segunda-feira, 22 de abril de 2019

Sensormatic apresenta soluções com foco na jornada do varejista e na experiência de compra do consumidor

Geladeira do Futuro, máquina etiquetadora e sistemas de Self-Checkout estão entre os destaques

Imagine uma geladeira que possui sensores inteligentes que fornecem dados estatísticos - como quantas vezes ela foi aberta e quantas vezes cada produto foi selecionado pelo consumidor -, além de reconhecer o tipo de público (gênero e faixa etária) e horário em que um item foi escolhido - ou não. Com essas informações, o varejista avalia as vendas e melhora a exposição de produtos e a experiência do consumidor, sem rupturas. Essa é a Geladeira do Futuro, que a Sensormatic Solutions, empresa global que capacita varejistas no engajamento de consumidores de forma inteligente e conectada, apresentará no Apas Show, maior evento supermercadista do mundo, entre os dias 6 e 9 de maio.



A partir da proposta de melhorar a jornada do varejista e promover a boa experiência do consumidor, a Sensormatic Solutions irá expor soluções com foco em segurança e monitoramento, performance de loja e prevenção de perdas. “O consumidor moderno não quer mais uma loja comum, ele espera uma experiência de compra diferenciada”, explica Sérgio Thomé, diretor Comercial da empresa. “Para atender a essa demanda, apresentaremos soluções que oferecem benefícios não apenas aos varejistas, mas aos consumidores e ao meio ambiente”, pontua.

Os destaques do estande da Sensormatic Solutions incluirão:

Metasys: o sistema de automação predial pode economizar até 30% de energia e integra sistemas de HVAC, iluminação, segurança e proteção. “Apresentaremos uma versão personalizada e com menor custo para o varejo, que ajuda no controle e economia dos sistemas”, afirma Thomé.

Sistema sem fio contra incêndio: a solução detecta e protege um estabelecimento contra incêndios, promovendo facilidade na instalação e menor custo com infraestrutura. A comunicação é realizada por sinal de rádio. Ao detectar um incidente, o detector envia o sinal para a central, que aciona a sirene.

CFTV integrado: a solução facilita o monitoramento de sistemas de segurança do local. Por meio do uso de reconhecimento facial, será possível identificar o público que visita o estande. No varejo, a solução cria um banco de dados que elabora listas, monitora a entrada de suspeitos e gera alertas de quantas vezes uma pessoa entrou em um ambiente.

Máquina etiquetadora: a utilização desta máquina aplicadora de etiquetas antifurto descartáveis AM (label AM) reduz, em média, 70% do tempo de operação na aplicação manual, podendo etiquetar cerca de 400 produtos por minuto, dentro do processo de fabricação ou embalagem de um produto destinado ao varejo. “Queremos mostrar os benefícios da proteção na origem e revelar como ela pode gerar economia para o varejista”, explica Thomé. Entre as vantagens estão aumento de rentabilidade com as vendas e redução de rupturas e perdas.

Click Retail: lançado recentemente, o sistema consolida dados do varejista provenientes de várias fontes com o objetivo de dar apoio e orientação em análises e tomadas de decisões diárias. Com foco em aumento de rentabilidade, produtividade, margem, melhor venda e redução de perdas, as informações são alinhadas à estratégia da empresa de forma rápida, simples e objetiva.

Self-Checkout com desativadores para etiqueta label integrados: o sistema permite ao próprio consumidor realizar o pagamento e empacotamento das mercadorias. A novidade está no desativador integrado ao leitor de códigos de barras: durante a utilização do Self-Checkout, após a leitura do código de barras do item para registro do preço, o leitor emite um sinal para o desativador que identifica uma etiqueta AM descartável anti-furto (label AM), e realiza o processo de desativação. Após o pagamento e emissão da nota fiscal, o cliente pode sair da loja sem necessitar do apoio de um colaborador para desativar as etiquetas de segurança descartáveis dos produtos adquiridos.

Etiquetas Infusion: a solução, única no mercado e feita em uma única peça, que integra o pino à etiqueta, garante maior agilidade no processo de aplicação e remoção de etiquetas em mercadorias de vestuário, e evita que roupas delicadas sejam prejudicadas. Disponível nas tecnologias AM e RF, pode ser utilizada em operações de Self-Checkout e aplicação automatizada. Com a Infusion, o varejista adquire maior praticidade na aplicação e remoção e o consumidor encontra mais agilidade no caixa.

Para Thomé, o intuito da Sensormatic Solutions é revelar aos varejistas, e também aos consumidores, as tecnologias e novidades que pretendem revolucionar o setor. “A partir do uso dessas soluções, é possível melhorar a performance de cada supermercado, elaborar novas estratégias e proporcionar ao cliente uma experiência de compra simples e mais conveniente”, finaliza.

Sobre a Sensormatic Solutions

A Sensormatic Solutions é líder global em capacitar varejistas no engajamento de consumidores de forma inteligente e conectada. Combinando insights críticos sobre a acurácia de estoques, análise de fluxo de clientes e a prevenção de perdas, a Sensormatic Solutions potencializa a excelência operacional em escala e ajuda a criar experiências únicas de compra. As soluções oferecem visibilidade em tempo real e análise preditiva para tomadas de decisões precisas em toda a empresa. Com mais de 1,5 milhão de dispositivos de coleta de dados no mercado varejista, captamos 40 bilhões de visitas de clientes e rastreamos e protegemos bilhões de itens a cada ano. Nosso portfólio apresenta as marcas Sensormatic®, ShopperTrak® e TrueVUE ™. Para informações adicionais, por favor, visite SensormaticSolutions.com ou siga-nos no LinkedIn, Twitter e nosso canal no YouTube.

Sobre a Johnson Controls

A Johnson Controls é a líder global em múltiplas indústrias e diversificadas tecnologias que atende a uma ampla gama de clientes em mais de 150 países. Nossos 120.000 funcionários criam prédios inteligentes, soluções eficientes de energia, infraestrutura integrada e sistemas de transporte de última geração que funcionam perfeitamente ajustados para cumprir a promessa de comunidades e cidades inteligentes. Nosso compromisso com a sustentabilidade remonta às nossas origens em 1885, com a invenção do primeiro termostato de sala elétrica. Estamos comprometidos com os bons resultados dos nossos clientes e criamos valor para todos os nossos stakeholders por meio do foco estratégico em edifícios e plataformas de otimização de energia. Para informações adicionais, por favor, visite http://www.johnsoncontrols.com

PagSeguro terá opção de recebimento das vendas na hora para clientes

Vendedores que utilizam as maquininhas do PagSeguro poderão receber o dinheiro de suas vendas tanto em débito quanto em crédito na mesma hora, inclusive nos finais de semana e feriados;

O PagSeguro, empresa do grupo UOL que oferece soluções completas para pagamentos online e presencial, anuncia uma nova opção de plano de recebimento para seus clientes: a partir do dia 01/05/2019, os vendedores que utilizam as maquininhas do PagSeguro poderão receber o dinheiro de suas vendas na mesma hora. A empresa é a única do setor a disponibilizar a opção.

O novo plano de recebimento faz parte da estratégia do PagSeguro de facilitar ainda mais o acesso aos serviços financeiros para os pequenos e médios empreendedores no Brasil. Por isso, ao vender pela maquininha PagSeguro, o vendedor terá o dinheiro em sua conta PagSeguro na hora e poderá fazer compras ou sacar em qualquer caixa eletrônico (Banco24 Horas) utilizando o cartão pré-pago internacional Mastercard.



Em geral, outras credenciadoras pagam as vendas na modalidade débito em 1 dia e no crédito em 2 dias ou 30 dias. O PagSeguro já pagava todas as vendas, independentemente da modalidade, em 1 dia, mas agora, pagará na hora, mesmo nos finais de semana e feriados.

Desde seu lançamento em 2006, o PagSeguro tem a missão de democratizar o acesso aos meios de pagamentos eletrônicos, e foi pioneiro ao oferecer a aquisição da maquininha de cartão, ao invés de cobrar aluguel. Com isto, atraiu milhões de vendedores, muitos desbancarizados e que antes não eram atendidos pelas credenciadoras tradicionais. Atualmente, o PagSeguro é a empresa credenciadora do país com a maior quantidade de clientes. São mais de 4,1 milhões de vendedores ativos.1

O DNA do PagSeguro é focado em tecnologia e segurança, oferecendo aos vendedores e consumidores um completo ecossistema digital que é simples, mobile-first, seguro e acessível.

O PagSeguro também aceita todas as modalidades de pagamento: cartões de crédito, débito e refeição, transferências bancárias, boleto e saldo em conta, entre outros. Todos os clientes do PagSeguro possuem uma conta digital grátis que permite pagar contas, recarregar celular, fazer e receber transferências de qualquer banco e até pedir empréstimo.

quinta-feira, 18 de abril de 2019

Novo presidente da Abiesv fala sobre os rumos do varejo

Marcos Andrade, 52 anos, retorna à presidência da Abiesv – Associação Brasileira da Indústria de Equipamentos e Serviços para o Varejo, após 12 anos. Andrade foi o primeiro presidente da entidade, logo em sua fundação (2004/2007), e, neste intervalo, ocupou outros cargos: Diretor do Comitê Internacional, Conselheiro e, mais recentemente, Vice-presidente (2017/2018). Para o empresário, CEO da Expor Manequim, o associativismo é fundamental, “tem muitas coisas que uma empresa sozinha não consegue fazer, já várias empresas juntas vão longe”.


Andrade sabe bem o que fala, pois o varejo está em sua vida desde pequeno: “costumo brincar que, ainda criança, tomava manequim de café da manhã”, conta. Sua empresa é familiar, fundada por seu pai, Vilemondes de Andrade, há 50 anos, e hoje exporta para México, Colômbia, entre outros países.

O especialista gosta de compartilhar as suas experiências, como diz ‘as boas e as ruins’, por isso concede palestras nacionais e internacionais sobre temas que permeiam sua ampla vivência no varejo: Manequins, Moda, Empreendedorismo, Franchising, Serviços e Industrial.

Na entrevista, o executivo fala sobre as novidades da Abiesv, entre elas a criação de duas novas diretorias, a de Inovação e Startups, que visa levar mais informação, sobretudo tecnológica, ao varejista e, também, oferecer possibilidades de novas parcerias; e a Diretoria de Educação, que permitirá à Abiesv promover cursos de grande valor aos varejistas. O Presidente ressalta, ainda, a importância do lojista, independentemente do tamanho, ampliar, cada vez mais, seu Network e investir em ferramentas eficazes que atraiam os clientes, como o Visual Merchandising.

1. Quais são as novidades da Abiesv diante do atual cenário do varejo no Brasil?

A Abiesv produz informação de qualidade e relevante para o mercado varejista. Como a entidade é composta de fornecedores de varejo bastante atuantes e com grandes projetos, tem o papel de comunicar os varejistas sobre a atualidade no mundo, o que é viável se fazer no Brasil, de forma sustentável, e com quais investimentos. Recentemente percebemos oportunidades, como as novas tecnologias aplicadas no varejo, sobretudo por meio de parcerias com startups. Por isso, vamos trazer essas startups, já fornecedoras do varejo ou as que ainda serão, para a Abiesv. Criamos a Diretoria de Inovação e Startups e vamos criar a categoria de associados desta área. Assim pretendemos fazer uma interação com o varejo para futuros negócios e troca de informações. Formalizamos, também, a Diretoria de Educação, com o objetivo de auxiliar os varejistas em melhores qualificações. A Abiesv promoverá uma série de cursos em diferentes formatos, destinados a varejistas e associados. Para isso, estão sendo envolvidas outras entidades e instituições acadêmicas. Essas são algumas novidades.

