segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Brasileirinho Delivery inaugura segunda unidade em Curitiba

Capital paranaense é destaque no setor de alimentação e uma das melhores cidades brasileiras para se empreender

Presente em 27 estados com mais de 100 unidades espalhadas pelo país, o Brasileirinho Delivery, rede especializada em comida típica brasileira no box, inaugura sua segunda unidade em Curitiba (capital do Paraná) num dos mais importantes bairros da cidade, o Portão, eleito o segundo melhor bairro para se viver na capital paranaense.

Com quase dois milhões de habitantes e mais de três milhões na região metropolitana, Curitiba possui o 4° maior PIB de todo o Brasil e é a economia mais forte do sul do país. “Queremos marcar presença nas maiores e mais importantes cidades do país. Curitiba é uma das principais economias do Brasil e oferece inúmeras oportunidades de crescimento para o Brasileirinho, ainda mais num bairro como o Portão, com muitos centros comerciais e culturais”, comenta Jhonathan Ferreira, diretor executivo da marca.


Investir no mercado de alimentação é uma aposta promissora já que este setor não é radicalmente afetado por crises econômicas, pois alimentação é uma necessidade básica; além disso, a correria do dia a dia e a falta de tempo fez com que mais pessoas tivessem que comer fora de casa ou pedir por comida delivery, como mostram esses dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística): cerca de 25% da renda dos brasileiros é gasta com comida fora de casa.

No mercado de franquias, o Paraná aparece como o 4° Estado com maior faturamento do país (6,3%) e também está na quarta posição em unidades, apresentando 6,5%. A receita do Estado subiu de 5,5% do ano passado para 6,3% neste ano, faturando um total de R$ 2,5 bilhões. Dados da Associação Brasileira de Franchising indicam que 494 marcas de franquias operam no Paraná, com quase 5200 unidades franqueadas, e a capital Curitiba ocupa a 5ª posição entre as franquias brasileiras com maior número de unidades – além da capital, o Estado possui outras duas cidades no ranking de melhores municípios para se empreender no Brasil: Maringá e Londrina.

Mais notável ainda é a presença do setor alimentício na região sul do país, onde 28,2% do mercado é ocupado por este segmento - no segundo trimestre deste ano, a região registrou 9,7% de participação no franchising, alcançando a segunda posição do Brasil.

Novas oportunidades

Já é a segunda unidade do Brasileirinho Delivery em Curitiba, mas é o primeiro negócio de Everton Graeff, dono da unidade a ser inaugurada no dia 16 de outubro: “Já venho pesquisando o mercado há bastante tempo. Optei por uma franquia por ter padronização e modelo de negócio já definidos. Como é meu primeiro negócio, algumas dificuldades já foram auxiliadas com base no suporte da franqueadora”, explica.

Nascido em São José do Ouro, no Rio Grande do Sul, o empresário de 36 anos sempre trabalhou como técnico em manutenção elétrica e há sete anos está em Curitiba. A nova unidade será em parceria com sua esposa, Clarissa Graeff. “Nos conhecemos em Lages, Santa Catarina, cidade natal da minha esposa. Na época em que namorávamos, Clarissa foi para o Mato Grosso morar com os pais, então pedi as contas na multinacional onde eu trabalhava em Lages para ir embora com ela”, conta Everton.

Em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá (MT), Everton e Clarissa casaram e tiveram sua primeira filha. Após cinco anos no Mato Grosso o casal decidiu voltar para o sul do país e, pesquisando algumas cidades, decidiram por Curitiba. “Por ser uma cidade industrializada, seria fácil arrumar emprego na minha área. Minha esposa estudava para um concurso público onde passou bem colocada e foi chamada na primeira lista. Não tivemos dúvida: ela pediu demissão do banco onde trabalhava e eu pedi demissão de uma multinacional, de novo, onde trabalhei durante os cinco anos que ficamos lá. Fizemos as malas e viemos para Curitiba sem casa para morar, e eu, sem emprego”, conta.

Optar pelo Brasileirinho não foi à toa: a primeira unidade da marca fez o gosto dos curitibanos e Everton sabia que o negócio ia deslanchar: “Nossa unidade oferece delivery, balcão e praça de alimentação. Gostamos muito da comida e do sabor do Brasileirinho, acreditamos que a franquia pode expandir muito nos próximos anos”, explica o empresário. Everton se dedica à unidade em tempo integral e sua esposa concilia a unidade com seu trabalho num grande banco da capital - Clarissa é formada em Gestão Financeira com especialização em Gestão Pública e Gestão de Pessoas, ótimos fatores para agregar ao empreendedorismo.

“Busco uma maior realização profissional, porém entendo que o mercado possui diversos desafios. O setor de alimentação em Curitiba é bem grande e possui bastante concorrência. Pretendo conseguir minha fatia de mercado com qualidade no serviço oferecendo o melhor atendimento possível”, enfatiza. Everton, cauteloso, não quer nutrir grandes expectativas, mas confessa que espera registrar um crescimento contínuo e duradouro em sua unidade.

"Minha afinidade com a cozinha vem da minha filha mais velha, de onze anos, que pretende ser confeiteira e estudar na França. Talvez seja um dos grandes motivos pelo qual busquei uma franquia na área de alimentação", finaliza.

Unidade Brasileirinho Curitiba (PR)
Rua João Bettega, número 1831, bairro do Portão.

Sobre o Brasileirinho Delivery

Criado em 2013, o Brasileirinho Delivery é uma empresa que oferece comida típica brasileira no box. Inserida no franchising em 2014, a marca conta com mais de 100 unidades (distribuídas pelo Brasil) e caiu no gosto do brasileiro ao proporcionar uma experiência inusitada pela forma de apresentação do alimento agregada ao delicioso e surpreendente sabor que é enaltecido pela utilização de produtos frescos e de qualidade. Com dois modelos de negócios: Express, modalidade que comporta o formato delivery, e a franquia Full, no qual proporciona uma área para o cliente se alimentar no local, o Brasileirinho exige investimento de R$100 mil e R$130 mil, respectivamente. No cardápio, são mais de 30 sabores entre opções tradicionais, massas, premium, saudáveis e veganas.
Post Anterior
Próximo Post

0 comentários:


Não deixe de participar!
Qual sua opinião sobre o conteúdo acima?