Virada Cultural Paulista

Centro de compras terá atrações neste fim de semana em evento inédito na cidade


O Shopping Center Limeira irá participar da Virada Cultural Paulista, que acontece pela primeira vez em Limeira. Com 17 atrações, a programação no shopping tem início no sábado (23) e segue até o domingo (24) no Espaço de Eventos e Praça de Alimentação.

A abertura da Virada Cultural no shopping será no sábado às 18h com as exposições dos artistas plásticos Lícia Simonetti, Allan André Lourenço, Walter Forster e Marco Guiselini. No mesmo horário, Gui Bilatto irá desenhar caricaturas ao vivo de quem passar pelas mostras.

Às 19h será a vez do show da cantora July Guerrero. O sábado contará ainda com a encenação da peça “Quem sou eu para duvidar?”, do grupo Esfarrapados Argilosos, com o número de dança “Fantasia”, da Escola de Dança Gláucia Bilatto e a apresentação musical de João Lejambre e grupo.

A programação do domingo tem início com a exibição dos documentários sobre o Museu da Imagem e do Som, ao meio-dia, e Diretriz – Bolívia Tour, às 13h. No mesmo horário, o Grupo Reminiscências toca o melhor do choro e do samba raiz. A peça “Por falar na morte, por pensar na vida” será encenada pela Cia Leões das Artes às 14h.

A música volta às 15h com Allan Piter e seu show “Dando cordas”. Às 16h, o artista plástico Cândido de Souza faz pintura ao vivo e no mesmo horário a Oficina do Corpo apresenta “Um pouco de dança”. O encerramento da Virada Cultural no Shopping Center Limeira será às 17h com o show “Caravana Delas”.

As atrações são gratuitas e abertas a todos os interessados. “Nossa parceria com a Secretaria Municipal de Cultura busca dar espaço aos artistas de nossa cidade nesse evento que passa a contar com Limeira entre o circuito das cidades que recebem a Virada”, destaca Alexandre Gabriel, superintendente do Shopping Center Limeira.

SERVIÇO
Virada Cultural Paulista no Shopping Center Limeira
Quando? Sábado (23) e domingo (24) em diversos horários
Onde? Espaço de Eventos e Praça de Alimentação do shopping