2. O próximo Backstage do Varejo, evento promovido pela Abiesv, abordará temas como Visual Merchandising e Store Design. Qual a importância para o varejista de estar atualizado nestas áreas?

O Visual Merchandising e o Store Design são ferramentas essenciais para aumentar a percepção de valor dos produtos. Os varejistas têm que criar experiências de compra em suas lojas, e o VM é um excelente instrumento, constrói o cenário para conectar o cliente com a marca e é acessível a todo tamanho de varejista, do pequeno ao gigante. A loja, hoje, perdeu a importância para a transação, não é mais necessário ir à loja para comprar, pode-se adquirir um produto pelo celular, computador. E exatamente por este motivo a loja física se tornou mais importante ao varejista, pois perdeu na transação, mas ganhou na relação, no engajamento emocional. Mais do que nunca a loja tem que ser envolvente, criar um bom ambiente. O caminho para o bolso do cliente passa pelo seu coração. E as emoções são despertadas dentro da loja, não no online. Nisso entra o VM e não é um trabalho fácil, por isso damos orientações aos varejistas. Lembrando que, conforme pesquisas, a vitrine representa até 85% das vendas da loja e 50% das pessoas compram por impulso. No varejo da moda, 42% das pessoas são influenciadas pelo manequim, que é o segundo fator mais importante da venda da moda. O manequim tem que se conectar com o cliente. A indústria já está capacitada para fazer produtos especiais, depende de se querer usar ou não na loja.

3. E aquele pequeno varejista que não pode investir muito em VM?

Quanto menor o varejista maior a importância do Visual Merchandising, que inclusive pode ser a diferença entre uma loja estar aberta ou fechada. Se usar as ferramentas corretas, é possível fazer uma vitrine tão boa quanto a de uma grande rede de varejo. Não é uma questão de dinheiro, e sim de criatividade, e de conhecer o lifestyle e os valores de seu cliente. No momento em que existe menos gente comprando, a sua loja tem que ser melhor para atrair quem quer comprar. Como o varejo sofreu muito nestes últimos anos, com 200 mil lojas fechadas, temos que pensar em como aproveitar este momento. A tendência é melhorar, os projetos tendem a sair das gavetas e as empresas devem fazer investimentos para renovar suas lojas e abrir novas. Não estamos, ainda, no momento perfeito, mas já é possível obter mais resultados.

4. Fale sobre o intenso Network que o associado da Abiesv tem possibilidade de fazer?

Os grandes escritórios de arquitetura de varejo, os melhores consultores de Visual Merchandising, quer dizer, bons empresários dos mais diversos ramos do varejo estão na Abiesv e, agora, teremos, ainda, as startups. Trabalhamos em muitos projetos de mãos dadas. E, muitas vezes, indicamos um ao outro em várias oportunidades de trabalho, quando clientes requerem especialistas em varejo. As grandes vantagens da Abiesv ao associado é exatamente o Network e a Geração de Negócio. Possibilita ao associado criar e fazer crescer a sua reputação profissional.

Existe, por exemplo, a chance de o associado estar em vários eventos com a entidade – desde o Backstage do Varejo, que promovemos, até Feiras nacionais e internacionais, que participamos todos juntos --, onde é possível fazer uma infinidade de contatos, com parceiros especialistas na mesma área ou em outras. Nós da Abiesv estamos totalmente comprometidos com o sucesso do varejista, queremos que tenha êxito, por isso seguimos compartilhando experiências, até aquelas que não deram certo para que o próximo não repita os mesmos erros. O resultado do varejista para nós é extremamente importante.

5. Por isso a sua atuação na Abiesv por todos estes 16 anos, acredita muito no associativismo?

Sempre participo, acho muito importante estar ligado à entidade. No Brasil o associativismo é fundamental, pois tem muitas coisas que uma empresa sozinha não consegue fazer. Em uma associação, também, se promove o profissionalismo: o acesso ao crédito é facilitado, participar de grandes feiras do setor fica menos custoso em grupo, e assim por diante. Construímos melhor o conhecimento quando tem mais participantes. Trocamos muito entre nós. Por exemplo, a Expor Manequins está há 10 anos no México e cinco anos na Colômbia, passamos a nossa expertise para muitas empresas que buscam internacionalização, e contamos também a parte ruim, pois nem tudo foi maravilhoso, mas aprendemos muito. E a sorte de com quem conversamos é poder trilhar um caminho que não tenha os mesmos erros que nós cometemos. Essa troca de informações é valiosa.

Outra questão é que o varejo brasileiro é de qualidade, porque tem fornecedores de qualidade, ninguém faz um bolo bom com matéria prima ruim. Temos bons exemplos no Brasil, que podem ser exportados para outros países, inclusive de primeiro mundo. Somos criativos, capacitados e fazemos muito com pouco recurso.

6. Fale sobre a sua carreira e sua ligação com varejo

A Epor Manequim, empresa 100% dedicada a manequins, sempre teve como clientes os varejistas de moda. Por ser uma empresa familiar, todos sempre participamos dos acontecimentos, desde crianças. Mas antes de vir para a Expor, fui trainee e trabalhei, por anos, nas Lojas Gloria, de brinquedos e papelaria, e atuei em outras áreas, como a de franchising. Estou na Expor Manequins desde 1992. Também dou palestras sobre as várias áreas do varejo, incluindo manufatura 4.0, área que atuamos na empresa, em função da digitalização, impressão 3D, robotização, internet das coisas. As próximas palestras serão dia 24 de abril, na ACSP – Associação Comercial de São Paulo, no bairro do Tatuapé, sobre Formação Estratégica de Preços para a Internacionalização, junto com a SP Negócios, ACSP e APEX; e no dia 25 de abril, no Expo D. Pedro, em Campinas (SP), no Retail Conference, promovido pela ACIC (Associação Comercial e Industrial de Campinas), com o tema ‘O Novo DNA do Varejo’.

Nova diretoria da Abiesv - tomou posse em 1º/03/2019. Na Vice-presidência, Ivan Rodrigues, Diretor Executivo da Joy Movelaria. Na Diretoria: Financeira, Rosely Kawahara, sócia na Kawahara & Takano Retailing; no Jurídica, Fernando Fernandes, proprietário da Fernando José Fernandes Advogados; no Marketing e Eventos, Thais Moro, Gerente de Marketing da Lemca Iluminação; Visual Merchandising, Sonia Paloshi, Diretora da Purchase Comunicação & Marketing; Educação, Ana Claudia Costa, especializada em Neuromkt e Environmental Design. Além da nova Diretoria de Inovação e Startups.

Coco Bambu abre restaurante no Catuaí

Uma das maiores e mais famosas redes de frutos do mar do País se instala no Shopping londrinense no segundo semestre

Londrina terá um restaurante da rede Coco Bambu, uma das mais famosas no segmento de frutos do mar do País. O restaurante deve ser inaugurado no segundo semestre no Catuaí Shopping, gerando 200 empregos diretos. As obras foram iniciadas e a rede já seleciona mão-de-obra local para a segunda unidade da rede no Paraná.


Com amplo e variado cardápio, comidas e bebidas preparados com ingredientes frescos da mais alta qualidade, a unidade da Coco Bambu em Londrina terá mais de 2 mil metros quadrados com capacidade para 550 lugares, ocupando ampla área em dois pavimentos na entrada principal do Catuaí.

No cardápio poderão ser encontradas mais de 200 opções entre frutos do mar, pratos de carnes, aves, saladas, pescados e opções veganas. De acordo com o sócio-proprietário do restaurante, Ronan Aguiar, a escolha pelo Catuaí Londrina é resultado da parceria que a empresa mantém com o grupo brMalls. “A região de Londrina representa um mercado muito atrativo para a rede e tenho certeza que a sinergia das marcas Coco Bambu e Catuaí será um grande sucesso”, afirma.

Lorraine More, gerente de Marketing do Shopping, vê na chegada da rede cearense ao Catuaí um avanço significativo e um diferencial na alta gastronomia local. “É uma rede especial e de excelência, prestigiada nacionalmente”, observa, acrescentando que o Catuaí consolida sua vocação como centro de lazer e de experiências gastronômicas”.

São marcas registradas da Coco Bambu os pratos bem servidos, para serem compartilhados por três ou quatro pessoas, a preços acessíveis. O cardápio especializado em frutos do mar conta com camarão, lula, lagosta, mexilhão, polvo, etc., além de pratos com carnes, pescados, aves, suínos, hambúrgueres, massas, pratos fit e diversas opções de salada, sobremesa e carta de bebidas diversificada.

Entre os pratos mais pedidos estão Moqueca de Lagosta, Rede de Pescador, Camarão Internacional e a famosa Lagosta à Thermidor. No cardápio de sobremesas estão a deliciosa Cocada ao Forno com sorvete e a Torta de Banana Cremosa.

A rede, hoje com 35 unidades em 14 estados brasileiros, conta com restaurantes amplos, decoração rústica e elegante, oferecendo um ambiente sofisticado e aconchegante. A Coco Bambu de Londrina será a 36ª unidade da rede.

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Amazon Go, acesso e paçoquinhas.

Na semana passada, uma matéria da Business Insider trazia que a Amazon Go, o modelo que hoje é um dos principais benchmarks para as operações autônomas de varejo, e que tem um audacioso projeto de mais de 3000 lojas até 2021, estaria sendo forçada a considerar aceitar dinheiro em espécie para pagamentos, uma vez que processos e denúncias vem acontecendo em diversas cidades e estados norte-americanos, até mesmo com projetos de lei banindo o modelo de negócio adotado.

O motivo alegado é de que lojas como a Amazon Go, que não utilizam dinheiro em transações (cashless stores), impediriam que pessoas não bancarizadas, e, portanto, sem acesso a cartões de crédito, ou a meios de pagamento digitais para também realizar suas compras, pudessem entrar ou consumir nessas lojas.

E se nos EUA, a população não bancarizada representa cerca de 6,7%, segundo dados de 2017, o que dizer da população não bancarizada brasileira, que representa cerca de 40% da população?
Partindo a partir da situação da população não bancarizada no Brasil, vale a pena entender essa situação frente alguns números que uma pesquisa da McKinsey divulgada na semana passada durante um evento no Vale do Silício trouxeram sobre a realidade do consumidor digital brasileiro.

O estudo apontou que 67% da população brasileira hoje se encontra conectada, com acesso a Internet, porém, a representatividade do e-commerce ainda está na casa dos 6%. Porém, nos chama a atenção quando colocamos esses números em comparação com a China, onde se por um lado, apenas 53% da população tem acesso a Internet, o e-commerce já conquistou uma representatividade de mais de 20% sobre o total do varejo.

É fato (e não é novidade para mais ninguém) que os superapps chineses, como Alipay ou WeChat revolucionaram a maneira como o mercado chinês hoje consome, e boa parte de seu sucesso está em ter conseguido se consolidar também nas camadas mais baixas da população, assim como se tornar o principal meio de pagamento até mesmo nas compras mais banais, como comprar algum lanche ou bebida na rua, onde mesmo o dinheiro pequeno, se torna cada vez mais escasso.

O desafio brasileiro não está em buscar mais 1 ou 2% de crescimento na representatividade do digital dentro do que vem feito até hoje. Não se trata de criar cultura ou realizar mais propaganda. Trata-se de buscar alguma alternativa que favoreça o acesso da população que hoje já se encontra no digital e ainda não possui meios para consumir.

E não que o brasileiro não se sinta familiarizado com o ambiente digital. Se tomarmos como parâmetro as redes sociais, o Brasil é sempre um dos principais países em praticamente todas as maiores plataformas. Só no caso do WhatsApp, por exemplo, somos uma base de 120 milhões de usuários, presentes em 91% dos telefones brasileiros, a segunda maior base do mundo.

O que falta hoje é alguma plataforma ou meio de pagamento que empodere essa população não atendida, como consumos de R$ 1,00 ou R$ 2,00, ou empréstimos de R$ 5,00 ou R$ 10,00. Que lidere a transformação digital do pequeno dinheiro que roda nas periferias e rincões brasileiros.

Há cerca de um ano, recebi a informação de que o WhatsApp, por exemplo, já trabalhava em testes na Índia com a troca de dinheiro entre pessoas via o aplicativo, algo que começa agora a ser enunciado como questão de tempo para vir para o Brasil. Imagine começar a jogar no mercado, com uma base de 120 milhões de aplicativos já instalados? Dá para imaginar o tamanho da revolução que isso causaria.

Aí você começa a se perguntar sobre o título desse artigo. Por que paçoquinha?

Tem grandes chances de ganhar o jogo por aqui quem conseguir resolver a banalidade de se comprar uma paçoquinha na banca da esquina usando um meio de pagamento digital.

Vai uma paçoquinha aí?

Um grande abraço e boas vendas

Caio Camargo
Editor | falandodevarejo.com




terça-feira, 16 de abril de 2019

Coop investe R$ 600 mil em sua 51ª drogaria

Com o objetivo de obter 12% de crescimento no setor farma ainda este ano, a Coop - Cooperativa de Consumo inaugurou hoje (16 de abril), a 51ª drogaria da rede - 20ª de rua. Esta é a primeira dentro de um shopping (Mauá Plaza Shopping), localizado na Avenida Governador Mário Covas Júnior, 01 - Centro, Mauá.


A nova drogaria conta com um mix de 8 mil itens, entre medicamentos e dermocosméticos, 190 m2 de atendimento e 10 colaboradores. O investimento foi na ordem de R$ 600 mil.

Para 2019, a Coop prevê ainda a abertura de mais quatro drogarias de rua, além de outras duas em seus supermercados que serão inaugurados. O segmento já representa 16% do fornecimento total da Cooperativa.

“A expectativa é a de que o segmento continue aquecido, uma vez que as pessoas estão vivendo mais e se preocupando com a saúde. O setor estará cada vez mais competitivo para os próximos anos e novidades serão incorporadas, a exemplo de vacinas, testes laboratoriais e produtos para tratamento de doenças raras”, destaca Marcio Valle, presidente executivo da Coop.

Sobre a Coop: atualmente, a Coop é considerada a maior cooperativa de consumo da América Latina. Possui 815 mil cooperados ativos, cerca de 6 mil colaboradores diretos, 85 unidades de fornecimento, sendo 23 lojas no Grande ABC, uma em Piracicaba, três em São José dos Campos, duas em Sorocaba e duas em Tatuí, três postos de combustíveis e 51 drogarias - 31 internas nas lojas e 20 de rua. A Cooperativa encerrou 2018 com faturamento total de R$ 2,3 bilhões.



Por ser uma cooperativa, seu principal objetivo é oferecer os melhores serviços a preços justos, além de reverter benefícios a seus cooperados e à comunidade, a exemplo do ciclo de palestras gratuito; programa de saúde e qualidade de vida; programas educacionais voltados aos estudantes da rede pública e particular e doações para entidades beneficentes onde tem unidades de distribuição.

Colaboradores de shopping são capacitados sobre autismo

A fim de manter um atendimento de excelência, de promover a inclusão social e o respeito às diversidades, os colaboradores do Salvador Norte Shopping vão participar de um ciclo de palestras sobre autismo.

O evento, programado para esta quarta e quinta-feira, 17 e 18 de abril, envolve a capacitação sobre neurodiversidade, os direitos dos autistas e seus pais e, ainda, a oficina “Vivendo o autismo”. A capacitação é dirigida aos líderes do centro de compras, seguranças, bombeiros, limpeza e atendente e será ministrada pelos advogados Romeu Sá Barreto e Fabiani Borges, além da psicopedagoga Tatiana Magalhães, profissionais indicados pelo grupo Arte e Inclusão - Produção e Eventos, promotor da ação.


Outro fato recente é que o empreendimento incluiu placas de sinalização nos banheiros exclusivos com o símbolo mundial de Conscientização do Autismo. E, nos próximos dias, os clientes poderão visitar a exposição fotográfica sobre o tema.

Palladium Shopping Center ganha novas lojas de moda e acessórios

Empreendimento localizado no bairro Portão, em Curitiba, amplia ainda mais o mix de lojas

Nas últimas semanas, o Palladium Shopping Center ganhou mais duas operações para integrar o mix de lojas do empreendimento. As marcas Luz da Lua e Phante Socks foram inauguradas ampliando ainda mais a oferta de produtos, acompanhando as tendências do varejo.

Na última sexta-feira (12) a Luz da Lua, marca de calçados e acessórios femininos, foi inagurada no piso L2 do Palladium Shopping Center com um coquetel para clientes e convidados. O diretor comercial da Luz da Lua, Eduardo Smaniotto, compareceu ao evento para celebrar a parceria com o empreendimento, que é considerado um dos mais queridos do Brasil pelos consumidores. “A nossa marca tem mais de 25 anos de mercado e está em expansão em Curitiba. O público daqui é um dos que mais consomem os calçados e acessórios da Luz da Lua”, revela.

Eduardo Smaniotto, da Luz da Lua
A loja do Palladium Shopping Center é a segunda da marca em Curitiba com o novo conceito de arquitetura, que traz mais conforto às clientes. Nas prateleiras podem ser encontradas a coleção Inverno 2019, com produtos que são tendência para a estação, como animal print, logomania e referências ao country. Além disso, a Luz da Luz do Palladium possui calçados e acessórios clássicos com um toque de contemporaneidade.

Já a Phante Socks chegou ao piso L2 oferecendo opções divertidas de meias, bonés, camisetas e mochilas. As meias estampadas estão em alta e passam a ser um acessório indispensável para quem quer dar uma animada no visual. A marca está presente com outras três lojas em São Paulo e quer conquistar o consumidor curitibano. A Phante Socks trabalha com o objetivo de que as pessoas sejam como elas realmente querem ser, adotando um estilo próprio e alternativo. “Liberte seu estilo” é a filosofia da marca e aplica este conceito em seus produtos. Algumas das estampas que podem ser encontradas na loja do Palladium Shopping Center são: quadriculadas, donut, óculos, psicodélica e até sushi.

O Palladium Shopping Center possui mais de 350 operações e comemora a chegada das novas lojas, tornando-se o único de Curitiba com vacância zero, ou seja, sem nenhum espaço disponível para locação. “Estamos sempre buscando melhorar o mix e entregar uma estrutura atraente aos nossos clientes. Afinal, somos o shopping mais querido do Brasil segundo pesquisa Abrasce e o de preferência dos paranaenses. Somos um dos shoppings com maior fluxo de pessoas e manter esse movimento é fundamental tanto para os clientes quanto lojistas”, destaca a gerente de marketing do empreendimento, Maria Aparecida Oliveira.

Palladium Shopping Center

Inaugurado em 2008, o Palladium Shopping Center é um dos maiores do sul do Brasil, com 154.600 m² de área construída, e oferece a maior variedade de marcas da capital paranaense. Possui mais de 350 lojas, sendo 20 lojas-âncora, cerca de 80 quiosques, boulevard com oito operações, quatro restaurantes e 26 opções de fast-food. O empreendimento também dispõe de oito salas de cinema UCI e uma sala IMAX (maior empresa de tecnologia e entretenimento do mundo), com uma tela de 16 metros de altura. Mais informações em: https://palladiumcuritiba.com.br.

Estratégia diferenciada no PDV promove aumento de venda

Hoje, em meio à correria do dia a dia e num mundo repleto de informações e dispersões, está cada vez mais difícil reter o interesse dos clientes. Mas, como aumentar exponencialmente a venda de produtos, estimulando o consumidor por meio da prestação de serviços, com recursos de imagem e som no ponto de venda? A RDS – Sell Out Expert, líder em soluções inteligentes que fortalecem a experiência de compra e as ações de marketing e comunicação no PDV, é responsável pelo sistema de rádio e TV indoor de 31 lojas da Coop, maior cooperativa de consumo da América Latina, que vem utilizando esses meios na comunicação de ofertas e oportunidades para seus clientes.



Um exemplo da aplicação de estratégia que envolve a complementaridade dos meios e está apresentando excelentes resultados pode ser conferida na loja Coop Ribeirão Pires, localizada na região metropolitana de São Paulo. A unidade adotou estratégia diferenciada utilizando mídias proprietárias e, com essa ação, comercializou durante o mês de janeiro mais de 2 toneladas de sardinha congelada. Esse volume nem se compara aos 70 quilos vendidos no mesmo período em 2018. Na ponta do lápis, a quantidade representou nada menos que 32% do total fornecido pela rede no período.

Como isca, as equipes da RDS e da Coop recorreram ao serviço de locução em tempo real, por meio da rádio indoor, para incrementar a divulgação de imagens de duas receitas publicadas na edição mensal da Revista Coop: a de Escabeche e a do Peixe Branco em Papillotte. “A união dos meios foi certeira e despertou o apetite e interesse do público. Isso nos garantiu o primeiro lugar de venda da categoria entre todas as lojas da Coop”, comemora Marcio Fabiano, gerente da loja.

A estratégia foi tão bem sucedida que acabou sendo replicada para incrementar os resultados nos meses seguintes, alavancando as vendas de outros itens. Em fevereiro, colocaram à prova um produto com pequeno volume de venda dentro da categoria bovinos: a carne bovina ponta de agulha. A comunicação adotada foi similar à ação da sardinha e as vendas cresceram 477% em relação ao mesmo período de 2018, colocando a loja mais uma vez em primeiro lugar de vendas entre as 30 outras unidades.

Já em março, o item trabalhado foi um modelo de televisor. A unidade anunciou o produto nos primeiros cinco dias do mês, quando normalmente a venda desse tipo de eletroeletrônico tende a ser muito fraca. Para reverter o quadro, apostaram na veiculação massiva de anúncios na rádio indoor. Entre os elementos da comunicação, a oferta foi destacada como oportunidade única. E, mais uma vez, o retorno foi positivo, registrando 457% de vendas totais acima da meta para o produto no mês.

Reversão na queda das vendas: A tática também foi utilizada para reverter a queda nas vendas de outras mercadorias, como o Salgadinho Bola de Bacon. O artigo, bastante tradicional entre os brasileiros, estava apresentando performance 53% menor em janeiro deste ano em relação ao mesmo período de 2018. A loja utilizou spots para a rádio indoor focando a divulgação da oferta. Também trabalhou mensagens com o intuito de ativar a memória afetiva dos consumidores, além de enfatizar aspectos práticos, como a possibilidade de servir como aperitivo em diversas ocasiões. As ações realizadas reverteram o cenário da queda nas vendas, levando o produto a crescer 151%.

O sistema de rádio e TV indoor oferecido para a Coop é versátil por possibilitar a divulgação de ofertas em tempo real loja a loja, atendendo às demandas dos gerentes e contribuindo para o incremento das vendas.

“O envolvimento sonoro é um dos fundamentos do marketing sensorial e, por meio da ambientação sonora, podemos transformar o ambiente de compras. Pesquisas indicam que a sonorização dentro da loja pode aumentar as compras em até 30%. Outro estudo aponta que 60% das decisões de compra são tomadas dentro das lojas e o conteúdo customizado atinge o público certo, no momento exato da escolha final”, finaliza Fernando Ranschburg, diretor de Novos Negócios da RDS.

Parceria RDS e Coop – A Coop é cliente da RDS há 16 anos e os resultados obtidos nessa trajetória levaram a empresa a ampliar a gama de soluções contratadas. Hoje, utiliza todo o portfólio de serviços da RDS, tanto em suas lojas como nos ambientes corporativos da rede. Ela foi a primeira varejista a implementar a locução em tempo real, transmitida sob demanda e via satélite, diretamente do estúdio da RDS. Com essa operação remota, os locutores anunciam, ao vivo, ofertas, promoções e outras oportunidades para todas lojas da rede. Nos períodos em que não há locução ao vivo, são inseridos spots gravados com as ofertas do dia.

Em 2005, a Coop foi pioneira ao apostar na primeira televisão corporativa do varejo brasileiro. De acordo com seus executivos, o sistema de rádio e tv indoor é versátil por possibilitar a divulgação de ofertas em tempo real para todas as lojas, grupos de lojas ou apenas para uma única unidade, atendendo às demandas de cada gerente e contribuindo para o incremento de vendas.

segunda-feira, 15 de abril de 2019

Shopping Cidade São Paulo oferece seleção especial de presentes para a Páscoa

A chegada da Páscoa reforça a tradição de distribuir presentes e ovos de chocolates entre os amigos e viver momentos especiais com a família. Pensando nisso, as lojas do Shopping Cidade São Paulo oferecem uma seleção especial de produtos para este período. As opções vão desde ovos especiais, como o Ruby, sensação devido a sua cor rosada e sabor diferenciado, às tradicionais receitas à base de chocolate ao leite. Além dos chocolates, o shopping também oferece uma série de brinquedos, coelhos de pelúcia e artigos decorativos de páscoa. Confira algumas opções:

Na Lindt, o destaque são os coelhos de chocolate Gold Bunny, disponíveis nos sabores Milk, Dark e White. Com 100 gramas de puro chocolate, os coelhos chegam com o preço de R$ 32,90. Para aqueles que querem um kit completo, a marca suíça preparou um box especial com dois Gold Bunny’s sabor Milk e um ovo de páscoa, com 260g de chocolate, ao preço de R$ 109,90. Dentre os ovos, prevalecem os com sabor ao leite, como o Extra Mousse e os clássicos Lindor ao Leite e Napolitains.

A Kopenhagen aposta na linha Exagero, nos sabores Nhá Benta Avelã, Frutas Vermelhas com Amêndoas e Pão de Mel, ao preço de R$ 109,90. A marca também vende uma opção especial que combina com chocolate amargo, nibs de cacau, amêndoas e um novo tipo de chocolate: o Ruby, feito com seleção especial de frutos de cacau avermelhados, que confere ao ovo um rosado natural e sai por R$ 119,90. Para as crianças, as sugestões são os ovos do Alladin e Ducktales, por R$ 109,90, e o Lingato, feito com o tradicional chocolate da Língua de Gato Kopenhagen por 104,90.

A Havanna oferece na Páscoa ovos especiais recheados com o seu inconfundível doce de leite. Para as crianças, o ovo de chocolate ao leite de 150 gramas sai por R$ 44,90. Para os adultos, chocolate meio amargo e chocolate branco com cookies, recheado com doce de leite e limão siciliano, custa R$ 82,90 a unidade com 300 gramas. A loja tem ainda caixa com coelhinhos de chocolate recheados com doce de leite por R$ 31,90 e mini ovinhos de chocolate por R$ 2,90.


Além das lojas citadas acima você também pode encontrar uma seleção de chocolates especiais na Casa Bauducco, Mr. Cheney, Amor aos Pedaços, Dulca, Outback e Starbucks. Para aqueles que buscam uma alternativa criativa aos chocolates, as lojas Ri Happy, Imaginarium, Any Any, Pucket, Papoula e Granado prepararam uma seleção especial de presentes como brinquedos, coelhos de pelúcia e artigos decorativos de páscoa. Para conhecer mais detalhes acesse a https://loja.shoppingcidadesp.com.br/.

Sobre o Shopping

Considerado um dos mais modernos e completos centros de compras e de lazer da região da Avenida Paulista, o Shopping Cidade São Paulo é administrado pela CCP (Cyrela Commercial Properties). Inaugurado em 2015, oferece mais de 160 lojas, dos mais variados segmentos de produtos e serviços. Está localizado na Avenida Paulista, 1230, próximo da estação Trianon-Masp do metrô, e com acesso de veículos pela Rua São Carlos do Pinhal, 627. Mais informações: (11) 3595-1230 ou nos canais digitais:

Partage Shopping promove ações especiais em seus empreendimentos

Em 2019, as vendas de Páscoa devem ter um crescimento de 1,5% neste ano, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A data deve gerar 10,7 mil postos de emprego temporário e um faturamento de R$ 2,4 bilhões para o varejo brasileiro, consolidando-se, assim, como a quinta melhor época do ano para o setor. Os empreendimentos da Partage Shopping apostam em eventos e campanhas especiais para comemorar a data e alavancar as vendas.


“O período da Páscoa é bastante tradicional entre os brasileiros, seja pelo aspecto religioso da data ou pelo fascínio que o chocolate exerce em crianças e adultos. Para o varejo, o período tem se tornado uma data comercial cada vez mais forte, uma ocasião em que as pessoas aproveitam para demonstrar afeto, e presentear com chocolates é uma excelente opção. Além disso, apostamos na criação de eventos diferenciados e que geram inclusão social, como a Casa do Coelhinho no Partage Shopping Rio Grande”, comenta Julio Macedo, diretor de Gestão e Marketing da Partage Shopping.

Uma das atrações de destaque neste ano será realizada no Partage Shopping Rio Grande (RS): a Casa do Coelhinho da Páscoa, que foi adaptada para pessoas com deficiência. O espaço acessível e sustentável foi projetado privilegiando as medidas necessárias para a locomoção de deficientes físicos que fazem uso de cadeira de rodas, junto de seu acompanhante, garantindo o espaço necessário para a circulação no ambiente com conforto e segurança. O ambiente possui decoração sensorial e abusa das diferentes texturas e materiais, privilegiando a experiência dos deficientes visuais. Para auxiliá-los dentro do espaço, placas foram confeccionadas em braile e também em libras, para os deficientes auditivos. Além disso, suas cores foram escolhidas com atenção para tornar o ambiente lúdico, ao mesmo tempo em que se gera um espaço visualmente confortável para pessoas com diagnósticos do espectro do autismo. O projeto é assinado pelos artistas plásticos rio-grandinos Carlo Diego e Valmir Lopes, que há seis meses iniciaram a coleta de material utilizado na confecção do ambiente.

Sejam industrializados ou de fabricação caseira, os ovos de Páscoa são tentações irresistíveis para muitas pessoas. O Partage Shopping Betim (MG) possui lojas com diversas opções de produtos pascais para agradar todos os perfis de consumidores, como as Lojas Americanas, o Superluna, a Cacau Show e a 1001 Festas, e acredita que este será um momento importante para alavancar os resultados do mês de abril. Em 2018, as lojas do empreendimento que comercializam chocolates obtiveram um crescimento de 7% nas vendas durante a campanha de Páscoa, em comparação com o mesmo período no ano anterior. Para 2019, a expectativa do Partage Shopping Betim é que as vendas atinjam novamente o patamar de 7% de aumento em relação a 2018.

Para animar o período, o Partage Shopping Parauapebas terá uma programação especial. No dia 20 de abril, o Coelho da Páscoa abrirá as comemorações, a partir das 16h. Os pequenos poderão interagir e tirar fotos com o personagem mais esperado do mês. Haverá, ainda, pintura facial e modelagem de balão, na entrada da P1, próximo à Farmácia Extra Farma. No mesmo dia (20), às 17h, será realizada a Gincana de Páscoa. Crianças de 5 a 12 anos poderão participar da atividade, onde a equipe campeã levará um ovo gigante de Páscoa da loja Cacau Show, de 70kg. Cada time deve ter no mínimo 30 integrantes.

Já o Partage Shopping Mossoró inaugurará, nos dias 13 e 14 de abril, a Fábrica de Chocolates, onde as crianças aprenderão todo o processo da fabricação do Ovo de Páscoa de Colher – do chocolate derretido na fôrma até a embalagem finalizada. As oficinas serão realizadas pelo cake designer Kaio Dias com 4 turmas por dia (das 15h às 18h), cada uma com 20 crianças. As inscrições serão realizadas de forma antecipada, a partir da entrega de uma lata de leite. As doações serão destinadas a instituições de caridade que trabalham com crianças. As vagas são limitadas.

Para o mês mais gostoso do ano, o Partage Shopping São Gonçalo preparou atrações especiais no Espacinho Partage. Durante todo o mês de abril, a criançada poderá colocar a mão na massa e criar lindas peças inspiradas no coelhinho, além de fazer deliciosas guloseimas com o ingrediente preferido dos pequenos: o chocolate. A programação inclui caça aos ovos, no dia 20 de abril, e oficina de ovo de colher, no dia 21. Todas as atrações são gratuitas.

O Partage Norte Shopping Natal também promoverá caça aos ovos de 15 a 18 de abril. Já o Partage Shopping Campina Grande preparou a ‘Toca da Páscoa’ para a criançada. Com brincadeiras, escultura em balões, pintura facial e contação de histórias, o espaço ficará montado de 15 a 18 de abril, em frente à Riachuelo, e funcionará de forma gratuita. No dia 18 de abril, às 18h30, na Praça de Eventos, a ‘Cia Era Uma Vez’ apresentará o show infantil ‘O Sumiço do Coelhinho’. O espetáculo conta, de forma lúdica, a história sobre o verdadeiro sentido da Páscoa. O evento é gratuito e serão disponibilizadas 200 cadeiras para acessar o espaço. A inscrição poderá ser feita por ordem de chegada. O evento é sujeito à lotação.

O Shopping Poços de Caldas investirá em oficinas de Páscoa no período. No dia 12 de abril, haverá oficina de orelhas do coelho e pintura facial do coelho, e no dia 13, oficinas de brigadeiros. No dia 14, os pequenos poderão se divertir na produção de cupcakes. No dia 19 de abril, será realizada a oficina de biscuit, no dia 20, de brigadeiros e no dia 21, a tradicional caça aos ovos e recreação com o Coelhinho da Páscoa, fechando a data com chave de ouro. Todas as atrações são gratuitas.

O Shopping Pátio Marabá, administrado pela Partage Shopping, montou o espaço ‘Páscoa Divertida’, que funcionará até o dia 21 de abril. Nele, as crianças poderão se divertir com atividades de pintura e poderão posar em um cenário fotográfico. Em parceria com o Sesc, no dia 13 de abril, o Coelho da Páscoa estará presente e disponível para fotos e muitas brincadeiras. No dia da Páscoa, 21, os consumidores poderão degustar um ovo de 70kg de puro chocolate da Cacau Show, que será compartilhado e promete fazer a alegria das famílias.

Sobre a Partage Shopping:

A Partage Shopping está presente em 4 das 5 regiões do Brasil e atualmente possui oito shoppings em operação. A empresa foi criada em 1997, com sede na cidade de São Paulo. A Partage também administra o Shopping Pátio Marabá (Pará).

O primeiro empreendimento do grupo foi o Partage Shopping São Gonçalo, no Estado do Rio de Janeiro. Também estão em operação atualmente o Partage Shopping Mossoró (Rio Grande do Norte); o Partage Norte Shopping Natal (Rio Grande do Norte); o Partage Shopping Campina Grande (Paraíba); o Partage Shopping Betim (Minas Gerais), o Partage Shopping Parauapebas (Pará); o Partage Shopping Rio Grande (Rio Grande do Sul) e o Shopping Poços de Caldas (Minas Gerais).
www.partageshopping.com.br

Como fazer para que sua marca seja a primeira lembrança do cliente?


A Páscoa é uma festa de cunho religioso que, por conta da natural mercantilização, acaba afetando a vida de todas as pessoas. Com a aproximação da data, o comércio fica repleto de promoções e itens. E, no meio de tanta oferta, como fazer para que o consumidor se lembre da sua marca? Algumas empresas investem milhões em publicidade para se tornarem top of mind, ou seja, a primeira marca a ser lembrada pelo cliente, mas será que é essa a única opção?

Mario Rodrigues, do IBVendas
Para ingressar nessa onda, as empresas precisam fazer uma conexão positiva com o evento em questão, independe do público que se pretende atingir. Uma loja, por exemplo, pode fazer uma promoção de ovos de páscoa, mas é preciso tomar cuidado e se posicionar de acordo com o perfil de cada cliente. Para aqueles que gostam dos famosos ovos de chocolate, é possível apresentar outros itens da loja que complementem a compra como cestas de bombons variados, colombas pascais, coelhinhos de pelúcia, entre outros. Já para aqueles que não comemoram ou gostam da data, o vendedor poderá seguir por outro caminho, mostrando produtos ou ofertando serviços fora do contexto da celebração.

É importante lembrar que datas festivas podem e devem ser usadas como gancho ou gatilho para fazer com que o consumidor se lembre da marca. É possível conectar sua empresa com eventos específicos que mexam com a rotina das pessoas para agregar ainda mais valor.

Uma dica interessante para todo pequeno ou médio empreendedor, é aproveitar a ocasião de forma positiva, passando o recado de maneira certeira de acordo com o público que se quer atingir, oferecer o melhor ao cliente para que assim ele possa ter uma experiência única e consumir os produtos, além de festejar com a sua marca.

Artigo escrito por Mário Rodrigues, diretor do Instituto Brasileiro de Vendas (IBVendas) - www.ibvendas.com.br



sexta-feira, 12 de abril de 2019

Varejo de moda tem desempenho positivo em março, aponta enquete da ABVTEX

O bom desempenho da preview da coleção outono-inverno, junto com a chegada do frio e a proximidade do Dia das Mães, animam o varejo de moda

Em enquete realizada mensalmente pela Associação Brasileira do Varejo Têxtil (ABVTEX), que representa cerca de 90 grandes marcas do varejo brasileiro, 80% das associadas reportaram resultados de vendas melhores em março em relação ao mesmo mês de 2018.


Para o diretor executivo da ABVTEX, Edmundo Lima, o resultado pode estar refletindo a virada de coleção para outono/inverno nas vitrines. “Este resultado acompanha a tendência do início do ano de retomada gradual do nível de confiança do consumidor em adquirir itens de moda.”

Com a proximidade do frio, cresce o interesse dos consumidores pelas novas coleções. “É neste período que o varejo apresenta o que foi desenvolvido para a estação e quais são as grandes tendências de moda internacionais e nacionais. A virada de coleção é sempre um momento importante para provocar um movimento novo, despertar o interesse do consumidor e atraí-lo para as lojas”, aponta Lima.

Esta também é a estação que traz às lojas produtos de maior valor agregado. “Se o frio coincidir com o Dia das Mães, a segunda melhor data comemorativa do ano para o varejo de moda, podemos esperar resultados ainda melhores para o setor”, analisa o diretor executivo da Associação.

A ABVTEX reúne 27 das mais representativas redes de varejo nacionais e internacionais, contemplando quase 90 marcas que comercializam vestuário, calçados, bolsas, acessórios de moda, além de artigos têxteis para o lar.

Rede americana Johnny Rockets inaugura loja em Maringá

Com 380 lojas em quase 40 países, rede que é referência mundial em hambúrgueres e milk-shakes abre sua 23ª unidade brasileira em maio, no Catuaí Maringá

Maringá vai ganhar a segunda unidade paranaense da Johnny Rockets, cadeia de restaurantes casual diner americana, mundialmente conhecida e presente em quase 40 países. Instalada em Curitiba desde fevereiro do ano passado, a inauguração em Maringá faz parte do projeto de expansão da rede, que atualmente tem 380 lojas nos cinco continentes. A casa deve iniciar as operações em maio no Catuaí Shopping Maringá.


Fundada em Los Angeles em 1986, a marca fatura anualmente mais de US$ 600 milhões e vê em Maringá um grande potencial. “Nosso processo de expansão parte de três pilares, no qual a cidade se encaixou perfeitamente: potencial da região, perfil do público e, o mais importante, um sócio local que compartilhe de nossos valores e crenças”, diz o diretor geral da Johnny Rockets Brasil, Álan Torres.

Boa comida e ambiente aconchegante

Seguindo o conceito dos tradicionais American Diners dos anos 1950 – as famosas lanchonetes dos Estados Unidos –, o cardápio é focado nos hambúrgueres e milk-shakes, mas também inclui cortes de carnes, saladas e sobremesas. Um das principais características é alto nível da comida, feita com ingredientes frescos e de ótima qualidade.

Os hambúrgueres artesanais são preparados diariamente com carne Angus Beef certificada e o pão de brioche também vai para o forno todos os dias. O bacon defumado artesanalmente e os sorvetes feitos com receitas próprias somam pontos ao mix de produtos oferecidos.

Em processo de renovação da identidade visual e do layout dos restaurantes da rede, a unidade maringaense da Johnny Rockets já apresentará a nova proposta da marca, com um ambiente bonito e aconchegante. “Temos como missão ser uma boa opção para as famílias e amigos se reunirem, e para que os fãs da atmosfera americana possam se encontrar e compartilhar bons momentos”, enfatiza o diretor nacional.

Quem já conhece a rede de outros lugares vai reconhecer a tradicional “dancinha” dos garçons, que vez ou outra pausam o cordial serviço para fazer um pequeno show para os clientes, ao som de rock’n’roll. “Estamos ansiosos para chegarmos a Maringá e podermos levar a verdadeira experiência de uma genuína hamburgueria americana, onde o principal protagonista são os nossos clientes”, afirma Torres.

Páscoa Habib's vem recheada de muito chocolate e solidariedade para marcar calendário da rede

Ação social criada pela Rede vai reverter parte da venda das esfihas doces em benefícios ao Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, em São Paulo. Ainda como iniciativa ligada à data, Rede vai vender ovos de chocolate ao leite com marca própria. As novidades são válidas nos restaurantes da capital e da Grande São Paulo

Este ano, como parte das ações ligadas à Páscoa, o Habib’s criou a promoção Esfiha de Páscoa Habib’s. A cada esfiha de chocolate, de qualquer sabor, vendida nas unidades da Rede da capital e da Grande São Paulo, R$ 1,00 será revertido em benefícios ao Instituto da Criança do Hospital das Clínicas, em São Paulo. A ação será válida para o período de 14 a 21 de abril em todos os canais de venda.

As esfihas de chocolate Habib’s são feitas com massa folhada crocante e recheadas de chocolate com avelã cremoso, que podem vir, também, cobertas com M&M’S® ou Suflair® Duo Nestlé. Há, ainda, a versão com chocolate branco coberto com Cookies’n’ Creme Hershey’s®. Na semana de Páscoa, elas virão acrescidas com um ovinho de chocolate ao leite, de 4 gramas, como topping.

Ainda para celebrar a data, pela primeira vez em sua história, a Rede vai comercializar ovos de chocolate ao leite com marca própria, nas versões de 80 gramas e 180 gramas. A receita, desenvolvida pelo Habib’s, será produzida pela indústria Village.

Nesta primeira iniciativa, apenas as unidades da Rede na capital e Grande São Paulo farão a venda dos ovos. Para divulgar a novidade aos clientes, os restaurantes contarão com material de ponto de venda e display para os produtos. Os ovos terão preços competitivos em relação ao mercado como um todo. A versão de 80 gramas custará R$ 12,90 e o de 180 gramas, com bombons, será vendido por R$ 28,90.

“Queremos aperfeiçoar, a cada ano, nossas iniciativas voltadas ao público infantil e como parte dessa estratégia, transformar o período da Páscoa em mais um ícone para o calendário do Habib’s. Um momento de celebração da família e dos amigos, com muitas atrações, produtos inovadores e ações sociais, utilizando todo nosso potencial de categoria ‘smart food’, pois temos uma estrutura que nos permite atender a toda a família em diferentes momentos de consumo, além de toda a qualidade e variedade do cardápio da Rede”, explica André Figueiredo, Diretor de Comunicação e Criação do Grupo Habib’s.

OBS: A relação com os restaurantes participantes da promoção e da venda dos ovos, encontra-se disponível no site www.habibs.com.br/pascoa

quinta-feira, 11 de abril de 2019

Micro e pequeno varejo movimenta mais de R$ 115 milhões durante a semana do consumidor

O levantamento foi divulgado pela Hiper, empresa da Linx especializada em micro e pequeno varejo e com atuação em mais de 1,7 mil cidades do Brasil

Os mais de 14 mil micro e pequenos varejistas atendidos pela Hiper — empresa da Linx que desenvolve soluções para gestão e vendas do micro e pequeno comércio — movimentaram mais de R$ 115 milhões durante a semana do consumidor, do dia 11 a 15 de março. A empresa fez o levantamento a partir de sua base de clientes, que estão espalhados por todo o território nacional, em mais de 1,7 mil cidades.


Durante a semana de promoções foram registradas mais de 1,7 milhões de vendas no sistema Hiper Gestão, que movimentaram mais de R$ 60 milhões em dinheiro e R$ 33 milhões em cartão de crédito e débito. De acordo com o estudo Google Survey, ao contrário da Black Friday, a data tem credibilidade quanto a efetividade de suas promoções, e tem como ponto focal de compras lojas físicas: elas retém 39% dos consumidores durante a data, enquanto na Black Friday esse número cai para 18%.

“Muitas previsões foram pessimistas e apontaram que o varejo físico iria morrer. Cada vez mais vemos que isso não é verdade, o comércio está passando por grandes transformações e entender como o consumidor reage a promoções e datas comemorativas é importante para propor inovação para setor. Queremos que o micro e pequeno varejo conquiste excelência na sua operação. Nossa ferramenta permite que o comerciante detecte com velocidade pontos críticos do seu negócio, para poder fazer uma gestão automatizada e precisa”, comenta Tiago Vailati, CEO da Hiper.

Todos os dados da pesquisa foram coletados pelo Hiper Gestão, o principal produto da empresa, que permite que o empreendedor controle todas as frentes de seu comércio, do estoque até o caixa. O software pode ser utilizado ainda para emissão de nota fiscal eletrônica e tem capacidade de atender diferentes segmentos, como lojas de roupa, lojas de eletrônicos, minimercados, entre outros. O grande diferencial é que o sistema foi desenvolvido para micro e pequenas empresas, além de ser híbrido — pode ser utilizado tanto online quanto offline, o que beneficia comerciantes de regiões mais remotas. Hoje a empresa cresce em ritmo acelerado: são 500 novos clientes por mês, chegando a 14 mil em 2018, e com crescimento de 60% no último ano.

Hortifruti em Atacarejo comemora 1 ano de inovação no mercado mineiro

Com 8 lojas em Belo Horizonte, o Bem Hortifruti comemora os bons resultados em seu primeiro ano de atacarejo em Nova Lima.

As novas possibilidades do mercado supermercadista e atacadista vêm transformando a possibilidade de compra do consumidor. De acordo com pesquisa realizada pela Nielsen, o setor de atacarejo, por exemplo, cresceu 12,8% em 2018. A empresa apontou também, que o volume de vendas se deve ao novo comportamento do consumidor diante da crise econômica.


Desde o crescimento do mercado de atacado, o Bem Hortifruti percebeu a necessidade de inovar o setor de hortifruti e inaugurou sua primeira loja de atacarejo, em 2018. Com um espaço de mais de 1000 metros quadrados, com área de estacionamento e uma infra-estrutura voltada para atender os mineiros, a loja completa 1 ano de muito sucesso.



Para comemorar, dia 13 de abril, a partir das 9h30, o público poderá participar de degustações, sorteios, dança com a turma do Pretinho Básico, medição arterial com a Cedus (Centro Avançado de Diagnóstico) e manhã divertida com a nutricionista Núbia Antunes e crianças. A loja está localizada, na Avenida Benedito Alves Nazareth, número 116, Bairro Fazenda dos Pires.


Segundo o Presidente da rede Bem Hortifruti, Vagno Las Casas esse formato levou um estudo do mercado no exterior. “Fomos buscar fora essa ideia para implantar aqui em Minas. Escolhemos a cidade de Nova Lima devido ao grande número de pousadas, hotéis, sítios e restaurantes. Assim, o público não precisa ir até o Ceasa e pagar um frete maior para obter FLV”, explica.


Para o proprietário de uma peixaria e supermercado, da cidade, Eudes Fernandes de Oliveira, ficou mais fácil manter a sua loja. “Como eu compro semanalmente legumes e verduras, sem precisar ir até a loja, a minha vida ficou mais prática no dia a dia. Eu ligo e eles me entregam tudo aqui. Com cerca de 8 anos mantendo o meu próprio negócio, a loja do Bem chegou por aqui, em um bom momento,”afirmou.



De acordo com Vagno, a expectativa foi muito boa desde a inauguração. “Durante esses 12 meses crescemos 45% no ramo. E sabemos que contribuímos com crescimento da região, pois empregamos mais de 40 pessoas. O objetivo é continuar inovando, aproveitando as oportunidades e trabalhando da melhor forma para os nossos clientes”.

segunda-feira, 8 de abril de 2019

Carrefour foi a rede varejista que melhor rastreou alimentos no Brasil em 2018

Signatário do Programa Rama desde 2014, a rede monitora o uso correto de defensivos agrícolas em 100% dos alimentos que comercializa no país

Pelo quarto ano consecutivo, o Carrefour recebeu da Associação Brasileira de Supermercados o Prêmio Rama na categoria Varejo, durante a apresentação do balanço anual do Programa de Rastreabilidade e Monitoramento de Alimentos (Rama). Signatário desde outubro de 2014, o Carrefour recebeu o reconhecimento pelo amplo monitoramento de fornecedores e pela transparência adotada na comunicação da iniciativa aos seus clientes.


Em 2018, o Carrefour rastreou 100% dos itens da sua marca própria, que inclui também os produtos que recebem o selo Sabor & Qualidade. Em relação aos demais produtos comercializados pela rede, que não incluem a marca Carrefour, a adesão dos fornecedores chegou a 84%. Porém, ao considerar todo o quadro de fornecedores da rede, 95% aderiram ao programa.

Desenvolvido pela Abras em 2011, em parceria com a empresa Paripassu, o programa Rama promove o rastreamento e monitoramento de defensivos agrícolas em frutas, legumes e verduras, garantindo que a aplicação dos mesmos não esteja acima do nível permitido por lei. Com 56 redes varejistas participantes e 745 fornecedores, o programa possui dois pilares de atuação: rastreabilidade de todos os fornecedores cadastrados pelas empresas participantes e o monitoramento do nível de agrotóxico nos produtos.

No ano passado, de acordo com a Abras, foram analisadas 612 amostras de 92 produtos e o índice geral de conformidade do programa atingiu 82% Os resultados são obtidos por meio de análises técnicas da quantidade de resíduos em amostras coletadas e os dados são disponibilizados por meio de um portal para que produtores/fornecedores e supermercadistas monitorem os produtos continuamente. Além disso, o consumidor pode rastrear os alimentos por meio do QR Code presente nas embalagens ou mesmo do portal do Rama.

Desde que passou a integrar o programa, a área de Segurança Alimentar do Carrefour coletou amostras de diversos fornecedores pelo país. Atualmente, todos aqueles que integram a marca própria da rede ou que recebem o selo Sabor & Qualidade já seguem as diretrizes do Rama. A adesão ao programa e demais práticas da companhia estão alinhadas ao plano Carrefour 2022, divulgado em janeiro de 2018 pelo Grupo Carrefour, que tem como uma de suas principais ambições para os próximos cinco anos ampliar a oferta de alimentos de qualidade, confiáveis, acessíveis e a um preço justo.

“Cada vez mais as pessoas desejam consumir de forma mais saudável e mais sustentável, tanto para o bem de sua saúde, como para a preservação do planeta. Para atender essa crescente demanda por informações e padrões de qualidade impecáveis sobre os produtos, o Grupo Carrefour vai liderar esse movimento global, permitindo que os nossos clientes consumam melhor todos os dias”, destaca Paulo Pianez, diretor de Sustentabilidade do Carrefour Brasil. “Diante desse objetivo, a adesão ao Rama possibilitou, há alguns anos, fortalecer ainda mais os processos de controle e rastreabilidade no Carrefour, a partir do estímulo e capacitação dos nossos fornecedores sobre as melhores práticas de produção”, destaca o executivo.

Além do Rama, o Carrefour conta com outras ações de controle de qualidade dos alimentos que comercializa. O programa Sabor & Qualidade, implantado no Brasil há 16 anos, atesta o compromisso da companhia em acompanhar e oferecer a possibilidade do cliente saber a trajetória do alimento desde a sua produção. Além disso, todos os itens da marca Carrefour passam por rígidos padrões de segurança alimentar, testes laboratoriais e auditoria social, o que garante a alta qualidade e procedência dos produtos.

Sobre o Grupo Carrefour Brasil

Há mais de 40 anos no país, o Grupo Carrefour Brasil é líder de mercado de distribuição de alimentos. A partir de uma plataforma omnicanal e multiformato, reúne operações de varejo e cash&carry, além do Banco Carrefour e sua divisão imobiliária, o Carrefour Property. Atualmente, conta com os formatos Carrefour (hipermercado), Carrefour Bairro e Carrefour Market (supermercado), Carrefour Express (varejo de proximidade), Carrefour.com (e-commerce), Atacadão (atacado e atacado de autosserviço) e Supeco (atacado de autosserviço de proximidade), além de postos de combustíveis e drogarias. Presente em todos os Estados e Distrito Federal, sua operação já abrange mais de 660 pontos de vendas. Com faturamento de R$ 56,3 bilhões em 2018 e mais de 84 mil colaboradores no Brasil, a empresa é a segunda maior operação dentre os países nos quais o Grupo Carrefour opera. A companhia se destaca ainda por ser um dos maiores empregadores privados do país, a maior distribuidora de alimentos, o maior varejista de capital aberto e umas das 20 maiores empresas listadas na bolsa brasileira (B3). No mundo, o Grupo Carrefour atua em mais de 30 países e, nos próximos cinco anos, implementa estratégia prevista no plano Carrefour 2022, por meio da qual lidera intenso movimento de omnicanalidade, transformação digital e transição alimentar para que seus clientes consumam ainda melhor em qualquer lugar. Com mais de 300 mil colaboradores e 12 mil lojas espalhadas pela Europa, Ásia e América Latina, está presente na vida de mais de 100 milhões de clientes. Em 2018, as vendas globais da companhia totalizaram € 84,9 bilhões.

www.grupocarrefourbrasil.com.br

Especialistas tratam sobre experiência de compra e mudanças no Varejo

Encontro promovido pela AMPRO - Associação de Marketing Promocional reuniu representantes de agências, do Varejo e da Indústria, em São Paulo


O varejo mudou e as constantes transformações que envolvem a jornada de compras, tecnologia, geração de dados, personalização e experiência foram tratados durante o AMPRO Live Talks Pós NRF 2019 e as Tendências do Varejo Global, que aconteceu no último dia 1º, no Palácio Tangará, em São Paulo. O encontro reuniu representantes do Varejo, da Indústria e de agências especializadas em Trade Marketing.

Alguns dos cases da edição de 2019 do maior evento de varejo do mundo, a NRF, exemplificaram as tendências mundiais na palestra de Maurício Morgado, sócio da Morgado & Vitelli Consultoria e coordenador do GVcev – Centro de Excelência em Varejo da FGV-EAESP.

“A jornada de compras mudou, o processo de decisão do shopper está cada vez mais complexo devido à influência da internet. Exemplos como Uber, Netflix, iFood, Yellow, Airbnb, Zappos foram extremamente disruptivos para as indústrias”, enfatizou Morgado, exemplificando com cases como a Home Refill, que permite programar a entrega de compras de supermercado, e a Feirajato, que entrega a feira em casa.

A tecnologia diretamente envolvida na jornada de compras também ganhou destaque na palestra do especialista, com os cases como o da Nike, que mudou a maneira como as pessoas compram tênis – o atendente traz o produto previamente escolhido pelo cliente por meio de um escaneamento via QRCode; e o Walmart que, em parceria com a Algust, especializada em fechaduras eletrônicas, permite que o funcionário entregue as compras diretamente na geladeira do cliente.

Outros pontos abordados foram a tecnologia na geração de dados e como ela pode ser usada em favor do varejo. “O sonho de consumo para os varejistas é ter a ficha do cliente na mão, no tablet, identificando o cliente na entrada da loja, para que sejam tratados de forma cada vez mais personalizada nas lojas físicas, assim como já acontece nas virtuais”, pontuou. Cases como o Apply Magic Sauce, uma página dentro do site da Universidade de Cambridge, que adivinha o perfil da pessoa com traços de personalidade partindo exclusivamente da análise de um texto escrito por ela mostram que é possível usar a tecnologia para estimar desejos e criar personalização nas vendas.

A importância do foco na experiência de compra foi outro ponto que ganhou holofotes na apresentação, com cases como o da Casper, fabricante de colchões que, em parceria com a Dreamery, montou um espaço em que os clientes podem pagar para tirarem uma soneca no meio da tarde, em Nova Iorque. A experiência acontece desde a cenografia da loja e elementos do ambiente, passando pela recepção de uma atendente de pijamas e a inclusão de diversos itens no “pacote”, como café, chá e livros com conteúdos que dão sono.

Debate

O ponto forte do encontro foi o painel de debate que, junto com Maurício Morgado, reuniu Carlos Lima, Gerente de filial Varejo SP da Oi Telecom; Sergio Alves, Diretor Comitê de Trade Marketing da AMPRO e Diretor da POP Trade; Rafael D'Andrea, Fundador da Toolbox; Victor Leal, presidente do Grupo St. Marche; Ana Paula Andrade, General Manager da Marco Marketing e membro do Conselho AMPRO; Jaime Lachtermacher, gerente de Trade MKT PPC / Polo para construção da Saint Gobain; e Regis Duarte, gerente Geral da Creata Brasil, como mediador.

Na opinião dos especialistas, ainda se tratando de experiência de compra, o Brasil está caminhando mas precisa evoluir. “A experiência de compra está no nosso DNA mas ainda precisa estar alinhada ao contexto do varejo. O mundo é omnichannel, mas o Brasil ainda enfrenta problemas de infraestrutura. Termos wifi nas lojas, a instalação de sensores de monitoramento de fluxo e a coleta de dados poderiam ser avanços simples de se conquistar”, afirmou Sergio Alves.

Na opinião de Ana Paula Andrade, antes de se falar em tecnologia, é importante educar os times. “Desde dentro da agência até o campo, eles precisam estar integrados à nova realidade e serem agentes de transformação dessa experiência do consumidor”, pontuou.

Em detrimento da tecnologia, os painelistas concordaram também a respeito da importância do fator humano na interação correta com o shopper. “É preciso trabalhar o conteúdo, gerar online, trazer para o offline e ter equipe preparada para fazer o atendimento”, grifou Jaime Lachtermacher. Cases como o Alibaba, que abriu loja física, também são exemplos da importância da mão de obra intensiva, na opinião de Victor Leal. “As lojas físicas precisam ser digitais ao mesmo tempo e se o consumidor está conectado, armado, porque o funcionário continua ‘pelado’ na guerra? É necessário levar os conceitos do digital para a gestão física do varejo”, afirmou Rafael D'Andrea.

Sobre o assunto experiências, foi unânime a opinião de que o consumidor busca interagir mais e de diferentes formas com as marcas, mas o Brasil ainda precisa melhorar em quesitos como o preparo de equipes e entregas. “O shopper quer uma experiência relevante no online e no offline. Existe uma lição de casa nos bastidores que é: enquanto o retail está se preparando pra ser omnichannel, a troca de informações entre os departamentos precisa estar adequada. Às vezes a pessoa que está no ambiente físico está totalmente desconectada do que está sendo falado nas redes sociais da loja, por exemplo”, alertou Sergio Alves.” Não adianta nos prepararmos para toda a jornada se tiver uma ruptura na entrega, ou a logística não atende, ou a experiência com o produto é ruim”, acrescentou Jaime Lachtermacher.

Dados apontam que brasileiro gasta cerca de 25% de sua renda em alimentação fora do lar

Mesmo com o país em crise, comer fora de casa está ficando cada vez mais frequente na vida do brasileiro. A diversidade de refeições como fast foods, porções e lanches agradam todos os tipos de público. Segundo a última pesquisa do IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – o brasileiro gasta cerca de 25% de sua renda com alimentação fora do lar.


O setor de alimentação possui um grande potencial de mercado em todo mundo, como comprova o estudo da Associação de Bares e Restaurantes – Abrasel – que mostra um crescimento acima de 10% no mercado de gastronomia nos últimos anos. Isso pode ser uma consequência da vida moderna do trabalhador brasileiro, atrelada à falta de tempo.

As refeições prontas estão sempre em alta entre os adeptos da alimentação fora do lar e sabendo que o setor alimentício só tende a crescer, muitas pessoas passaram a investir nele dado o alto índice de sucesso de negócios do setor. Esse o caso do grupo de amigos que fundou o N1 Chicken, rede de franquias especializada em delivery de frango frito, em 2017 no Espírito Santo.

Amigos de longa data, o grupo levou 5 anos se preparando e estudando para montar o negócio com atenção especial à criação do tempero secreto da marca. “Levamos um ano inteiro para chegar na receita perfeita para o nosso tempero secreto. Queríamos que ele fosse único, que as pessoas o reconhecessem como o sabor do N1 Chicken”, conta Rafael Matos, sócio fundador da rede.

O grupo de sócios também se preocupou em montar um modelo de negócio que fosse compacto, de alta rentabilidade, fácil de replicar e também com um investimento atrativo. Hoje, uma unidade do N1 Chicken tem investimento inicial de apenas R$75 mil, um valor pequeno em relação a outras marcas do setor de alimentação. “Acertamos no modelo negócio e também na escolha da operação 100% delivery”.

Prova disso, é que em menos de um ano no franchising, já temos 29 unidades comercializadas em 6 estados, e 10 abertas que geram um faturamento médio mensal bruto de R$60 mil para o franqueado”, contabiliza Matos.

Neste ano, apenas o segundo no franchising, a rede busca franqueados para abrir unidades em cidades acima de 100 mil habitantes. O retorno do investimento é previsto entre 9 e 16 meses.

Grupo Croma lançará a 2a edição do estudo High Tech Retail em um evento no Cubo

A pesquisa será apresentada em 12/04 das 8h30 às 10h30 para grandes players do mercado varejista, indústria e imprensa

Com o objetivo de compartilhar quais são as tendências no comportamento de compra dos shoppers brasileiros nos próximos três anos, o Grupo Croma lançará o estudo High Tech Retail para executivos do varejo, indústria e serviços. A abertura do evento será às 8h30 com um café de boas-vindas e networking no espaço Flexroom 2A, localizado no 2o andar.


A segunda parte acontecerá às 9h com Edmar Bulla, CEO do Grupo Croma, que apresentará os principais resultados do estudo. O conteúdo será sobre comportamento de compra e o papel das tecnologias. “É para acelerar a transformação necessária no mercado que compartilhamos gratuitamente o High Tech Retail. Estamos felizes em gerar conhecimento acionável”, explica Bulla.

O High-Tech Retail® é um estudo sobre as tendências para o varejo brasileiro e como o comportamento de compra influenciará a adoção ou rejeição às tecnologias. O objetivo da 2a edição é mostrar o comparativo evolutivo em relação ao primeiro estudo de 2017.

sexta-feira, 5 de abril de 2019

Mercosuper debate o E-commerce e a transformação digital no varejo

Em um cenário em que o E-commerce no varejo avança mundialmente, os supermercadistas e varejistas paranaenses se reúnem na Mercosuper 2019 para debater o assunto e se preparar para o futuro. O evento acontece de 9 a 11 de abril no Expotrade Convention Center, e além de contar com um congresso sobre Transformação Digital e Varejo 4.0, também vai reunir mais de 300 marcas com os principais lançamentos em produtos e em tecnologias. A abertura será às 15h após uma solenidade e corte da faixa inaugural.

“Escolhemos esses temas por vermos a necessidade de os empresários estarem preparados para se reinventar no futuro. Eu acredito que o varejo físico não vai acabar, mas reconheço que devemos estar atentos e preparados para a transformação que está por vir. Assim, nesta feira teremos a oportunidade de conhecer as tendências mundiais e ver as previsões dos especialistas”, destaca o presidente da Apras, Pedro Joanir Zonta.



O E-commerce cresce em todos os segmentos do varejo e, hoje, atinge 3,1% da venda do varejo brasileiro e próximo a 0,8% da venda dos supermercados. Considerando a tendência anunciada pela Associação Brasileira de Comercio Eletrônico, em 2019 as vendas online devem chegar a R$ 79,9 bilhões. As estimativas segundo esta mesma associação é que as vendas superem em 16% as realizadas em 2018.

A previsão do Grupo GS& Gouvêa de Souza é de que o varejo em 2025 possua uma participação digital entre 8 e 9% (PME, IBGE e EBIT). O mercado de E-commerce brasileiro deve atingir um faturamento entre R$ 180 bilhões e R$ 200 bilhões. O m-commerce (mobile commerce) representará entre 80 a 85% deste total.

O varejo vai passar por uma grande mudança nos próximos anos e a principal revolução será no aumento significativo do E-commerce nos supermercados. O uso da Big-data do varejo passa a ser um novo aprendizado com o uso da tecnologia e a adaptação das pessoas, colaboradores e consumidores a esta nova realidade.

A China está na vanguarda dos pagamentos mobile. Quase 90% das pessoas de lá não utilizam mais dinheiro físico para pagamentos. No país, os provedores de serviços de pagamento que permitem a utilização de dispositivos móveis respondem por 67% das transações financeiras, seguidos dos cartões (22%), e dinheiro (11%).

Observar os cenários internacionais acaba se tornando uma opção para estudar e planejar o futuro. Como o mercado chinês e o norte-americano são os maiores exemplos para o mundo e se destacam pela expansão do comércio digital a abertura da Mercosuper vai contar com a palestra internacional de Mathew Brennan, consultor, palestrante e escritor com foco em inovação e tecnologia móvel chinesa, conhecido pela análise da Tencent, a maior gigante de tecnologia da China e do WeChat, o famoso super app da China. Ele vai compartilhar a sua experiência no mercado chinês, com destaque para o Alibaba, um dos maiores grupos de comércio eletrônico do mundo, que tem feito sucesso com a rede de supermercados Hema, que une o varejo on-line e off-line em uma única experiência.

Em um futuro próximo, a competitividade das empresas não será mais levada em consideração pelo seu porte, seu país de origem ou sua vantagem competitiva passada. “A ascensão do E-commerce está abrindo oportunidades empolgantes de crescimento a milhares de empresas de todas as formas e tamanhos. Neste cenário, os supermercadistas precisam estar atentos e preparados para o futuro e prontos para agarrar as oportunidades desta tendência”, afirma Zonta.

Patrocinado pela RP Info, uma das empresas mais reconhecidas em sistemas de gestão para o varejo no Brasil, o Congresso “Espaço Transformação Digital no Varejo 4.0”, vai contar com um grande fórum sobre “Venda Online”, no dia 9 de abril, às 9h30, com o tema “Apocalipse do Varejo” e trará especialistas e cases sobre o assunto. A transformação digital será amplamente discutida em mais palestras e painéis durante os três dias de feira.

Segundo o diretor comercial, Gilberto Dutra, a RP Info decidiu patrocinar o evento pela relevância do tema e por acreditar que este é o momento certo para se preparar para as mudanças que estão por vir. “Precisamos estar preparados para o Varejo 4.0, grandes mudanças devem ocorrer nos próximos cinco anos e iniciativas como esta têm um papel fundamental para levar as informações aos varejistas”.

Dutra acrescentou que percebe um avanço no varejo brasileiro e que a regulamentação mais flexível para os meios de pagamento e acesso à tecnologia têm impulsionado estas mudanças.

Grandes transformações são vistas no varejo da China e dos Estados Unidos. “Um dos principais pilares está sendo o uso adequado da tecnologia (Automação e tratamento de dados) para gerar maior eficiência e reduzir o atrito das experiências de compra em lojas físicas e também nos canais online”, destacou.

MERCOSUPER 2019

Com uma expectativa de 30% de crescimento em relação a edição de 2018, a Mercosuper deve reunir cerca de 45 mil varejistas de todo o estado para a concretização de aproximadamente R$ 540 milhões em negócios.

Apesar da crise econômica, a feira cresceu 200% nos últimos quatro anos e se consolidou como um dos maiores e mais importantes eventos supermercadistas do país.

A feira vai contar com 300 marcas com as principais novidades, lançamentos e o compromisso de oferecer preços especiais durante o evento. As negociações realizadas durante o evento são fundamentais para que os supermercadistas possam oferecer os principais lançamentos de mercado e preços ainda mais competitivos aos seus consumidores.

Palestras magnas

9 de abril, às 13h30

Matthew Brennan - é empresário, escritor e especialista em varejo digital. Trará em sua palestra a sua experiência no mercado chinês, com destaque para o Alibaba, um dos maiores grupos de comércio eletrônico do mundo, que tem feito sucesso com a rede de supermercados Hema, que une o varejo on-line e off-line em uma única experiência.

Conceituado em vários países, Brennan já teve seu trabalho reconhecido pela mídia internacional (The Economist, Bloomberg, Forbes, The Financial Times, BBC, entre outros). Esta é uma palestra internacional de um especialista americano que vive na China. O conteúdo da palestra será simultaneamente traduzido por tradutores no local do evento.

10 de abril, às 13h30

Luís Artur Nogueira - é jornalista, economista e palestrante, com MBA em mercado financeiro. Atualmente escreve na revista e no site da ISTOÉ Dinheiro, onde mantém o blog "Descomplicando a Economia". É colunista do Portal iG, onde hospeda a coluna "A Economia Sem Gravata", homônima do seu canal no YouTube.

Com o tema "O Futuro Econômico", a sua palestra se destaca por ter uma linguagem acessível e por ser interativa, em que cada participante da plateia recebe um controle remoto para responder perguntas e escolher, na hora, os temas que vão ser apresentados ao longo da palestra.

11 de abril, às 13h30

Marcos Piangers - é autor do best-seller “O Papai é Pop”, com mais de 250 mil livros vendidos e lançados em Portugal, Espanha, Inglaterra e Estados Unidos. É especialista em novas tecnologias, criatividade, inovação e uma das maiores referências em paternidade do país. Já deu aulas e palestras para os maiores eventos e empresas nacionais, além de ser três vezes palestrante do TED, a maior conferência de ideias do mundo. Seus vídeos já ultrapassaram a marca de 300 milhões de visualizações no Facebook.

A palestra "INOVAÇÃO: Uma Espiada no Futuro" é uma incrível apresentação sobre tecnologia, oportunidades digitais e como a inovação acontece. Entenda as 4 características das empresas inovadoras. Como um mundo conectado está mudando empresas, marcas, profissões e pessoas. Com mais de uma centena de apresentações, para grandes empresas, agências de publicidade, faculdades e eventos focados nas mais diversas áreas, Piangers fala sobre o futuro e as tendências com muito bom humor.

Além das palestras magnas serão realizadas mais de 40 palestras, oficinas e workshops no evento.

Carrefour acelera transformação digital e apresenta Carina, sua nova assistente virtual com IA

Parte do projeto One Carrefour, que busca visão unificada sobre clientes, Carina apoia ominicanalidade e interage por meio de canais de voz e texto; público escolheu personagem em votação encerrada nesta semana

O Grupo Carrefour Brasil está em contínuo movimento para acelerar a transformação digital e tornar-se referência em omnicanalidade, oferecendo mais canais e formas assertivas de atendimento para cada consumidor. A companhia deu mais um passo importante nessa jornada com o lançamento da assistente virtual Carina (Carrefour Inteligência Artificial).


Focada em responder aos consumidores em nome dos negócios de varejo alimentar – supermercados, hipermercados e lojas de conveniência – e do Carrefour Soluções Financeiras, a Carina tem como missão solucionar dúvidas e oferecer sugestões para os clientes com agilidade, cordialidade e clareza na informação, por meio de canais de voz e texto.

Faz parte da rotina da Carina entender as vontades do consumidor – o que já começou pela escolha da persona que representará a assistente virtual. Dentre três personagens apresentadas no site votecarina.com.br, a maioria dos internautas escolheu a Carina A, que recebeu 63,95% dos votos. Caracterizada pela hashtag #supereconomica, a persona mais votada tem 42 anos e conhece como ninguém o Carrefour, onde trabalha há 10 anos e já passou por diversas áreas. Tem como hobby passar tempo com seus filhos. No período da votação online, entre 20 de março e 3 de abril, foram contabilizados quase 100 mil votos, no total.

A Carina é uma mulher extrovertida e simpática, que gosta de se divertir com a família e os amigos. Ela é antenada e vive nas redes sociais, sempre de olho nas novidades. A partir das conexões entre inúmeros dados obtidos na medida em que interage com as pessoas, a assistente virtual é enriquecida com mais informações e expande seu conhecimento.

“O uso da inteligência artificial no varejo está cada vez mais atrelado ao conhecimento do comportamento de compra dos consumidores para oferecer produtos de forma personalizada e assertiva. Com a Carina, aplicamos a IA também nessa interação cotidiana com os nossos clientes e de forma inédita no varejo alimentar”, afirma Paula Cardoso, CEO do Carrefour e-Businesss Brasil. “Compreendemos que é fundamental usar as ferramentas de digitalização para entregar uma experiência mais rápida, fluída e acolhedora aos nossos clientes”, destaca.

Na primeira etapa de implantação, Carina passou a interagir com os clientes diretamente pela URA (Unidade de Resposta Audível). A partir de abril, o Carrefour avança e leva a Carina para o atendimento via chatbot do e-commerce (carrefour.com.br) e WhatsApp (3004-2222). A assistente pode informar o status do pedido do e-commerce e o saldo do cartão presente Carrefour, além de solicitar o parcelamento da fatura do Cartão Carrefour e o envio da segunda via da fatura.

Pelo WhatsApp, quem mora no Rio de Janeiro já pode testar o recebimento de tabloides digitais com as principais ofertas da rede no Estado, além dos endereços das lojas. Basta enviar uma mensagem para a Carina para aproveitar essa funcionalidade – que, em breve, estará disponível para todo o Brasil. O Carrefour ainda se tornou a única empresa varejista a concentrar no mesmo número atendimento por texto e voz.

One Carrefour

A Carina faz parte da agenda de Transformação Digital do Carrefour, que deu suporte a avanços na forma como o grupo se relaciona com os clientes. Em janeiro de 2018 foi iniciado o projeto One Carrefour, cujo objetivo central é ter uma visão única sobre os clientes do grupo, independentemente dos formatos de interação, além de dar acesso a todos os serviços por meio de qualquer canal de relacionamento.

No ano passado o projeto One Carrefour já gerou importantes iniciativas e resultados:


  • Uma nova plataforma de atendimento do call center para as operações de varejo permitiu entender a jornada completa do cliente, independentemente do negócio (Postos, Drogarias, Hipermercados e E-commerce).
  • Foi construído um Centro de Excelência para gerenciamento das mídias sociais, na qual o Carrefour já contabilizou mais de 164 mil atendimentos desde setembro de 2018, com tempo máximo de respostas de quatro horas.
  • Foi disponibilizado em novembro de 2018 um canal de chat — que já existia na central de atendimento dedicada às lojas físicas — para todos os clientes do e-commerce e do Cartão Carrefour, com média de 15 mil atendimentos por mês.
  • O atendimento aos clientes do varejo foi concentrado em um único número de telefone (3004-2222). Desde a implantação, em dezembro de 2018, foram atendidas 1 milhão de chamadas. Em breve, os clientes do Cartão Carrefour também acessarão a central de atendimento por esse mesmo número.

Próximos passos

Em 2019, o Grupo Carrefour Brasil segue empenhado em colocar em prática uma forte agenda dedicada à inovação e à praticidade na interação com os clientes. Ainda em janeiro foi iniciado um piloto para gerenciar as interações do Google Meu Negócio. Em março, a solução foi lançada para todas as lojas da rede. Serão aproximadamente 25 mil novos atendimentos por mês por meio desse canal, mantendo o compromisso de responder aos consumidores com tempo máximo de quatro horas.

Sobre o Grupo Carrefour Brasil

Há mais de 40 anos no país, o Grupo Carrefour Brasil é líder de mercado de distribuição de alimentos. A partir de uma plataforma omnicanal e multiformato, reúne operações de varejo e cash&carry, além do Carrefour Soluções Financeiras e sua divisão imobiliária, o Carrefour Property. Atualmente, conta com os formatos Carrefour (hipermercado), Carrefour Bairro e Carrefour Market (supermercado), Carrefour Express (varejo de proximidade), Carrefour.com (e-commerce), Atacadão (atacado e atacado de autosserviço) e Supeco (atacado de autosserviço de proximidade), além de postos de combustíveis e drogarias. Presente em todos os Estados e Distrito Federal, sua operação já abrange mais de 660 pontos de vendas. Com faturamento de R$ 56,3 bilhões em 2018 e mais de 84 mil colaboradores no Brasil, a empresa é a segunda maior operação dentre os países nos quais o Grupo Carrefour opera. A companhia se destaca ainda por ser um dos maiores empregadores privados do país, a maior distribuidora de alimentos, o maior varejista de capital aberto e umas das 20 maiores empresas listadas na bolsa brasileira (B3). No mundo, o Grupo Carrefour atua em mais de 30 países e, nos próximos cinco anos, implementa estratégia prevista no plano Carrefour 2022, por meio da qual lidera intenso movimento de omnicanalidade, transformação digital e transição alimentar para que seus clientes consumam ainda melhor em qualquer lugar. Com mais de 300 mil colaboradores e 12 mil lojas espalhadas pela Europa, Ásia e América Latina, está presente na vida de mais de 100 milhões de clientes. Em 2018, as vendas globais da companhia totalizaram € 84,9 bilhões.

www.grupocarrefourbrasil.com.br